Notícias do Movimento Espírita

Araçatuba, SP, terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Compiladas por Ismael Gobbo

Agradecemos àqueles que gentilmente repassam este email

em suas listas de contatos

 

 

 

 

 

Nota 1

Recomendamos confirmar junto aos organizadores os eventos aqui divulgados. Podem ocorrer cancelamentos ou mudanças que nem sempre chegam ao nosso conhecimento.

 

 

 

 

 

Nota 2

 

Este email é uma forma alternativa de divulgação de noticias, eventos, entrevistas e artigos espíritas. Recebemos as informações de fontes  diversas e fazemos o repasse aos destinatários de nossa lista de contatos. Trabalhamos com a expectativa de que as informações que nos chegam sejam absolutamente espíritas na forma como preconiza o codificador do Espiritismo, Allan Kardec.  Pedimos aos nossos diletos colaboradores que façam uma análise criteriosa e só nos remetam para divulgação matérias genuinamente espíritas. (Ismael Gobbo)

   

 

 

 

 

 

Atenção

 

Se você tiver dificuldades em abrir o arquivo, recebê-lo incompleto ou cortado e fotos que não abrem, clique aqui: http://www.noticiasespiritas.com.br/2012/FEVEREIRO/14-02-2012.htm

 

 

 

 

 

 

Obsessão e Loucura

 

Astolfo Olegário de Oliveira Filho

(Londrina, PR)

 

1. Obsessão não é loucura, mas pode produzi-la, se a ação malfazeja de um Espírito sobre outro for persistente e não tratada a seu devido tempo. Nesse caso, é preciso compreender que a ação persistente pode produzir lesões físicas, muitas vezes irreversíveis.                

 

2. No livro "Grilhões Partidos", de Manoel P. de Miranda, vemos diversos exemplos de doenças mentais, como epilepsia e esquizofrenia, que nada têm a ver com a obsessão. E o mesmo livro mostra que o caso Ester, que era tipicamente subjugação obsessional, fora tratado como esquizofrenia. O autor mostra-nos, no entanto, que nas obsessões e nas doenças mentais a lei de causa e efeito está sempre presente.                

 

3. A perturbação mental se manifesta de duas maneiras diferentes: com e sem lesão cerebral. Bezerra de Menezes, no livro "A Loucura sob Novo Prisma", sugere, para casos distintos, tratamentos distintos. Se o problema não é orgânico-cerebral, é preciso levar em conta as causas extrafísicas atuantes.                

 

4. Allan Kardec, n' "O Livro dos Médiuns", sustenta que entre os tidos por loucos muitos há que são apenas subjugados. A recíproca é também verdadeira. A experiência do Dr. Ignácio Ferreira aponta nesse sentido. Por isso deve haver muito cuidado com os diagnósticos apressados, como José Raul Teixeira alerta no livro "Diretrizes de Segurança", pergunta 96.                

 

5. Na obsessão, o que determina a perturbação é a interposição de fluidos do obsessor entre o agente (alma) e o instrumento de sua ação mental (cérebro). Tanto na loucura propriamente dita, como no processo obsessivo, o que existe é uma irregularidade na transmissão ou manifestação do pensamento.                

 

6. Se há uma incapacidade material do cérebro para receber e transmitir fielmente as cogitações do Espírito encarnado, temos a loucura. Se há interrupção do fluxo dessas cogitações, que não chegam integralmente ao cérebro, eis a obsessão. Mas os especialistas, como o Dr. Célio Trujilo Costa, psiquiatra espírita do Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro, dizem ser muito difícil afirmar quando se trata de loucura ou de obsessão, pois há componentes de uma e outra em ambos os casos.                

 

7. Os evangelistas Marcos, Lucas e Mateus narram inúmeros casos de possessão que impunham ao enfermo uma incapacidade física qualquer, como cegueira, crises epilépticas, mudez, que cessavam quando o paciente era libertado.  Profilaxia e Tratamento da Obsessão

 

8. O tratamento da obsessão exige, como condição indispensável, a transformação moral do paciente. E' fundamental a elevação de seu padrão vibratório, através de bons pensamentos, bons sentimentos e bons atos, para que ele, elevando esse padrão, deixe de sintonizar na mesma faixa vibratória do obsessor e fique, assim, fora do alcance da entidade desencarnada.                

