Notícias do Movimento Espírita

Araçatuba, SP, sábado, 07 de janeiro de 2012

Compiladas por Ismael Gobbo

Agradecemos àqueles que gentilmente repassam este email

em suas listas de contatos

 

 

 

 

 

Nota 1

Recomendamos confirmar junto aos organizadores os eventos aqui divulgados. Podem ocorrer cancelamentos ou mudanças que nem sempre chegam ao nosso conhecimento.

 

 

 

 

 

Nota 2

 

Este email é uma forma alternativa de divulgação de noticias, eventos, entrevistas e artigos espíritas. Recebemos as informações de fontes  diversas e fazemos o repasse aos destinatários de nossa lista de contatos. Trabalhamos com a expectativa de que as informações que nos chegam sejam absolutamente espíritas na forma como preconiza o codificador do Espiritismo, Allan Kardec.  Pedimos aos nossos diletos colaboradores que façam uma análise criteriosa e só nos remetam para divulgação matérias genuinamente espíritas. (Ismael Gobbo)

   

 

 

 

 

 

Atenção

 

Se você tiver dificuldades em abrir o arquivo, recebê-lo incompleto ou cortado e fotos que não abrem, clique aqui: http://www.noticiasespiritas.com.br/2011/JANEIRO/07-01-2012.htm

 

 

 

 

 

 

 

Centro Espírita conectado

 

Wellington Balbo – Bauru - SP

 

Intrigante questão assolou-me a mente quando estive na cidade de Macatuba SP para realização de palestra:

Será que Allan Kardec, o Codificador do Espiritismo, utilizaria o facebook para divulgar a Doutrina?

Não posso afirmar com certeza, afinal, ele não vive nos dias de hoje. Pelo menos ainda não o vimos vestindo uma outra roupa de carne a declamar as poesias dos imortais. Porém, acredito que o Codificador utilizaria as mídias sociais para divulgar o Espiritismo.

E interessante foi a experiência que vivi por esses dias e compartilho com você, leitor. Compareci ao Centro Espírita Francisco Xavier de Macatuba e pude constatar com os próprios olhos o que os colaboradores me disseram assim que lá cheguei. A Casa Espírita com todos os seus lugares tomados e, interessante: gente nova, pessoas que não conheciam o Espiritismo e foram até lá por conta das constantes divulgações que o referido centro espírita faz no facebook. Por incrível que pareça havia pessoas que só souberam haver centro espírita na cidade pela mídia social.

No retorno à Bauru, fiquei a refletir na importância de utilizarmos todos os canais de comunicação para levarmos adiante a mensagem da espiritualidade. Nada pode ser desprezado. Alguns dirão que nessas redes sociais prolifera-se muita banalidade. Mas, sejamos sinceros: a culpa não é da rede social, mas, sim, de quem a utiliza. Facebook e tantas outras mídias são apenas ferramentas neutras que obedecem ao comando humano. Logo, se o indivíduo não tem lá grandes interesses em nobres causas de sua lavra só sairão abobrinhas. Contudo, se há desejo de produzir algo de bom eis que as mídias sociais podem cumprir um notável e importante papel.

Surge, então, o momento de repensarmos o nosso conceito de Comunicação, porquanto vivemos numa época totalmente diferente da que vivia Kardec. O Codificador, por conta das limitações de seu tempo, tinha o contato com o público limitado. No entanto, nosso contato com o público é ilimitado. Estamos literalmente plugados uns aos outros, trocando impressões, experiências e idéias a todos os instantes.

Penso ser essencial como homens do século XXI fazermos a utilização dos recursos da tecnologia para espalhar as luzes da imortalidade por onde nossos @s e bytes trafegarem.

A propósito, Allan Kardec no tocante à divulgação espírita deixou-nos relevante mensagem em Obras Póstumas. Diz ele:

“Uma publicidade, numa larga escala, feita nos jornais mais divulgados, levaria ao mundo inteiro, e até aos lugares mais recuados, o conhecimento das idéias espíritas, faria nascer o desejo de aprofundá-los, e, multiplicando os adeptos, imporia silêncio aos detratores que logo deveriam ceder diante do ascendente da opinião".

Compreendemos nas palavras de Kardec sua alma disposta a trabalhar junto com a publicidade e os meios de comunicação para dar ao Espiritismo cada vez mais espaço.

O Espiritismo deve ir onde o povo está. E se o povo está conectado, que se conecte também o centro espírita, esse fiel condutor das idéias doutrinárias.

Pensemos nisso!

 

 

 

 

 

 

2º. Curso de Expositores Espíritas de Jundiaí e Região

Jundiaí, SP

 

(Informação recebida em email de U.S.E. JUNDIAÍ - SECRETARIA usejundiaisecretaria@terra.com.br)

 

 

 

 

 

Roteiro de conferências com Divaldo Pereira Franco na Colômbia

Bogotá, Neiva, Bucaramanga, Santa Marta, Cartagena

 

(Informação recebida em email de Jorge Berrio B. presidencia@confecol.org)

 

Jorge Berrio Bustillo. Atual Presidente da Confederação Espírita Colombiana

 

 

 

 

 

 

 

Ciclo de palestras em homenagem a Adelino de Carvalho

Três Lagoas, MS

 

Adelino de Carvalho

 

O Grupo da Fraternidade Espírita José Grosso e Maria João de Deus, sediado em Três Lagoas, Rua Francisco Candido Xavier , esquina com  Allan Kardec, na vila Haro, está promovendo já há mais de 15 anos, sempre no mês de Fevereiro, palestras espíritas lembrando a vida do abnegado servidor da doutrina espírita, Adelino de Carvalho.

 

 Neste mês de fevereiro o ciclo de palestras tem dia inicio na sexta feira (03), com Christovam Bazan, dirigente Espírita, membro do Grupo da Fraternidade Espírita José Xavier. No dia (10) será a vez da professora Ewonild Cunha, e membro do Grupo que realiza a homenagem. No dia 17, será a vez do professor Aparecido de Carvalho da cidade de Ilha Solteira. Na ultima sexta feira (24), o convidado é Waldemiro Giachetta, dirigente e trabalhador do Grupo da Fraternidade Espírita José Xavier em Três Lagoas.  Diversos temas serão abordados no mês das homenagens à Adelino de Carvalho.

Durante todo mês de fevereiro, haverá sorteios espíritas e o tema principal será sempre a vida do homenageado. 

Adelino de Carvalho, mentor espiritual do médium Celso de Almeida Afonso, nasceu em Jaboticabal – SP, no dia 8 de Janeiro de 1886. Transferiu-se para a cidade de Uberaba – MG, por volta de 1902, quando iniciou suas atividades mediúnicas, tornando-se valioso instrumento através do qual os espíritos procuram consolar e aliviar as dores das criaturas irmãs. Seu desencarne se deu no dia 25 de fevereiro de 1950, em Uberaba.

 Adelino era médium receitista (curador) e seu trabalho dedicado ao bem do próximo, fez com que ficasse conhecido em toda a região. Sua biografia é ilustrada por muitos casos interessantes, como por exemplo, esse que relataremos a seguir: “Certa noite, um fazendeiro muito rico da cidade de Uberaba, chamado Antônio, chegou à casa de Adelino, de madrugada, com a filha desenganada pelos médicos, inclusive de São Paulo. O fazendeiro disse a seu Adelino que a sua filha era a única coisa que tinha, e que naquele momento a entregava a Deus e pedia que o médium a curasse.  Adelino foi na cozinha fazer um café para o fazendeiro, quando seu mentor, Bittencourt Sampaio, materializou-se e disse que confiasse, mandando que o médium receitasse durante 15 dias goma arábica com algumas raízes do campo. Adelino ficou preocupado pois o fazendeiro era muito bravo e tinha fama de homem valente na região. Mesmo assim, voltou à sala e deu a receita para a filha do fazendeiro.