 

9. A prática do bem e a confiança em Deus aparecem, assim, como fatores essenciais na desobsessão.                

 

10. Podemos sintetizar em sete itens os recursos necessários ao bom êxito no tratamento das obsessões:                

 

a) conscientização do problema por parte do obsidiado e de seus familiares, lembrando-lhes que a paciência é fator essencial no tratamento e que as imperfeições morais do obsidiado constituem o maior obstáculo à sua cura;                

 

b) fluidoterapia (passes magnéticos, radiações e água magnetizada);                

 

c) prece e vigilância permanente;                

 

d) laborterapia;                

 

e) renovação das idéias através da boa leitura, de palestras e da conversação elevada;                

 

f) culto evangélico no lar;                

 

g) esclarecimento do Espírito obsessor, em grupos mediúnicos especializados, em cujas reuniões a presença do enfermo não é necessária.  

 

Roteiro  de  Estudo  

 

1. A obsessão pode transformar-se em loucura?

R.: itens 1 e 2 

 

2. A perturbação mental é sempre resultado de lesão cerebral?

R.: itens 3 e 4 

 

3. Qual a diferença essencial entre loucura e obsessão?

R.: itens 5 e 6 

 

4. V. conhece exemplos de lesões físicas causadas por obsessão?

R.: item 7 

 

5. Qual a condição essencial ao tratamento e cura da obsessão?

R.: itens 8 e 9 

 

6. Por que a conscientização do obsidiado acerca de seu caso é importante no tratamento da obsessão?

R.: item 10, letras "a" a "g" 

 

7. A prece é importante na terapia desobsessiva?

R.: item 10, c 

 

8. Na reunião mediúnica de desobsessão, é conveniente que o obsidiado esteja presente?

R.: item 10, g  

 

Publicado no O Consolador
Revista Semanal de Divulgação Espírita

 

(Texto do site http://www.ceoe.org.br/portal2009/index.php/artigos-espiritas/366-obsessai-e-loucura.html recebido em email de Adhemar Módena, Penápolis, SP)

 

 

 

 

 

 

Divaldo Pereira Franco nos Estados Unidos

Bethel, Connecticut, EUA

 

Divaldo Pereira Franco - Dia 07 de Março - "O
      Messias"

--

Allan Kardec Spiritist Center / Centro Espírita A Caminho Da Luz

145D Grassy Plain Street

Bethel, CT 06801

www.akscdanbury.org

acaminhodaluz@akscdanbury.org

 

 

Established on July 1996, the Allan Kardec Spiritist Center / Centro Espírita A Caminho da Luz is a non-profit organization, whose goals are to study, practice and disseminate Spiritism in these three aspects: Scientific, Philosophic and Moral, as codified by Allan Kardec.

Spiritism is a philosophy with scientific characteristics, because it is based on the observation of spiritual facts, carrying moral consequences to those who use it as his or her guide for living. It is comprised of five basic postulates: The existence of God; The immortality of the soul; The reincarnation of the spirit; The communicability of the spirits; The plurality of the inhabited worlds.

 

Criado em Julho de 1996, o Allan Kardec Spiritist Center / Centro Espírita A Caminho da Luz é uma organização sem fins lucrativos, cujos objetivos são o estudo, a prática e divulgação do Espiritismo em seu triplo aspecto: científico, filosófico e moral, como codificada por Allan Kardec.
O Espiritismo é uma doutrina filosófica com base científica, porque se caracteriza na observação dos fatos espirituais, trazendo conseqüências morais para aqueles que o usam como guia para a vida. É composto por cinco postulados básicos: A existência de Deus; A imortalidade da alma; A reencarnação do espírito; A comunicabilidade dos espíritos; A pluralidade dos mundos habitados.

 

 

Our Activities: - Nossas Atividades:

 

Sunday – Domingo: English and Portuguese / Inglês e Português

10h30 às 12h00min - Youth Spiritist Education - Evangelização Infanto-Juvenil - English / Inglês;

10h30 às 12h00min - Autodescobrimento / ESDE - Portuguese / Português;

 

Tuesday - Terça-feira: Portuguese / Português

20h00 às 21h30min - Estudo do Livro dos Espíritos e Obras Básicas;

 

Thursday - Quinta-feira: Portuguese / Português

20h00 às 21h30min - Palestra Pública e Passe;

 

Friday - Sexta-feira: Portuguese / Português

20h00 às 21h30min - Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo;

 

Satuday - Sábado: English / Inglês

2nd Saturday of the month at 5:00pm - Systematic Study of Spiritism;

4th Saturday of the month at 5:00pm - Self-Discovery Study Group.

 

Segundo sábado do mês - 17h00 às 18h30min – Estudo Sistematizado do Espiritismo;

Quarto sábado do mês - 17h00 às 18h30min - Grupo de Estudo Auto Descobrimento.

 

(Informação recebida em email de EDUARDO GUIMARAES [edugui@hotmail.com])

 

 

 

 

 

 

Filme “Nosso Lar” em exibiçao na Escola da Cinema da “University of Southern Califórnia”. Los Angeles, Califórnia, EUA

 

http://cinema.usc.edu/events/event.cfm?id=12439

ASTRAL CITY: A SPIRITUAL JOURNEY

Make Reservations »

March 6, 2012, 3:00 P.M.

The Ray Stark Family Theatre, SCA 108, George Lucas Building, USC School of Cinematic Arts Complex, 900 W. 34th Street, Los Angeles, CA 90007

   

 

 

 

(Informações do site)

 

File:USC School of Cinematic Arts 03.jpg

USC. School of Cinematic Arts

Imagem: http://en.wikipedia.org/wiki/File:USC_School_of_Cinematic_Arts_03.jpg   

 

 

 

 

 

Curso sobre Saúde e Espiritualidade em Santos - matrículas abertas

Santos, SP

 

Curso sobre Saúde e Espiritualidade em Santos

traz paralelo entre a Saúde Mental e a Física Moderna à luz do Evangelho

 

 

O curso Bases da Integração Cérebro Mente Corpo Espírito que alia saúde e espiritualidade, pioneiro no Brasil, está com inscrições abertas.

Idealizado pela Associação Médico-Espírita de Santos (AME Santos) em 2000, está na sétima turma e é aberto a todos os profissionais de saúde e demais interessados em temas que unam o paradigma da saúde com o lado espiritual das pessoas.

Seguindo uma tendência mundial, este curso foi o primeiro aberto no Brasil e teve repercussão em outras universidades espalhadas nas outras regiões brasileiras.

O objetivo deste curso é discutir e criar novos paradigmas para as Ciências da Saúde, que sejam compatíveis com a tendência holística, para fazer ciência dentro de uma ótica bio-psico-sócio-espiritual, tendo como eixo referencial o pensamento de Allan Kardec, contribuindo com o conhecimento humano, ao acrescentar opções de interpretação dos eventos do binômio Saúde-Doença, na interação entre Ciência e Espiritualidade.

 

Início das aulas: dia 10 de março de 2012, às 14h30.

 

Compareça na Aula Inaugural com o físico e professor universitário André Luiz Ramos,

que falará sobre o tema ‘Saúde Mental e Física Moderna à luz do Evangelho’

e surpreenda-se com a proposta do curso.

 

As aulas acontecem todos os sábados, das 14h30 às 17h, no bloco D, da Universidade Santa Cecília.

 

Inscrições: no Setor de pós-graduação da Universidade, localizado na Rua Cesário Mota, 24 - Boqueirão - Santos - SP.

 

Telefone: (13) 3202-7104 (Central de Atendimento).

 

Horário de expediente para informações e matrículas: das 08h às 22h, de 2.ª a 6.ª feira; e, aos sábados das 8h às12h.

 

(Informações em email de Giovana Campos)

 

 

 

 

 

 

Palestra com Hélio Ribeiro Loureiro- AJE/SP

São Paulo, SP

 

 

Exposição de quadros.  Faculdade de Direito do Largo de São Francisco (USP). São Paulo, Brasil.

Foto Ismael Gobbo

 

 

 

 

 

 

4º. Concurso de Contos e Poesias com Temática Espírita

Jacarei, SP

 

 

(Informações recebidas em email de CARLOS ROBERTO MONTEOLIVA [carlosmonteoliva@ig.com.br])

 

 

 

 

 

 

Palestra Musicada com Wanir Caccia no C.E. Chico Xavier

Guarulhos, SP

 

 

 

Rua Geraldo Marques, 62 - Altos - Gopouva - Guarulhos - Sp - Fone 8858 0314

 

 

Wanyr Caccia, nos brindará com sua presença no dia 16 de fevereiro, quinta feira as 19h30 com a palestra musical "Valorização da Vida".