Após alguns dias, retornou à casa de Adelino, juntamente com a filha, já totalmente restabelecida. O fazendeiro quis dar um presente ao médium, que era muito pobre e trabalhava na agência de Correios e Telégrafos, residindo em casa alugada, num bairro humilde, com 11 (onze filhos) pequenos na época,

Entregou a seu Adelino um cheque, que nos dias de hoje, segundo os antigos uberabenses, chegaria à casa dos R$ 150 mil. O médium, preocupado com o cheque, voltou à cozinha para novamente fazer um café para o fazendeiro. Foi quando seu mentor mais uma vez se materializou  e ordenou que o cheque fosse devolvido ao fazendeiro, alegando que se aceitasse dinheiro o trabalho do médium cresceria “igual rabo de cavalo”, ou seja, para baixo. O médium devolveu o cheque para o fazendeiro, justificando: ‘O que de graça Deus me deu, de graça estou doando. Não tenho mérito nenhum’, disse o médium. Sou um instrumento dos espíritos”.

Relembramos aqui mais um episódio da vida desse dedicado tarefeiro na seara mediúnica:

Em meados do ano de 2000, o jornalista Luiz Correa e sua esposa Elzi, em visita a Uberaba, foram convidados pelo médium Celso de Almeida Afonso, para conhecerem a filha do Sr. Adelino. Celina de Carvalho, nessa época morava em Uberaba, em residência simples, como era característico da família Carvalho.

Luizinho relembra emocionado que foram carinhosamente recebidos por Celina, que se comoveu muito com a  nossa visita acompanhado do médium Celso Almeida.

Numa rápida entrevista ao jornalista, Celina falou das dificuldades que seu pai enfrentou para levar adiante a tarefa de medianeiro dos espíritos.

Os médicos de Uberaba não aceitavam o trabalho do Sr. Adelino, pois, enquanto suas clínicas esvaziavam, a casa do médium ficava cheia. Nessa época tinham como vizinho, um médico famoso e ainda diretor de um Hospital local. Celina disse que vivia apreensiva, receosa de perseguições por parte da polícia. Ao narrar essa parte da vida deles,  relembrou um episódio ocorrido justamente nessa época.

“Certa noite, dois policiais bateram à porta de sua casa, e ela já imaginando que fossem prender seu pai, disse que ele havia saído e não voltaria tão cedo...Ela sabia que o lugar onde estava seu pai era isolado e ele não poderia ouvir alguém conversando na porta da casa. Mas qual não foi sua surpresa, quando seu pai lá do fundo gritou para que ela convidasse os policiais para entrar que ele já ia atendê-los. Entrou um policial com a filha no colo e disse: - Adelino, vim aqui para você salvar minha filha que está desenganada pelos médicos...Adelino aplicou passes na menina e receitou remédios de ervas naturais junto a aplicação de passe e prece. Quando eles saíram, Adelino disse a Celina que, quando estamos a serviço de Jesus, não devemos temer nada”.

Após alguns dias, o policial retornou para agradecer pela cura completa da filha.

Celina ao finalizar a história, chorou comovida pela lembrança do pai que tanto benefício distribuiu, em nome de Jesus.

Despediram-se, todos emocionados. Depois de alguns dias o jornalista enviou à Celina um quadro contendo a reportagem daquele encontro tão marcante. 

Vale destacar a coincidência que no mês de fevereiro 2006, em que o Grupo José Grosso e Maria João de Deus  de Três Lagoas  homenageava  seu Adelino, Celina  a única filha existente na terra  retornou a pátria espiritual.  

 

Da redação Jornal Correio de Três Lagoas.

 

Telefones para contato: 67-3521-0808         Cel. 67-9231-1966

 

(Informações em email de Luizinho do Jornal Correio de Três Lagoas)

 

Adelino de Carvalho

 

Cristo Redentor em avenida de Três Lagoas, MS. Foto Ismael Gobbo

 

 

 

 

 

 

Primeira reunião de 2012 da “Spiritist Society of Ireland”

Irlanda

 

First Meeting of the year/Primeira reunião do ano

 

Dear beloved friends,
 
I hope everybody had a great holidays and it's a pleasure infomr you that our next meeting will be this

Sunday, 8th of January 2012, at 11:00 a.m. It going to be held in our new place on the following address:
 
21 Fairview, Dublin 3
 
It's located in front of the Fairview Park. It's easily accessible from the City Centre with the following

buses: 20B, 31, 29, 42 and 128 and get off one stop before Marino College.  It's the door between Tesco

Express and Abacus Finance.
 
We will have our delicious coffee with pastry, teas, cheese bread ready to eat and much more sell. Also

we will have a Car Boot Sale at the end of every metting! Don't miss out!
 
All these events it's to raise money to pay our rent and upcoming events!
 
I hope to see everyone soon!
 
Regards,
 
Spiritist Society of Ireland
0879484096 - Stevan
_______________________________________________________________________________________

Meus queridos amigos,

É com grande alegria que anunciamos nossa primeira reuniao do ano neste domingo 08/01/2012

as 11:00 hrs na nossa nova sede localizada na 21 Fairview, Dublin 3.
Os onibus que serve o local sao 20B, 31, 29, 42 e 128 e descer um ponto antes do Marino College

em frente ao Parque Fairview!  A entrada fica entre o Tesco Express e a Abacus Finance.
Nosso Cafe estara vendendo bolos, doces, pao de queijo assado, cafe, cha e muito mais! Sem

contar que ao final das reunioes iremos ter um Bazar!
Evento para levantar fundos para pagarmos aluguel e despesas com os demais eventos!
 
Esperamos todos la!!!
 
Abracos Fraternos,

Spiritism Society of Ireland

(Informação recebida em email de Spiritism Study Group of Ireland spiritismireland@gmail.com)

Grupo da SSI com Divaldo Pereira Franco e Nilson Pereira

 

 

 

 

 

Seminários com Orson Peter Carrara e Ismael Batista da Sival

Araçatuba, SP

 

Nos dia 28 e 29 de janeiro estaremos promovendo no C.E. “Irmã Angélica” os seminários com  Orson (Planejamento reencarnatório) e com o Ismael Batista (Capacitação do trabalhador espírita).

Ambos têm larga experiência nas lidas da seara espírita. Esta é mais uma oportunidade que os trabalhadores de todas as Casas terão para se aprimorarem.

Convido os amigos para participar desta programação, bem como da sua divulgação.

um abraço.

Gregório. 

 

(Informação em email de Gregório Carlos Rodrigues)

 

 

 

 

 

 

Leia o Jornal Espírita de Uberaba

 

ACESSE: http://issuu.com/jornalespiritadeuberaba

 

 

Bom dia,

Que a paz do Divino Mestre esteja no coração de todos.

Estamos encaminhando anexo a edição nº 64 de janeiro de 2012 do JORNAL ESPÍRITA DE UBERABA.

Pedimos que repasse o jornal e os cartazes aos seus amigos e familiares, bem como, imprimir os cartazes e fixá-los em locais de concentração de pessoas.

Nos envie e-mail’s para cadastrarmos em nosso banco de e-mail's.

Pedimos que nos sigam nas redes sociais: Twitter: @jornalespirita e Facebook: Jornal Espírita de Uberaba

Leia o Jornal Espíria de Uberaba nos Sites: www.issuu.com/jornalespiritadeuberaba ou www.jornalespiritadeuberaba.com

Muito obrigado e que Deus lhe abençõe hoje e sempre.

Saudações fraternais.

Luiz Carlos de Souza

E-mail: lcsouza@terra.com.br

Celular: (34) 9969-7191

Twitter: @jornalespirita

Facebook: Jornal Espírita de Uberaba

Sites: www.issuu.com/jornalespiritadeuberaba  ou  www.jornalespiritadeuberaba.com 

 

 

 

 

 

 

 

 

Biografia do vulto de escol do movimento espírita brasileiro

Adolfo Bezerra de Menezes Cavalcanti

 

Bezerra de Menezes

Pintura pela artista Nair Camargo, São Paulo, SP

Foto Ismael Gobbo

 

Nascido na antiga Freguesia do Riacho do Sangue, hoje Solonópole, no Ceará, aos 29 dias do mês de agosto de 1831, e desencarnado no Rio de Janeiro, a 11 de abril de 1900.