Wanyr Caccia, profissional da área de marketing e publicidade, é espírita e músico autoditada.

Tem a Música como uma companheira de toda a sua vida, e define esta relação como uma "coisa de alma". Compõe desde a adolescência, sendo premiado em vários festivais.

Acreditando que a Doutrina Espírita precisava de uma forma de comunicação mais dinâmica, seguindo as necessidades e gostos atuais, criou o projeto Imago, para aliar a música ao conhecimento espírita.

Sons de meditação ou louvação se tornaram comuns e específicos. O Imago leva à reflexão. São arranjos e ritmos para serem “curtidos” e letras para serem raciocinadas e comentadas, tudo essencialmente à luz da Doutrina Espírita.

Com temas bem escolhidos para não deixar as composições “piegas”, com clima de pregação, o projeto Imago tem o jovem como principal foco, mantendo-o em sintonia com os preceitos espíritas mesmo que ele não esteja participando com maior frequência. Boa parte dos arranjos leva a sonoridade adequada a essa faixa etária.

Em meados de janeiro de 2006, a convite de Orson Peter Carrara , depois de ter ouvido o CD "Imago - Por Amor", começou a fazer Palestras Musicais, e tem agradado bastante.

(Informação recebida em emailsde Rosana [romiranda@trevisan.adv.br] e de Regina Bachega)

 

 

 

 

 

 

Palestra e Lançamento de Livro na Casa do Caminho

São Paulo, SP

 

Lançamento do livro DESPERTAR DA CONSCIÊNCIA - Uma Nova Visão da Vida  de Lúcia Cominatto, ditado pelo Espírito Irmã Maria do Rosário.

 

 

 

Palestra com Manolo Quesada, sobre o tema: EVOLUIR É SIMPLES... NÓS É QUE COMPLICAMOS.

Local: Casa do Caminho - Instituição Espírita, Rua Harmonia, 142 - Vila Madalena - São Paulo

Data: 16 de março às 20 horas.

 

Manolo Quesada

 Abraço fraterno

Lucia Cominatto

Fone: 3814.6382

 

(Informação recebida em email de Lúcia Cominatto [luciacominatto@yahoo.com.br])

 

 

 

 

 

 

Programação do Intermédium 2012

Recife, PE

 

Amigas e amigos,

 Segue abaixo a programação do INTERMÉDIUM 2012.

Lembramos que os ingressos já estão à venda e que vocês podem conferir os locais onde adquiri-los, bem como, conhecer os expositores do evento

no blog do INTERMÉDIUM.

intermedium-gespe.blogspot.com

 

INTERMÉDIUM 2012

5°Fórum de Debates sobre Mediunidade em Pernambuco

 

TEMA CENTRAL

MEDIUNIDADE E A EDUCAÇÃO DOS SENTIMENTOS

DATA

HORÁRIO

TEMA

EXPOSITOR

21.04

9h00 – 10h30

Mediunidade – Possibilidade de Autoconhecimento

Iracema Lins (PE)

10h30 – 11h00

Intervalo

11h00 – 12h30

Mediunidade – Exercício de Humildade e Caridade

Fátima Ferreira (MG)

12h30 – 14h00

Almoço

14h00 – 15h30

Mediunidade – Oportunidade de Transformação

Pedro Camilo (BA)

15h30 – 16h00

Intervalo

16h00 – 18h00

Debates

Todos

 

22.04

9h00 – 10h30

Mediunidade e Obsessão – A Sintonia pelos Sentimentos

Pedro Camilo (BA)

10h30 – 11h00

Intervalo

11h00 – 12h30

Mediunidade e Conflitos – A Busca do Equilíbrio

Fátima Ferreira (MG)

12h30 – 14h00

Almoço

14h00 – 16h30

Pintura Mediúnica

Jacques (PE)

16h30 – 17h00

Intervalo

17h00 – 18h00

Mediunidade e a Educação dos Sentimentos

Carlos Pereira (PE) e Alexandra Torres (PE)

 

(Informação recebida em email de eventosespiritas@grupos.com.br; em nome de; Alexandra [awtorres@hotmail.com])

 

 

 

 

 

 

Leia o jornal “O Espírita Fluminense”

Niterói, RJ

 

Acesse aqui: http://nucleo-chicoxavier.blogspot.com.

 

Header.bmp

Encaminhamos para conhecimento a edição de novembro/dezembro de 2011 do periódico O Espírita Fluminense, informativo bimensal do Instituto Espírita Fluminense (IEBM) fundado em 1907 na cidade de Niterói, Rio de Janeiro.

As edições anteriores podem ser obtidas no site http://nucleo-chicoxavier.blogspot.com.

Desejamos uma ótima leitura.

Fraternalmente.

 

 

(Informação recebida em email de Márcio Hungria)

 

 

 

 

 

 

Receba o boletim SEI gratuitamente por email

 

SOLICITAR EM: boletimsei@gmail.com

SEI Info.gif

(Informação recebida em email de Elsa Rossi [elsarossikardec@gmail.com])

 

 

 

 

 

 

Leia a Newsletter da Fundação Maria Virgínia e J. Herculano Pires

 

Acessar aqui:

http://www.herculanopires.org.br/newsletter/respeitoaospais.html

 

 

 

 

 

 

As vidas de “El Pilarico” - de matador de touros a protetor de animais

 

 

O exemplo de superação pessoal de um Espírito arrependido

Álvaro Múnera, nasceu na Colômbia e aos 4 anos começou a lidar com touros acompanhado do seu pai, um aficcionado de touradas. Com 12 anos decidiu ser toureiro, e a promessa triunfou aos 18 anos numa faena apoteótica na Macarena de Medellín. Tomás Redondo, o agente de 'El Yiyo', seu melhor amigo, abriu-lhe as portas duma carreira internacional com sucesso em Espanha, onde o apelidaram de ´El Pilarico´. Completou 22 corridas e estava próximo da consagração quando na tarde de 22 de Setembro de 1984, em Albacete, um touro - ´Terciopelo´ (veludo) - deu-lhe uma cornada na perna esquerda, projetou-o no ar e caiu de cabeça. “A queda provocou-me uma fratura da 5ª vértebra cervical com lesão medular completa acompanhada de trauma cranioencefálico. Senti uma corrente de ar fria e perdi toda a sensibilidade do corpo” relata Álvaro sobre o acidente que o deixou paraplégico.

Documentário La Última Faena http://www.youtube.com/watch?v=GhTu88baTL0 (7m10s)

cid:image001.jpg@01CCEA58.72795E40       cid:image002.jpg@01CCEA58.72795E40

Houve vários momentos críticos na sua carreira taurina em que Múnera assistiu a tanta crueldade que esteve para abandoná-la. “O 1º quando matei uma “vaca de treino” que soube depois estar gestante; chorei quando vi tirar o feto do seu ventre!... O 2º quando cravei 4 ou 5 vezes uma espada num touro (perfurando o seu corpo de um lado a outro) e ele lutou para viver numa agonia terrível.” As expetativas do seu pai e a admiração errônea do público impulsionaram-no a continuar. “Estes foram 2 chamados que não atendi. Veio o 3º e então tive que aprender com a dor o que podia ter atendido pela razão. Deus deu-me 2 oportunidades que não aproveitei e ensinou-me por outro método com o qual aprendi muito bem a lição.”

“Na ambulância logo após o acidente pensei: devíamos deixar de tourear porque o sangue que vertemos voltar-se-á contra nós.” "Comprendi que o que o me aconteceu é o mesmo que eu fazia aos touros.” (o local da lesão parece um simbolismo). “Quando um touro atingiu fatalmente o coração de 'El Yiyo' e as pessoas choravam chocadas, perguntei-me “que coisa é esta que nós fazemos aos touros?" Hoje agradece estar com vida porque a investida foi brutal. Houve 2 toureiros a quem sucedeu o mesmo - Julio Robles y Limeño II – e “que tudo indica não suportaram a carga e se suicidaram.”