 

Adolfo Bezerra de Menezes Cavalcanti, no ano de 1838, entrou para a escola pública da Vila do Frade, onde em dez meses apenas, preparou- se suficientemente até onde dava o saber do mestre que lhe dirigia a primeira fase de educação. Bem cedo revelou sua fulgurante inteligência, pois, aos onze anos de idade, iniciava o curso de Humanidades e, aos treze anos, conhecia tão bem o latim que ministrava, a seus companheiros, aulas dessa matéria, substituindo o professor da classe em seus impedimentos.

 

Seu pai, o capitão das antigas milícias e tenente- coronel da Guarda Nacional, Antônio Bezerra de Menezes, homem severo, de honestidade a toda prova e de ilibado caráter, tinha bens de fortuna em fazendas de criação. Com a política, e por efeito do seu bom coração, que o levou a dar abonos de favor a parentes e amigos, que o procuravam para explorar- lhe os sentimentos de caridade, comprometeu aquela fortuna. Percebendo, porém, que seus débitos igualavam seus haveres, procurou os credores e lhes propôs entregar tudo o que possuía, o que era suficiente para integralizar a dívida. Os credores, todos seus amigos, recusaram a proposta, dizendo- lhe que pagasse como e quando quisesse.

 

O velho honrado insistiu; porém, não conseguiu demover os credores sobre essa resolução, por isso deliberou tornar- se mero administrador do que fora sua fortuna, não retirando dela senão o que fosse estritamente necessário para a manutenção da sua família, que assim passou da abastança às privações.

 

Animado do firme propósito de orientar-se pelo caráter íntegro de seu pai, Bezerra de Menezes, com minguada quantia que seus parentes lhe deram, e animado do propósito de sobrepujar todos os óbices, partiu para o Rio de Janeiro a fim de seguir a carreira que sua vocação lhe inspirava: a Medicina.

 

Em novembro de 1852, ingressou como praticante interno no Hospital da Santa Casa de Misericórdia. Doutorou-se em 1856 pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, defendendo a tese "Diagnóstico do Cancro". Nessa altura abandonou o último patronímico, passando a assinar apenas Adolfo Bezerra de Menezes. A 27 de abril de 1857, candidatou-se ao quadro de membros titulares da Academia Imperial de Medicina, com a memória "Algumas Considerações sobre o Cancro encarado pelo lado do Tratamento". O parecer foi lido pelo relator designado, Acadêmico José Pereira Rego , a 11 de maio de 1857, tendo a eleição se efetuado a 18 de maio do mesmo ano e a posse a 1º de junho. Em 1858 candidatou- se a uma vaga de lente substituto da Secção de Cirurgia da Faculdade de Medicina. Por intercessão do mestre Manoel Feliciano Pereira de Carvalho, então Cirurgião-Mor do Exército, Bezerra de Menezes foi nomeado seu assistente, no posto de Cirurgião- Tenente.

 

Eleito vereador municipal pelo Partido Liberal, em 1861, teve sua eleição impugnada pelo chefe conservador, Haddock Lobo, sob a alegação de ser médico militar. Objetivando servir o seu Partido, que necessitava dele a fim de obter maioria na Câmara, resolveu Bezerra de Menezes afastar-se do Exército. Em 1867 foi eleito Deputado Geral, tendo ainda figurado em lista tríplice para uma cadeira no Senado.

 

Quando político, levantou-se contra ele, a exemplo do que ocorre com todos os políticos honestos, uma torrente de injúrias que cobriu o seu nome de impropérios. Entretanto, a prova da pureza da sua alma deu-se quando, abandonando a vida pública, foi viver para os pobres, repartindo com os necessitados o pouco que possuía.

 

Corria sempre ao tugúrio do pobre, onde houvesse um mal a combater, levando ao aflito o conforto de sua palavra de bondade, o recurso da ciência de médico e o auxílio da sua bolsa minguada e generosa.

 

Desviado interinamente da atividade política e dedicando- se a empreendimentos empresariais, criou a Companhia de Estrada de Ferro Macaé a Campos, na então província do Rio de Janeiro. Depois, empenhou-se na construção da via férrea de S. Antônio de Pádua, etapa necessária ao seu desejo, não concretizado, de levá-la até o Rio Doce. Era um dos diretores da Companhia Arquitetônica que, em 1872, abriu o "Boulevard 28 de Setembro", no então bairro de Vila Isabel, cujo topônimo prestava homenagem à Princesa Isabel. Em 1875, era presidente da Companhia Carril de S. Cristóvão.

 

Retornando à política, foi eleito vereador em 1876, exercendo o mandato até 1880. Foi ainda presidente da Câmara e Deputado Geral pela Província do Rio de Janeiro, no ano de 1880.

 

O Dr. Carlos Travassos havia empreendido a primeira tradução das obras de Allan Kardec e levara a bom termo a versão portuguesa de "O Livro dos Espíritos". Logo que esse livro saiu do prelo levou um exemplar ao deputado Bezerra de Menezes, entregando- o com dedicatória. O episódio foi descrito do seguinte modo pelo futuro Médico dos Pobres: "Deu-mo na cidade e eu morava na Tijuca, a uma hora de viagem de bonde. Embarquei com o livro e, como não tinha distração para a longa viagem, disse comigo: ora, adeus! Não hei de ir para o inferno por ler isto... Depois, é ridículo confessar-me ignorante desta filosofia, quando tenho estudado todas as escolas filosóficas. Pensando assim, abri o livro e prendi-me a ele, como acontecera com a Bíblia. Lia. Mas não encontrava nada que fosse novo para meu Espírito. Entretanto, tudo aquilo era novo para mim!... Eu já tinha lido ou ouvido tudo o que se achava no "O Livro dos Espíritos". Preocupei-me seriamente com este fato maravilhoso e a mim mesmo dizia: parece que eu era espírita inconsciente, ou, mesmo como se diz vulgarmente, de nascença".

 

No dia 16 de agosto de 1886, um auditório de cerca de duas mil pessoas da melhor sociedade enchia a sala de honra da Guarda Velha, na rua da Guarda Velha, atual Avenida 13 de Maio, no Rio de Janeiro, para ouvir em silêncio, emocionado, atônito, a palavra sábia do eminente político, do eminente médico, do eminente cidadão, do eminente católico, Dr. Bezerra de Menezes, que proclamava a sua decidida conversão ao Espiritismo.

 

Bezerra era um religioso no mais elevado sentido. Sua pena, por isso, desde o primeiro artigo assinado, em janeiro de 1887, foi posta a serviço do aspecto religioso do Espiritismo. Demonstrada a sua capacidade literária no terreno filosófico e religioso, quer pelas réplicas, quer pelos estudos doutrinários, a Comissão de Propaganda da União Espírita do Brasil, incumbiu-o de escrever, aos domingos, no "O Paiz" tradicional órgão da imprensa brasileira, a série de "Estudos Filosóficos", sob o título "O Espiritismo". O Senador Quintino Bocaiúva, diretor daquele jornal de grande penetração e circulação, "o mais lido do Brasil", tornou-se mesmo simpatizante da Doutrina Espírita.

 

Os artigos de Max, pseudônimo de Bezerra de Menezes, marcaram a época de ouro da propaganda espírita no Brasil. De novembro de 1886 a dezembro de 1893, escreveu ininterruptamente, ardentemente.

 

Da bibliografia de Bezerra de Menezes, antes e após a sua conversão do Espiritismo, constam os seguintes trabalhos: "A Escravidão no Brasil e as medidas que convém tomar para extingui- la sem dano para a Nação", "Breves considerações sobre as secas do Norte", "A Casa Assombrada", "A Loucura sob Novo Prisma", "A Doutrina Espírita como Filosofia Teogônica", "Casamento e Mortalha", "Pérola Negra", "Lázaro - o Leproso", "História de um Sonho", "Evangelho do Futuro". Escreveu ainda várias biografias de homens célebres, como o Visconde do Uruguai, o Visconde de Carvalas, etc. Foi um dos redatores de "A Reforma", órgão liberal da Corte, e redator do jornal "Sentinela da Liberdade".