Depois de 4 meses no Hospital de paraplégicos de Toledo, Múnera foi transferido para o Hospital Jackson Memorial de Miami, onde foi submetido a nova cirurgia e após 3 anos de reabilitação começou a registar movimentos. Durante os 4 anos que viveu nos Estados Unidos, foi considerado – em algumas ocasiões - um delinquente pelos maus tratos aos touros. Uma delas, quando a tia duma amiga que o convidou para comer em sua casa, olhou para ele e friamente lhe disse que se alegrava por ele estar numa cadeira de rodas: "Oxalá nunca se levante daí, porque você é um bárbaro, um assassino!" Ele argumentou de forma rebuscada como qualquer aficcionado “que o touro tem oportunidade de salvar-se e nasceu para ser lidado.” Ao que ela replicou: “O touro foi criado para isso? Ele não está lá pela própria vontade como você! Levam-no, torturam-no e matam-no sem saber por que lhe fazem tudo isso! O touro é um ser vivo que sente como você. Tem um sistema nervoso que responde aos estímulos da dor da mesma forma que o seu! 'Pilarico' ficou calado

Àlvaro no Hospital de Miami

 

Múnera com seus cães na Colômbia

 
cid:image003.jpg@01CCEA58.72795E40        cid:image004.jpg@01CCEA58.72795E40

 

Depois do acidente, o seu pai continuou assistindo às corridas por um tempo, até que leu num artigo na imprensa escrito por Múrena, intitulado “Eu vi touros chorar” e deixou de ser taurino em solidariedade com seu filho. Ele escreve que “não creio que naquela época de decisões equivocadas eu estivesse mentalmente doente, mas estou absolutamente convencido de que foi o fruto lógico duma ignorância tenebrosa.” “A realidade da mal chamada ´fiesta´ é cravar e enterrar até matar, em locais onde se possa perfurar no corpo do inocente animal, tão sensível ao medo e à dor como você, seu cão ou eu.” “Uma coisa é ver os touros na bancada, não sentir os espetos de ferro, a tortura e a morte. É melhor beber cerveja e gritar ¡Olé!, que vomitar sangue da boca com uma espada incrustada nos pulmões e no coração. Não é necessário ter as mínimas noções de anatomia para entender que todo ser vivo com um sistema nervoso central sofre quando o ferem. Basta aplicar a máxima cristã ‘não faças aos outros aquilo que não queres que te façam´”.

Em 1997, Múnera chegou ao Conselho de Medellín em defesa de um movimento cívico liderado por pessoas com deficiência física. Como conselheiro pretende também ser defensor ativo dos animais para que “eles tenham voz e voto.” O objectivo é acabar com a tortura dos animais, através da Organización Fuerza Anticrueldad Unida por la Naturaleza de los Animales (FAUNA), que reúne varias associações contra os maus tratos aos animais, apostando na vida, na não crueldade e no não sofrimento de nenhuma espécie. “O equivocado era eu... e reconhecer o meu erro foi a atitude mais valorosa que tive como ser humano.”

Para os tauromáquicos, Múnera é um traidor. Ele defende-se dizendo que ama o toureio: toureou vacas na sua cadeira de rodas e casou-se na Praça de Touros La Macarena no meio de muitos bezerros. "Se fosse rancoroso, odiaria os touros e defenderia os piores  tormentos para quem matou o meu melhor amigo e me deixou incapacitado." Álvaro é um homem casado, tem uma filha adoptada e não aceita o termo “deficiente”, já que se dedica a construir e a lutar pela vida. “Deficientes são os andam pelo mundo pensando que se pode matar, maltratar e além do mais, divertindo-se com isso”.

cid:image021.jpg@01CCEA58.CFF36C00       cid:image022.jpg@01CCEA58.CFF36C00

Descreve-se a si mesmo como um espírito em trânsito que pretende sair melhor deste mundo do que como entrou; um homem que luta para reparar seus crimes e que assegura: “Trabalhar pelo direito que todo o ser vivo tem de não ser torturado é um dever que tenho com Deus e com a vida.” A cadeira de rodas é para ele “um instrumento para evoluir, para atenuar a dor alheia em contraste com aqueles que se dedicam a recolher bens materiais à custa do sofrimento de outros, sejam humanos ou animais.” “Mais que um castigo, a cadeira é uma bênção na minha vida, porque eu nunca havia estado em contato com a dor humana. O acidente não foi o ponto de chegada, mas sim de partida. Aquele touro estava no meu caminho e direccionou-me, mas foi o processo pessoal na solidão que me fez refletir.”

………………………………………………………………………………………………………………………………..

Victor Hugo, o grande poeta, romancista, político e jornalista francês, foi um lutador das causas sociais, defensor dos oprimidos, divulgador do ensino e da educação. Converteu-se ao Espiritismo após o desencarne de Léopoldine, uma de seus 4 filhos. Inicialmente, tomou conhecimento da fenomenologia espírita através de visita da Sra. Delphine de Girardin, em 1853. Nesta época já se encontrava exilado na ilha de Jersey, devido ao seu antagonismo ao governo de Napoleão III. Realizou vários estudos, editados na obra As mesas girantes de Jersey. Durante mais de 25 anos ocupou-se dos assuntos que as ´mesas girantes´ suscitavam e aprofundavam, confirmando, esclarecendo e completando as respostas às quais havia chegado através de estudos e meditações.

 

O poeta fez um discurso na cerimónia fúnebre da jovem Emily, a quem François, filho do escritor houvera dedicado uma tradução sua de Shakespeare. Devido ao seu impato, diversos periódicos da época, entre os quais a própria Revista Espírita de Allan Kardec (Fevereiro de 1865) publicaram tal oratória, da qual destacamos: “Rendamos justiça à morte. Não sejamos ingratos para com ela. Ela não é como se diz um desmoronamento e uma armadilha. É um erro crer que aqui, nesta obscuridade da fossa aberta, tudo se perde. Aqui tudo se reencontra. O túmulo é um lugar de restituição. Aqui a alma retoma o infinito; aqui recobra sua plenitude; aqui entra na posse de sua misteriosa natureza; está desligada do corpo, da necessidade, do corpo, da fatalidade. A morte é a maior das liberdades. É, também, o maior dos progressos. A morte é a ascensão de tudo o que viveu em grau superior. Ascensão deslumbrante e sagrada(…)”

 

Em 1876, a pena de Victor Hugo escreveu: “A pena de morte foi abolida nesse nobre Portugal, pequeno povo que tem uma grande história (…) Felicito a vossa nação. Portugal dá o exemplo à Europa. Disfrutai de antemão essa imensa glória. A Europa imitará Portugal. Morte à morte! Guerra à guerra! Viva a vida! Ódio ao ódio!” A 22 de Maio de 1885, aos 83 anos, este grande luminar desencarnou deixando um vasto legado à humanidade. O autor já desencarnado continuou a escrever na Terra, através da mediunidade. Em 1916, o espírito de Victor Hugo passou a escrever por intermédio de Zilda Gama. Cem anos exatos após a sua desencarnação, Hugo prefaciou e escreveu a obra ´Árdua Ascensão´ (22 de Maio de 1985) através da psicografia de Divaldo Franco. Assim inicia o livro: “A vida é superior concessão de Deus, que a maioria dos homens não tem sabido valorizar.”

 

cid:image007.jpg@01CCEA58.72795E40         cid:image008.jpg@01CCEA58.72795E40

 

“Quedas e Ascensão” é o 5º romance de Victor Hugo, pela mediunidade psicográfica de Divaldo. O cenário inicial é a Espanha do século XIX e reporta-nos às touradas, através dos olhos e sentimentos de Pilarzito, El Conquistador. Vencidas pela paixão e ambição, as personagens desta obra retornam, pela reencarnação, a um país da América do Sul, onde experimentam as dores e as alegrias em sua ascensão espiritual. Pilarzito era “guapo no auge da sua juventude, de que se orgulhava”, porém despido de valores morais dignificantes, “seguia, portanto, a trajetória, embriagado pelos alcoólicos, pelo dinheiro, pelo sexo, e pela necessidade permanente da glória mentirosa”, conquistada à custa do prazer pela prática da tauromaquia. Em Ciudad Real, na arena de San Isidro, um trágico acidente impossibilita-o de prosseguir na busca desta fama ilusória... Dos louros das touradas para os louros da vitória ante as batalhas da transformação íntima, Pilarzito trava uma batalha consigo mesmo, das quedas à ascensão. O brilho do seu traje dará lugar à iluminação do seu espírito.