 

Bezerra de Menezes tinha a função de médico no mais elevado conceito, por isso, dizia ele: "Um médico não tem o direito de terminar uma refeição, nem de perguntar se é longe ou perto, quando um aflito qualquer lhe bate à porta. O que não acode por estar com visitas, por ter trabalhado muito e achar-se fatigado, ou por ser alta hora da noite, mau o caminho ou o tempo, ficar longe ou no morro, o que sobretudo pede um carro a quem não tem com que pagar a receita, ou diz a quem lhe chora à porta que procure outro - esse não é médico, é negociante de medicina, que trabalha para recolher capital e juros dos gastos de formatura. Esse é um desgraçado, que manda para outro o anjo da caridade que lhe veio fazer uma visita e lhe trazia a única espórtula que podia saciar a sede de riqueza do seu Espírito, a única que jamais se perderá nos vaivéns da vida."

 

-- o0o --

 

Em 1883, reinava um ambiente francamente dispersivo no seio do Espiritismo brasileiro e os que dirigiam os núcleos espíritas do Rio de Janeiro sentiam a necessidade de uma união mais bem estruturada e que, por isso mesmo, se tornasse mais indestrutível.

 

Os Centros, onde se ministrava a Doutrina, trabalhavam de forma autônoma. Cada um deles exercia a sua atividade em um determinado setor, sem conhecimento das atividades dos demais. Esse sentimento levou-os à fundação da Federação Espírita Brasileira.

 

Nessa época já existiam muitas sociedades espíritas, porém, as únicas que mantinham a hegemonia de mando eram quatro: a "Acadêmica", a "Fraternidade", a "União Espírita do Brasil" e a "Federação Espírita Brasileira", entretanto, logo surgiram entre elas vivas discórdias.

 

Sob os auspícios de Bezerra de Menezes, e acatando prescrições das importantes "Instruções" recebidas do plano espiritual pelo médium Frederico Júnior, foi fundado o famoso "Centro Espírita", o que, entretanto, não impediu que Bezerra desse a sua colaboração a todas as outras instituições. O entusiasmo dos espíritas logo se arrefeceu, e o velho seareiro se viu desamparado dos seus companheiros, chegando a ser o único freqüentador do Centro. A cisão era profunda entre os chamados "místicos" e "científicos", ou seja, espíritas que aceitavam o Espiritismo em seu aspecto religioso, e os que o aceitavam simplesmente pelo lado científico e filosófico.

 

Em 1893, a convulsão provocada no Brasil pela Revolta da Armada, ocasionou o fechamento de todas as sociedades espíritas ou não. No Natal do mesmo ano Bezerra encerrou a série de "Estudos Filosóficos" que vinha publicando no "O Paiz".

 

Em 1894, o ambiente mostrou tendências para melhora e o nome de Bezerra de Menezes foi lembrado como o único capaz de unificar o movimento espírita. O infatigável batalhador, com 63 anos de idade, assumiu a presidência da Federação Espírita Brasileira, cargo que ocupou até a sua desencarnação.

 

Iniciava- se o ano de 1900, e Bezerra de Menezes foi acometido de violento ataque de congestão cerebral, que o prostrou no leito, de onde não mais se levantaria.

 

Verdadeira romaria de visitantes acorria à sua casa. Ora o rico, ora o pobre, ora o opulento, ora o que nada possuía.

 

Ninguém desconhecia a luta tremenda em que se debatia a família do grande apóstolo do Espiritismo. Todos conheciam suas dificuldades financeiras, mas ninguém teria a coragem de oferecer fosse o que fosse, de forma direta. Por isso, os visitantes depositavam suas espórtulas, delicadamente, debaixo do seu travesseiro. No dia seguinte, a pessoa que lhe foi mudar as fronhas, surpreendeu- se por ver ali desde o tostão do pobre até a nota de duzentos mil reis do abastado!...

 

-- o0o --

 

Ocorrida a sua desencarnação, verdadeira peregrinação demandou sua residência a fim de prestar-lhe a última visita.

 

No dia 17 de abril, promovido por Leopoldo Cirne, reuniram- se alguns amigos de Bezerra, a fim de chegarem a um acordo sobre a melhor maneira de amparar a sua família, tendo então sido formada uma comissão que funcionou sob a presidência de Quintino Bocaiúva, senador da República, para se promover espetáculos e concertos, em benefício da família daquele que mereceu o cognome de "Kardec Brasileiro".

 

-- o0o --

 

Digno de registro foi um caso sucedido com o Dr. Bezerra de Menezes, quando ainda era estudante de Medicina. Ele estava em sérias dificuldades financeiras, precisando da quantia de cinqüenta mil réis (antiga moeda brasileira), para pagamento das taxas da Faculdade e para outros gastos indispensáveis em sua habitação, pois o senhorio, sem qualquer contemplação, ameaçava despejá-lo.

 

Desesperado - uma das raras vezes em que Bezerra se desesperou na vida - e como não fosse incrédulo, ergueu os olhos ao Alto e apelou a Deus.

 

Poucos dias após bateram- lhe à porta. Era um moço simpático e de atitudes polidas que pretendia tratar algumas aulas de Matemática.

 

Bezerra recusou, a princípio, alegando ser essa matéria a que mais detestava, entretanto, o visitante insistiu e por fim, lembrando- se de sua situação desesperadora, resolveu aceitar.

 

O moço pretextou então que poderia esbanjar a mesada recebida do pai, pediu licença para efetuar o pagamento de todas as aulas adiantadamente. Após alguma relutância, convencido, acedeu. O moço entregou-lhe então a quantia de cinqüenta mil réis. Combinado o dia e a hora para o início das aulas, o visitante despediu-se, deixando Bezerra muito feliz, pois conseguiu assim pagar o aluguel e as taxas da Faculdade. Procurou livros na biblioteca pública para se preparar na matéria, mas o rapaz nunca mais apareceu.

 

No ano de 1894, em face das dissensões reinantes no seio do Espiritismo brasileiro, alguns confrades, tendo à frente o Dr. Bittencourt Sampaio, resolveram convidar Bezerra a fim de assumir a presidência da Federação Espírita Brasileira.

 

Em vista da relutância dele em assumir aquele espinhoso encargo, travou-se a seguinte conversação:

 

- Querem que eu volte para a Federação. Como vocês sabem aquela velha sociedade está sem presidente e desorientada. Em vez de trabalhos metódicos sobre Espiritismo ou sobre o Evangelho, vive a discutir teses bizantinas e a alimentar o espírito de hegemonia.

 

- O trabalhador da vinha, disse Bittencourt Sampaio, é sempre amparado. A Federação pode estar errada na sua propaganda doutrinária, mas possui a Assistência aos Necessitados, que basta por si só para atrair sobre ela as simpatias dos servos do Senhor.

 

- De acordo. Mas a Assistência aos Necessitados está adotando exclusivamente a Homeopatia no tratamento dos enfermos, terapêutica que eu adoto em meu tratamento pessoal, no de minha família e recomendo aos meus amigos, sem ser, entretanto, médico homeopata. Isto aliás me tem criado sérias dificuldades, tornando-me um médico inútil e deslocado que não crê na medicina oficial e aconselha a dos Espíritos, não tendo assim o direito de exercer a profissão.

 

- E por que não te tornas médico homeopata? disse Bittencourt.

 

- Não entendo patavinas de Homeopatia. Uso a dos Espíritos e não a dos médicos.

 

Nessa altura, o médium Frederico Júnior, incorporando o Espírito de S. Agostinho, deu um aparte:

 

- Tanto melhor. Ajudar-te-emos com maior facilidade no tratamento dos nossos irmãos.

 

- Como, bondoso Espírito? Tu me sugeres viver do Espiritismo?

 

- Não, por certo! Viverás de tua profissão, dando ao teu cliente o fruto do teu saber humano, para isso estudando Homeopatia como te aconselhou nosso companheiro Bittencourt. Nós te ajudaremos de outro modo: Trazendo-te, quando precisares, novos discípulos de Matemática...

 

Grandes Vultos do Espiritismo

 

(Texto copiado do site da Federação Espírita do Paraná)

 

 

 

 

 

Focalizando o Trabalhador Espírita (120)

Álvaro Velez Pareja

 

Álvaro Vélez Pareja

 

 

Entrevista para Ismael Gobbo ao

Notícias do Movimento Espírita

 

 

 

Nesta entrevista o nosso companheiro de ideal espírita da Colombia, Álvaro Velez Pareja, além de nos falar de sua trajetória de vida faz uma breve sintese do desenvolvimento do movimento espírita naquele país.  Coincidentemente nesta data está se iniciando a programação comemorativa dos 38 anos de existência da SEC- Sociedad Espíritista de Cartagena  fundada aos 7 de janeiro de 1974. Muito oportuna esta participação de Álvaro Vélez nos mostrando a solidez das bases sobre as quais está sendo trabalhada a difusão do Espiritismo naquele país.  Um exemplo para todos nós.

 

 

Alvaro pode nos fazer sua autoapresentaçao?

 

Reciban un fraternal saludo, a la vez que mi agradecimiento por su interés.

Nací en la ciudad de Bogotá, capital de Colombia el 2 de junio de 1948; a los pocos meses de edad regresamos a la ciudad de Cartagena de donde es toda mi familia y desde entonces siempre he residido en esta ciudad histórica, de clima cálido, costera, puerto sobre el mar Caribe y muy turística. Mis padres fueron Arturo Vélez y Rosario Pareja, ya desencarnados; mi esposa Juany Nova, profesora jubilada, también es espírita. Tenemos una hija de 13 años y se llama Adriana, estudia en un colegio bilingüe de esta ciudad y asiste al grupo pre-juvenil del Centro de Estudios Espíritas Juana de Ángelis. Tengo una hermana que se llama Norma Vélez Pareja, mas ella no es espírita sino católica, aunque conversamos mucho sobre la Doctrina Espírita y la comprende bien.

 

Recebam uma saudação fraternal, ao mesmo tempo que agradeço pelo interesse.

Nasci na cidade de Bogotá, capital da Colômbia, aos 2 de junho de 1948 e com meus poucos meses de idade  regressamos para a cidade de Cartagena, de onde é toda minha familia e desde então sempre residi nesta cidade histórica, de clima quente, costeira com porto situado no Mar do  Caribe e muito turística. Meus pais foram Arturo Vélez e Rosario Pareja, já desencarnados. Minha espósa Juany Nova,  professora aposentada também é espírita. Temo suma filha de 13 anos que se chama Adriana, estuda em um colégio bilingue nesta cidade e participa do grupo pré mocidade do Centro de Estudos Espíritas Joanna de Ângelis. Tenho uma irmã que se chama Norma Vélez Pareja, que não é espírita, mas católica, embora conversemos muito sobre a Doutrina Espírita que ela compreende bem.

 

 

Qual a sua formação acadêmica e profissional?

 

Soy graduado de Bachiller en el Colegio de la Esperanza de la ciudad de Cartagena; mi profesión es la de Técnico de Rayos X, que he desempeñado durante 26 años y ahora ya me encuentro en proceso de jubilación. Igualmente he realizado estudios de Licenciatura en Filosofía en la Universidad Santo Tomás de Aquino, aunque aún no he obtenido el título correspondiente. Por tratarse de una universidad católica, he tenido dificultades para la aprobación de la Monografía de Grado titulada “Indicios Científicos de la Existencia de los Espíritus”. Esperamos superar esas dificultades más adelante.

 

Sou graduado pelo “Colégio de la Esperanza” da cidade de Cartagena; minha profissão é de Técnico em Raios X, a qual tenho desempenhado durantes 26 anos e agora já estou em processo de aposentadoria. Também tenho realizado estudos de Licenciatura em Filosofia na Universidade Santo Tomás de Aquino, embora ainda não tenha obtido a titulação correspondente. Por tratar-se de uma universidade católica, tenho encontrado dificuldades para aprovação da monografia de graduação intitulada “Indícios Científicos de la Existência de los Espíritos”. Esperamos superar essas dificuldade futuramente.

 

 

Como você conheceu o Espiritismo e desde quando o freqüenta?

 

Conocí la Doctrina Espírita a partir del año 1969, a la edad de 21 años, cuando aún estudiaba en el colegio. Eso obedeció a un período inicial de curiosidad en los fenómenos mediúmnicos, metapsíquicos y parapsicológicos que me llevaron a frecuentar un pequeño grupo espírita en donde pude observar por primera vez el fenómeno de la psicografía semi-mecánica y saber, a partir de allí, que todo eso estaba estudiado y explicado dentro de la Doctrina Espírita revelada por los espíritus superiores y codificada por Allan Kardec, hasta entonces desconocido por mi y mis compañeros de colegio. Aquel pequeño grupo espírita de disgregó, pero ya los jóvenes habíamos organizado un grupo juvenil espírita que se mantuvo funcionando, hasta que en compañía de varias maestras y otros adultos, fundamos en 1974, la llamada Sociedad Espiritista de Cartagena, a la cual estoy vinculado e ocupando diversos cargos de direçao, especialmente o de vice-presidente doutrinário, durante vários anos.

 

Conheci a Doutrina Espírita a partir de 1969, com a idade de 21 anos, quando ainda estudava no colégio. Isto atendeu a um periodo inicial de curiosidade sobre os fenómenos mediúnicos, metapsiquicos e parapsicológicos que me levaram a frecuentar um pequeño grupo espírita onde pude observar pela primeira vez o fenômeno da psicografia semi-mecânica e saber, a partir dai, que tudo isso estava estudado  e explicado pela Doutrina Espírita revelada pelos espíritos superiores e codificada por Allan Kardec, até então deconhecido por mim e meus colegas de colégio. Aquele pequeño grupo espirita se desagregou, porém nós jovens já haviamos organizado um grupo juvenil espírita que se mantuve funcionando, até que na companhia de varios profesores e outros adultos, fundamos em 1974, a chamada SEC - “Sociedad Espiritista de Cartagena”, à qual estou vinculado e ocupando diversos cargos de direçao especialmente o de Vice-presidente Doutrinário, durante vários anos.

 

 

Poderia nos descrever sua trajetória pelo Movimento Espírita durante esses

Anos?

 

Mi participación dentro del movimiento espírita colombiano se inició cuando realicé mi primera conferencia pública, el 31 de marzo de 1972, en el “IV Seminario Espírita Nacional de Evaluación” realizado en la ciudad de Bogotá, organizado por el Consejo Espírita de Relaciones Colombiano -CERCOL- que en esa época era la entidad coordinadora del movimiento espírita en nuestro país. A partir de entonces he participado en numerosos eventos espíritas a nivel local, regional y nacional, ya sea como organizador, dirigente, expositor o conferencista. En el año de 1988 participé en la organización y fundación de la Federación Espírita de la Costa Atlántica –FEDCA- de la cual fui presidente en dos períodos. Igualmente fui presidente de la Confederación Espírita Colombiana –CONFECOL durante 4 anos, en dos períodos de 2 años en 1998. He sido conferencista y panelista en casi todos los congresos espíritas nacionales de Colombia, preferentemente sobre temas científicos, filosóficos, éticos y sociales, así como en asambleas, seminarios, encuentros y jornadas espíritas que se han realizado en las distintas federaciones espíritas regionales que hacen parte de la Confederación Espírita Colombiana.

En el campo de la divulgación, he tenido la oportunidad de publicar varios escritos espíritas en periódicos no espíritas de la ciudad de Cartagena, y también se han publicado escritos de mi autoría en varios medios espíritas del país y del exterior, como el Anuario Espírita en español, la Revista Espírita del CEI en español, la Revista Espírita de la Federación Espírita Española  -FEE-, y otros. He participado igualmente en diversas entrevistas en la Tv colombiana, especialmente sobre la explicación espírita a los fenómenos de apariciones, obsesión y efectos físicos. También he participado en diversos programas de la radio local, especialmente en el programa espírita “La Hora de la Esperanza”, del cual era director doctrinario; este programa estuvo en el aire por más de un año.