 

No prefácio deste livro de 2002, Victor Hugo diz-nos que “A história que narro na presente obra é real e algumas das suas personagens ainda se encontram encarnadas na Terra, retificando compromissos infelizes, estabelecendo metas para o próprio progresso e crescendo interiormente.” Na 3ª parte na pág.306, relata que “Pilarzito descobre o passado e integra-se no presente. O ex-toureador agora participava da Sociedade Protetora dos Animais, do Movimento Espírita na sua cidade, abrindo o elenco de realizações para a nascente Sociedade de Amparo ao Deficiente Físico.”

 

     ………………………………………………………………………………………………………………………………

A história de Pilarico é pública. O lado invisível mas não ausente é relatado numa palestra por Fábio Villarraga, médico espírita colombiano. Nos seus processos de reflexão, Àlvaro conheceu a Doutrina Espírita nos EUA. Integrado num grupo mediúnico, uma médium sugeriu-lhe que ele estudasse “O Livro dos Espíritos”, para saber a origem da sua situação, de acordo com a lei de causa-efeito. Pilarzito é Pilarico… A história do espírito de Àlvaro Múnera está resumida em “Quedas e Ascensão”. Em Miami, Divaldo conheceu a vida dele e o espírito de Victor Hugo disse-lhe que queria escrever a história de ´El Pilarico´. O dramaturgo investigou os arquivos históricos e teve acesso aos conteúdos espirituais de Àlvaro e narra as vivências reencarnatórias dele noutras épocas. Quando Múrena foi tourear a Espanha, ele sentiu que já conhecia as arenas das corridas, os seus corredores, tendo várias sensações de deja-vu. Victor Hugo esclarece nesta obra as causas espirituais dos acontecimentos e o melhor procedimento para as suas personagens, intercalando o valor descritivo dos dramas e conflitos com a orientação espírita.

PS. Inspiraram este artigo o testemunho vivo dos queridos Amigos:

Irvênia Prada (e sua família), Profª Dra. Médica Veterinária de Neuroanatomia da USP, pela sua humildade, dedicação e bom senso na defesa ativa dos direitos e bem estar animal. Integra comissões sobre os rodeios no Brasil.

Audiência Pública, Rodeio, Esporte ou Crueldade? Novembro de 2011 (intervenção final) http://www.youtube.com/watch?v=9A8tA_eE-3I

Ademar Faria (ex-piloto angolano, paraplégico após um tiroteio equivocado), pela sua vontade enérgica que o conhecimento espírita potenciou. E que me ajuda a ver a vida com outros olhos, braços e pernas.

Jean Joaquim, Stélio Luna e Maria Luísa Cápua (Profs. Drs. Médicos Veterinários da UNESP e Instituto Bioethicus), pelo humanismo, sensibilidade com animais e com quem aprendo Acupuntura e Neurologia, e cuja intenção de cura possibilita que animais e seus tutores humanos possam renascer.

Fonte: palestra de Fábio Villarraga, presidente da Associação Médico espírita da Colômbia, na Federação Espírita da Cundinamarca, em 18 de Abril de 2007.

 

Reino Animal y la Transformación Moral

http://www.youtube.com/watch?v=KkVJ4nweonM&feature=channel_video_title

 

Notícia - 4 Fevereiro 2012: Manifestantes em protesto contra touradas na Colômbia - A palavra 'Stop' foi formada por dezenas de pessoas deitadas no chão durante uma manifestação em Medellín.

 

cid:image023.jpg@01CCEA58.CFF36C00   cid:image024.jpg@01CCEA58.CFF36C00             

 

 

Nuno Emanuel, Fevereiro 2012

Botucatu - São Paulo

 

cid:image028.jpg@01CCEA6F.24496140

 

(Texto recebido em email de Nuno Emanuel, de Lisboa, Portugal, residente em Botucatu, SP, Brasil)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Nota: Todas as notícias deste e de emails anteriores estão postadas no blog: http://ismaelgobbo.blogspot.com

 

 

 

 

 

Em absoluto respeito à sua privacidade, caso não mais queira receber este boletim de notícias do movimento espírita, envie-nos um email solicitando a exclusão do seu endereço eletrônico de nossa lista. Nosso endereço: igobi@uol.com.br

 

 

 

 

 

Editoração e envio:

Ismael Gobbo, Araçatuba, SP

Gislaine Pascoal Yokomizo e Leonardo Yokomizo, Jacareí, SP