Por la Internet actualmente participo en tres programaciones: en el “Centro de Estudios Espíritas Sin Fronteras” que dirige Carlos Campetti y que se transmite todos los domingos en la web de la Federación Espírita Española; también en el programa semanal “Bezerra On Line” de la ciudad de Miami, vía Skype; y en la edición de noticias semanales a través de “Radio Colombia Espírita”, igualmente por internet. Así mismo estoy editando y divulgando por email, un boletín informativo mensual, muy sintético,  titulado “Informador Espírita” elaborado en presentación power point; vamos por la edición No.6 que saldrá próximamente.

 

Minha participação no movimento espírita colombiano se iniciou quando realizei minha primeira conferência espírita, aos 31 de março de 1972, no IV Seminário Espírita Nacional de Evaluación” realizado na cidade de Bogotá e organizado pelo “Consejo Espírita de Relaciones Colombiano – CERCOL”  que à época era a entidade coordenadota do movimento espírita em nosso país. A partir dai tenho participado de numerosos eventos espíritas  a nivel local, regional e nacional, seja como organizador, dirigente, expositor e conferencista. No ano de 1988 participei da organição e fundaçao da “Federacion Espirita de la Costa Atlántica- FEDCA” da qual fui presidente em dois períodos. Também fui presidente da “Confederación Espirita Colombiana- CONFECOL” por 4 anos em dois períodos de 2 anos em 1998. Tenho sido conferencista e painelista em quase todos os congresos espíritas nacionais na Colômbia, preferentemente sobre temas cientificos, filosóficos, éticos e sociais, assim como em assembléias, seminários, encontros e jornadas espíritas que tem sido realizadas pelas federações espíritas regionais que fazem parte da “Confederación Espirita Colombiana”.

No campo da divulgação, tenho tido a oportunidade de publicar vários textos espiritas em jornais não espiritas da cidade de Cartagena, e tambem hão sido publicados textos de minha autoria em varios vehículos espiritas do pais e do exterior, como o Anuário Espírita em espanhol, a Revista Espírita do CEI em espanhol, a Revista Espírita da Federação Espírita Espanhola- FEE, e outros. Tenho participado igualmente de diversas entrevistas na TV Colombiana, especialmente sobre a explicação espírita dos fenómenos de apariçoes, obsessão e efeitos fisicos. Tambem participei de diversos programas da rádio local, especialmente do programa espirita “La Hora de la Esperanza”, do qual era o diretor doutrinário; este programa esteve no ar por mais de um ano.  Pela Internet atualmente participo de tres programações: no “Centro de Estudios Espíritas Sin Fronteras” dirigido por Carlos Campetti e que é transmitido todos os domingos na Web da Federacion Espirita Española; tambem  no programa semanal “Bezerra on line” da cidade de Miami, via Skype; e na ediçao de noticias semanais através da “Radio Colombia Espirita”, tambem pela Internet. Assim mesmo estou editando e divulgando por email, um boletim informativo mensal, muito sintético, denominado “Informador Espirita” elaborado em apresentaçao por power point, já na edicão de no. 6 que sairá próximamente.

 

 

Fale-nos mais sobre sua participação junto ao CEI-Conselho Espírita Internacional.

 

Mi participación en el Consejo Espírita Internacional empezó cuando era presidente de la Confederación Espírita Colombiana; fui elegido como miembro de la Comisión Ejecutiva del CEI en el año de 2002, cuando me correspondió presidir la 8ª. Reunión Ordinaria del Consejo, realizada en la ciudad de Brasilia en el mes de Febrero/02.  Fui miembro de esta Comisión, en representación de Colombia, por un período de dos años y por esta razón fui representante del CEI en algunos eventos espíritas realizados en otros países, como en Ecuador en los años 2002, 2006 y 2008, y en Perú en el mes de marzo de 2004. En estos viajes realicé conferencias públicas en los eventos espíritas correspondientes.

Desde la primera edición de la Revista Espírita del CEI en español, en el año 2003, fui revisor de las ediciones, colaborador con algunos escritos en algunas ediciones y desde allí he sido miembro de la Comisión Editorial de la Edición en Español.

Fui miembro de la Comisión Organizadora del 5º. Congreso Espírita Mundial del CEI, realizado en Cartagena, Colombia, en el mes de octubre de 2007, como Vicepresidente Doctrinario, congreso en el cual realicé una de las exposiciones doctrinarias.

 

Minha participaçao no Conselho Espírita Internacional se iniciou quando era presidente da Confederacion Espirita Colombiana: fui eleito como membro da Comissão Executiva do CEI no ano de 2002, quando me combe presidir a 8ª. Reunião ordinária do Conselho, realizada na cidade de Brasilia, Brasil, no mês de Fevereiro de 2002. Fui membro desta Comissão com representante da Colombia por um periodo de dois anos e por esta razão fui representante do CEI em alguns eventos espiritas realizados em outros paises, como no Equador nos anos de 2002, 2006 e 2008, e no Peru no mes de março de 2004. Nestas viagens realizei conferencias publicas nos eventos espiritas correspondentes.

Desde a primeira ediçao da Revista Espírita do CEI em espanhol, no ano de 2003, fui revisor das edicões, colaborador com alguns textos em algunas ediçoes e desde entao tenho sido membro da Comissão Editorial da ediçao em espanhol.

Fui membro da Comissão organizaodora do 5º. Congresso Espírita Munidial do CEI, realizado em Cartagena, Colombia, no mês de outubro de 2007, como vice-presidente doutrinário, congresso no qual realizei uma das exposições doutrinárias.

 

 

 

 

Alvaro, é possível você nos fazer uma retrospectiva histórica do Espiritismo na

Colômbia?

 

Hablando en términos muy resumidos, hay varios antecedentes históricos, muy aislados, del movimiento espírita en Colombia; tenemos noticias de que hacia el año de 1894 el escritor, político y presidente de Colombia, el Dr. Rafael Nuñez (1825 – 1894) se había interesado en la lectura de obras espíritas y que llegó a escribir algunos artículos de prensa referentes al Espiritismo. Igualmente el Dr. Luis Zea Uribe (1872 – 1934), llamado el pionero del Espiritismo en Colombia, conoció y estudió las obras de Allan Kardec y en 1922 viajó a Francia a editar y publicar su libro espírita “Mirando al Misterio”, ocasión en la que conoció  personalmente al Dr. Gustavo Geley.

En términos muy generales se tienen referencias de que el movimiento espírita en Colombia se remonta a unos 50 años de trayectoria aproximadamente. Ya como movimiento propiamente dicho se tienen noticias desde el año de 1964, cuando llego a nuestro país el primer conferencista espírita representante de la Confederación Espírita Panamericana  CEPA, el Dr. Pedro A. Barboza de la Torre quien fue traído al país por mediación del “Círculo Fuerzas Amigas” de la ciudad de Bogotá para dictar una conferencia en la Universidad Nacional.  Hacia el año de 1966 vino por primera vez a Colombia el orador y médium espírita brasileño Divaldo P. Franco, realizando una primera gira por varias ciudades del país. En 1970 se realizó el “I Seminario Espírita Nacional” en la ciudad de Girardot  y en el mes de abril de 1971, en la ciudad de Neiva se fundo el “Consejo Espírita de Relaciones Colombiano” –CERCOL-, bajo el auspicio de la Confederación Espírita Panamericana, siendo así la primera entidad coordinadora y rectora del movimiento espírita organizado en nuestro país. En el año de 1977, en la ciudad de Cartagena se fundó la “Unión Espírita Colombiana” –UNESCOL-, organización que posteriormente fue reemplazada desde 1989, por la “Confederación Espírita Colombiana” –CONFECOL-  conformada actualmente por 9 federaciones espíritas regionales, entidad que actualmente se encuentra en una destacado proceso de unión y unificación del movimiento espírita colombiano que hoy registra un gran nivel de desarrollo.

 

 

Falando em termos muito resumidos, há  vários antecedentes históricos, muito isolados, do movimento espírita na Colômbia. Temos noticias de que transcorria o ano de 1894 quando o escritor, político e presidente da Colômbia, o Dr. Rafael Nuñez (1825 – 1894) teria se interessado pela leitura de obras espíritas e que chegou a escrever alguns artigos na imprensa relativos ao Espiritismo. Também o Dr. Luis Zea Uribe (1872- 1934), dito o pioneiro do Espiritismo na Colômbia, conheceu e estudou as obras de Allan Kardec e em 1922 viajou à França para editar e publicar seu livro espirita “Mirando o Mistério”, oportunidade em que conheceu pessoalmente o Dr. Gustavo Geley.

Em termos muito gerais se tem referencias de que o movimento espirita na Colômbia tem uma trajetória de  aproximadamente 50 anos. Já como movimento espírita propriamente dito se tem noticias desde o ano de 1964 quando chegou a nosso pais o primeiro conferencista espírita representante da Confederação Espírita Panamericana –CEPA, o Dr. Pedro A. Barboza de La Torre que fui trazido ao pais por intermédio do “Circulo Fuerzas Amigas” da cidade de Bogotá para proferir uma conferencia na Universidade Nacional. No ano de 1966, veio pela primeira vez á Colômbia o orador e médium espírita brasileiro Divaldo Pereira Franco realizando seu primeiro giro por várias cidades do pais. Em 1970 na cidade de Neiva se fundou o “Consejo Espírita de Relaciones Colombiano”- CERCOL, sob o auspicio de Confederación Espirita Panamericana, constituindo-se assim na primeira entidade coordenadora do movimento espirita organizado em nosso pais. No ano de 1977, na cidade de Cartagena se fundou a “Unión Espirita Colombiana”- UNESCOL, organização que foi sucedida a partir de 1989 pela “Confederación Espirita Colombiana- CONFECOL”, composta atualmente por 9 federações espíritas regionais, entidade que atualmente se encontra em um destacado processo de união e unificação do movimento espirita colombiano, hoje registrando um grande nível de desenvolvimento.

 

 

E da Sociedade Espírita de Cartagena que está completando 38 anos neste mês

de janeiro?

 

Efectivamente, la Sociedad Espiritista de Cartagena está conmemorando su 38º. aniversario de fundación y de actividades ininterrumpidas, este 7 de enero/12. La institución fue fundada el 7 de enero de 1974 por iniciativa de 36 estudiosos y simpatizantes de la Doctrina Espírita, quienes desde años atrás habían pertenecido a otros grupos espíritas que funcionaban en la ciudad, pero sin registro jurídico ni organización institucional; pero estos grupos se disolvieron y se hizo necesaria la creación de otra institución formal y bien organizada, para que sirviera como base para continuar con el estudio y divulgación de la Doctrina Espírita, así como la práctica de la misma. El trabajo de organización inicial fue realizado por Ana Fuentes de Cardona con los miembros del entonces denominado “Ateneo Juvenil de Estudios Espíritas” y un grupo de profesoras y simpatizantes quienes durante un año, en 1973, nos dedicamos al estudio formal de El Libro de los Espíritus y el Evangelio Según el Espiritismo, hasta que se consolidó un grupo base y equipo de trabajo que dio como resultado la constitución formal de nuestra institución. Como todo centro espírita, la SEC tiene su registro legal, junta directiva, asamblea general, estatutos,  reglamento interno y está organizada en Departamentos, además de realizar todas las actividades básicas de estudio, divulgación, asistencia espiritual, asistencia social, educación de la mediumnidad, departamento infanto-juvenil, relaciones públicas, biblioteca y librería. Todas estas secciones y actividades se han venido desarrollando a través de los años, pasando por las experiencias, esfuerzos y dificultades propias de un centro espírita; la SEC está afiliada a la Federación Espírita de Bolívar y a la Confederación Espírita Colombiana  CONFECOL y desde sus inicios ha participado activamente, a través de sus directivos y miembros, en el desarrollo y consolidación del movimiento espírita colombiano. La institución ahora tiene una nueva sede propia que será inaugurada en la conmemoración de su 38º. Aniversario.

 

De fato, a Sociedade Espiritista de Cartagena esta comemorando  seu 38º. Aniversario de fundaçao e de atividades ininterruptas neste 7 de Janeiro de 2012. A instituição foi fundada aos 7 de Janeiro de 1974 por iniciativa de 36 estudiosos e simpatizantes da Doutrina Espírita, que anos atrás haviam pertencido a outros grupos espiritas que funcionavam na cidade, porém sem registro juridico e organizaçao institucional. Esses grupos se dissolveram e se fez necessaria a criaçao de outra instituiçao formal e bem organizada, para que servisse como base para dar continuidade ao estudo e a   divulgaçao da Doutrina Espírita, assim como a sua prática. O trabalho de organizaçao foi realizado por Ana Fuentes de Cardona com os membros do entao denominado “Ateneo Juvenil de Estudios Espiritas” e um grupo de professoras e simpatizantes quando durante o ano de 1973, nos dedicamos ao estudo formal de O Livro dos Espíritos e o Evangelho Segundo o Espiritismo, até que se consolidou um grupo base e equipe de trabalho que deu como resultado a constituição formalizada da nossa instituiçao. Como todo centro espirita, a SEC temu mm registro legal, diretoria, assembléia geral, estatutos, regimento interno e esta organizada em departamentos, além de realizar todas as atividades básicas de estudo, divulgação, assistencia espiritual, assistencia social, educação mediunica, departamento infanto-juvenil, relaçoes públicas, biblioteca e livraria. Todas essas secoes e atividades vem  se desenvolvendo ao longo dos anos, passando pelas experiencias, esforços e dificultades proprios de um centro espirita. A SEC está afiliada à Federación Espírita de Bolivar e à Confederación Espirita Colombiana- CONFECOL e desde seu incio participado ativamente, atrades de seus diretores e membros, no desenvolvimento e consolidaçao do movimento espirita colombiano. A instituição agora tem uma nova sede propria que sera inaugurada por ocasito da comemoração do seu 38º. Aniversário. 

 

 

Alguma programação especial para o aniversário?

 

Para a el aniversario de la SEC se ha elaborado un programa doctrinario en los días 7 y 9 de enero/12, contando con la con la presencia de expositores invitados de algunas ciudades de la región y con Divaldo P. Franco quien hará la conferencia de clausura de nuestro evento, con el tema “Superación de los Conflictos Existenciales”. Los otros expositores desarrollarán capítulos de libro “Jesús en el Hogar” del espíritu Neio Lúcio a través de la psicografía de F. C. Xavier.

 

Para o aniversário da SEC está sendo elaborada uma programação  doutrinária para os dias 7 e 9 de Janeiro de 2012, contando com a presenta de expositores convidados de algunas cidades da região e com Divaldo Pereira Franco que irá proferir a conferencia de encerramento do nosso evento, com o tema “Superacão dos Conflitos Existenciais”. Os outros expositores desenvolverão capitulos do livro “Jesus no Lar” do espírito Neio Lúcio a través da psicografia de Francisco Cândido Xavier.

 

Como esta o movimento colombiano presentemente?

 

Como vimos anteriormente, el movimiento espírita en Colombia tiene una historia de unos 50 años aproximadamente, durante los cuales ha venido en un proceso de crecimiento y desarrollo gradual, pasando por diversas etapas y niveles de organización, hasta conformarse actualmente la Confederación Espírita Colombiana, constituida por 9 federaciones espíritas regionales, que a su vez están conformadas por centros espíritas organizados y legalmente constituidos; a la CONFECOL están afiliadas muchas instituciones espíritas en todo el país, además de que existen otros centros espíritas en formación, que aún no se encuentran afiliados. La Confecol, actualmente presidida por Jorge Berrío Bustillo,  hace parte del Consejo Espírita Internacional CEI y varios trabajadores espíritas de Colombia hemos hecho parte de la Comisión Ejecutiva del CEI.

Durante este año 2011 la Confederación Espírita Colombiana, a través de su Consejo Confederativo y la Asamblea General de Delegados, elaboraron, editaron y publicaron el manual “Orientación a la Actividades de la Instituciones Espíritas” en donde quedaron consignados todas normas, principios y orientaciones doctrinarias y administrativas necesarias para la organización, optimización y buen funcionamiento de las instituciones espíritas en Colombia, basados a su vez en los principios, las enseñanzas y orientaciones contenidos en los libros de la Codificación Espírita y de los autores espirituales más reconocidos dentro de la Doctrina Espírita. Este manual es una valiosa herramienta de orientación y trabajo dentro del proceso de unión y unificación del movimiento espírita colombiano que viene fomentando la CONFECOL.

 

 

Como vimos anteriormente, o movimento espírita na Colombia tem uma história de aproximadamente 50 anos, durantes os quais tem havido um processo de crescimento e desenvolvimento gradual, passando por diversas etapas e niveis de organizaçao, até consolidar-se atualmente a Confederación Espirita Colombiana, constituida por 9 federações espiritas regionais, que por sua vez estao consolidadas por centros Centros Espíritas organizado e legalmente constituidos; à CONFECOL estão filiadas muitas instituiçoes espíritas em todo o pais, além de que existem outros Centros Espíritas em formaçao que ainda não se encontram afiliados. A Confecol atualmente presidida por Jorge Berrio Bustillo, faz parte do Conselho Espírita Internacional- CEI e varios trabalhadores espíritas da Colombia tem feito parte da Comissão Executiva daquele Conselho.

Durante o ano de 2011 a Confederação Espírita Colombiana, a través de seu Conselho Confederativo e a Assembléia Geral dos Delegados, elaboraram, editaram e publicaram o manual “Orientação das Atividades das Instituições Espíritas” ondem ficaram consignadas todas as normas, principios e orientaçoes doutrinárias e administrativas necesarias para a organização, otimização e bom funcionamento das instituições espíritas na Colombia, baseados por sua vez nos principios, ensinamentos e orientaçoes contados nos livros da Codificação Espírita e de outros autores espirituais mais consagrados dentro da Doutrina Espírita. Este manual é uma valiosa ferramente de orientação e trabalho dentro do processo de união e unificação do movimento espirita colombiano que é impulsionado  pela CONFECOL.

 

 

Vocês promovem encontros entre as casas espíritas?

 

En el movimiento espírita colombiano desde sus inicios siempre se han promovido encuentros fraternales y doctrinarios entre los centros espíritas, buscando el intercambio de conocimientos, experiencias e información útiles para todos. Esto se ha venido logrando a través de encuentros, seminarios, talleres, asambleas y congresos, tanto a nivel nacional como a nivel federativo, que se realizan periódicamente en distintas ciudades del país, con buena participación de dirigentes y trabajadores, fortaleciéndose además los lazos fraternales entre todos.

 

No movimento espírita colombiano desde seu inicio sempre se promoveu encontros fraternos e doutrinários entre os centros espíritos, buscando-se o intercambio de conhecimentos, experiências e informações úteis para todos. Isto se vem conseguindo através de encontros, seminários, workshops, assembléias e congressos, tanto a nível nacional como a nível federativo, que se realizam periodicamente nas diversas cidades do pais, com boa participação de dirigentes e trabalhadores, fortalecendo-se destarte os laços fraternais entre todos.  

 

 

Quais as principais programações em andamento?

 

En este momento se sigue organizando el “XIV Congreso Espírita Colombiano” que se va a realizar en la ciudad de Ibagué, en los días 19, 20, 21 y 22 de julio de 2012, cuyo tema central será “Educación Espiritual, camino a la Felicidad”; este evento está siendo organizado por la Confederación Espírita Colombiana y coordinado localmente por la Federación Espírita del Tolima.

 

Neste momento se prossegue organizando o “XIV Congreso Espirita Colombiano” que se vai realizar na cidade de Ibagué, nos dias 19, 20, 21 e 22 de julio de 2012, cjo tema central será “Educación Espiritual, camino a la Felicidad”, evento este que está sendo organizado pela Confederación Espirita Colombiana e coordenado a nivel local pela Federación Espirita del Tolima.

 

 

Algo mais que queira acrescentar?

 

Deseo agregar, para finalizar, creo que uno de los aspectos fundamentales del crecimiento y desarrollo del movimiento espírita es la divulgación doctrinaria, cada vez a mayor escala, aprovechándose para ello de todos los medios y recursos lícitos  y disponibles para la difusión de los principios y enseñanzas espíritas. Las instituciones espíritas y los divulgadores contamos hoy con un valioso recurso, moderno y muy dinámico, como es el internet y los medios de comunicación digitales. Sin embargo, es necesario destacar la necesidad de hacer de estos medios el mayor y mejor aprovechamiento posibles, utilizando todas las modalidades de difusión de la Doctrina Espírita de manera fiel, racional, equilibrada y respetuosa, teniéndose en cuenta la observación del mentor espiritual André Luiz cuando expresó: “El patrimonio valioso de los postulados espíritas está empeñado en nuestras manos”.

Desejo dizer, para finalizar que, acho que um dos aspectos fundamentais do crescimento e desenvolvimento do movimento espírita é a divulgaçao doutrinária, cada vez em maior escala, aproveitando-se para tanto de todos os meios e recusos licitos e disponiveis para a difusão dos principios e ensinamentos espíritas. As instituições espíritas e os divulgadores contamos hoje com um valioso recurso, moderno e muito dinâmico, como é a Internet e os meios de comunicação digitais.  Contudo é necesario destacar a necessidade de fazer destes meios o maior e melhor aproveitamento possivel, utilizando todas as modalidades de difusão da Doutrina Espírita de maneira fiel, racional, equilibrada e respeitosa, levando-se em conta a observaçao de André Luiz: “O patrimonio valioso dos postulados espíritas esta depositado em nossas  maõs”.

 

Suas despedidas dos nossos leitores

.

Bueno, para finalizar deseo decirles que estoy muy agradecido por haberme tenido en cuenta para transmitirles estas informaciones, naturalmente incompletas, esperando sirvan a los lectores para tener una mejor visión del trabajo que se ha venido realizando en Colombia, en el cual han contribuido muchos dirigentes y trabajadores a lo largo de estos años. Muchas gracias por su amabilidad y muchas felicidades para todos.

 

Bem, para finalizar desejo dizer-lhes que estou muito agradecido por ter-me propiciado transmitir-lhes estas informaçoes, naturalmente incompletas, esperando que sirvam aos lectores para terem uma melhor visão do trabalho que se vem realizando na Colombia, no qual hão contribuido muitos dirigentes e trabalhadores ao longo destes anos. Muito obrigado por sua amabilidade e muitas felicidades para todos.

 

 

SEC 38 años.jpg

Cartaz da comemoração do 38º. Aniversário da SEC

 

DSC_0685 copia.jpg

Visita de Divaldo Pereira Franco

Divaldo Pereira Franco com a atual Presidente da SEC

dona Alexis Bohorquez

OBS: AS FOTOS Desta entrevista só PODERÃO SER UTILIZADAS EM OUTRAS PUBLICAÇÕES MEDIANTE AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DO entrevistadO.

 

 

 

 

 

 

 

 Nota: Todas as notícias deste e de emails anteriores estão postadas no blog: http://ismaelgobbo.blogspot.com

 

 

 

 

 

Em absoluto respeito à sua privacidade, caso não mais queira receber este boletim de notícias do movimento espírita, envie-nos um email solicitando a exclusão do seu endereço eletrônico de nossa lista. Nosso endereço: igobi@uol.com.br

 

 

 

 

 

Editoração e envio:

Ismael Gobbo, Araçatuba, SP

Gislaine Pascoal Yokomizo e Leonardo Yokomizo, Jacareí, SP