Notícias do Movimento Espírita

Araçatuba, SP, sábado, 27 de abril de 2013

Compiladas por Ismael Gobbo

Agradecemos àqueles que gentilmente repassam este email

 

 

 

Nota 1

Recomendamos confirmar junto aos organizadores os eventos aqui divulgados. Podem ocorrer cancelamentos ou mudanças que nem sempre chegam ao nosso conhecimento.

 

 

 

Nota 2

Este email é uma forma alternativa de divulgação de noticias, eventos, entrevistas e artigos espíritas. Recebemos as informações de fontes  diversas e fazemos o repasse aos destinatários de nossa lista de contatos. Trabalhamos com a expectativa de que as informações que nos chegam sejam absolutamente espíritas na forma como preconiza o codificador do Espiritismo, Allan Kardec.  Pedimos aos nossos diletos colaboradores que façam uma análise criteriosa e só nos remetam para divulgação matérias genuinamente espíritas. (Ismael Gobbo)

 

 

 

Atenção

Se você tiver dificuldades em abrir o arquivo, recebê-lo incompleto ou cortado e fotos que não abrem, clique aqui: http://www.noticiasespiritas.com.br/2013/ABRIL/27-04-2013.htm

 

 

 

 

Estranha Moral

Não vim trazer a paz, mas, a divisão

 

 

 

     9. Não penseis que eu tenha vindo trazer paz à Terra; não vim trazer a paz, mas a espada; – porquanto vim separar de seu pai o filho, de sua mãe a filha, de sua sogra a nora; – e o homem terá por inimigos os de sua própria casa. (S. MATEUS, 10:34 a 36.)

 

     10. Vim para lançar fogo à Terra; e que é o que desejo senão que ele se acenda? – Tenho de ser batizado com um batismo e quanto me sinto desejoso de que ele se cumpra!

 

     Julgais que eu tenha vindo trazer paz à Terra? Não, eu vos afirmo; ao contrário, vim trazer a divisão; – pois, doravante, se se acharem numa casa cinco pessoas, estarão elas divididas umas contra as outras: três contra duas e duas contra três. – O pai estará em divisão com o filho e o filho com o pai, a mãe com a filha e a filha com a mãe, a sogra com a nora e a nora com a sogra. (S. LUCAS, 12:49 a 53.)

 

     11. Será mesmo possível que Jesus, a personificação da doçura e da bondade, Jesus, que não cessou de pregar o amor do próximo, haja dito: “Não vim trazer a paz, mas a espada; vim separar do pai o filho, do esposo a esposa; vim lançar fogo à Terra e tenho pressa de que ele se acenda”? Não estarão essas palavras em contradição flagrante com os seus ensinos? Não haverá blasfêmia em lhe atribuírem a linguagem de um conquistador sangüinário e devastador? Não, não há blasfêmia, nem contradição nessas palavras, pois foi mesmo ele quem as pronunciou, e elas dão testemunho da sua alta sabedoria. Apenas, um pouco equívoca, a forma não lhe exprime com exatidão o pensamento, o que deu lugar a que se enganassem relativamente ao verdadeiro sentido delas. Tomadas à letra, tenderiam a transformar a sua missão, toda de paz, noutra de perturbação e discórdia, conseqüência absurda, que o bom-senso repele, porquanto Jesus não podia desmentir-se. (Cap. XIV, nº 6.)

 

     12. Toda idéia nova forçosamente encontra oposição e nenhuma há que se implante sem lutas. Ora, nesses casos, a resistência é sempre proporcional à importância dos resultados previstos, porque, quanto maior ela é, tanto mais numerosos são os interesses que fere. Se for notoriamente falsa, se a julgam isenta de conseqüências, ninguém se alarma; deixam-na todos passar, certos de que lhe falta vitalidade. Se, porém, é verdadeira, se assenta em sólida base, se lhe prevêem futuro, um secreto pressentimento adverte os seus antagonistas de que constitui um perigo para eles e para a ordem de coisas em cuja manutenção se empenham. Atiram-se, então, contra ela e contra os seus adeptos.

     Assim, pois, a medida da importância e dos resultados de uma idéia nova se encontra na emoção que o seu aparecimento causa, na violência da oposição que provoca, bem como no grau e na persistência da ira de seus adversários.

 

     13. Jesus vinha proclamar uma doutrina que solaparia pela base os abusos de que viviam os fariseus, os escribas e os sacerdotes do seu tempo. Imolaram-no, portanto, certos de que, matando o homem, matariam a idéia. Esta, porém, sobreviveu, porque era verdadeira; engrandeceu-se, porque correspondia aos desígnios de Deus e, nascida num pequeno e obscuro burgo da Judéia, foi plantar o seu estandarte na capital mesma do mundo pagão, à face dos seus mais encarniçados inimigos, daqueles que mais porfiavam em combatê-la, porque subvertia crenças seculares a que eles se apegavam muito mais por interesse do que por convicção. Lutas das mais terríveis esperavam aí pelos seus apóstolos; foram inumeráveis as vítimas; a idéia, no entanto, avolumou-se sempre e triunfou, porque, como verdade, sobrelevava as que a precederam.

 

     14. É de notar-se que o Cristianismo surgiu quando o Paganismo já entrara em declínio e se debatia contra as luzes da razão. Ainda era praticado pro forma; a crença, porém, desaparecera; apenas o interesse pessoal o sustentava. Ora, é tenaz o interesse; jamais cede à evidência; irrita-se tanto mais quanto mais peremptórios e demonstrativos de seu erro são os argumentos que se lhe opõem. Sabe ele muito bem que está errado, mas isso não o abala, porquanto a verdadeira fé não lhe está na alma. O que mais teme é a luz, que dá vista aos cegos. É-lhe proveitoso o erro; ele se lhe agarra e o defende.

     Sócrates, também, não ensinara uma doutrina até certo ponto análoga à do Cristo? Por que não prevaleceu naquela época a sua doutrina, no seio de um dos povos mais inteligentes da Terra? É que ainda não chegara o tempo. Ele semeou numa terra não lavrada; o Paganismo ainda se não achava gasto. O Cristo recebeu em propício tempo a sua missão. Muito faltava, é certo, para que todos os homens da sua época estivessem à altura das idéias cristãs, mas havia entre eles uma aptidão mais geral para as assimilar, pois que já se começava a sentir o vazio que as crenças vulgares deixavam na alma. Sócrates e Platão haviam aberto o caminho e predisposto os espíritos. (Veja-se, na “Introdução”, o § IV: Sócrates e Platão, precursores da idéia cristã e do Espiritismo.)

 

     15. Infelizmente, os adeptos da nova doutrina não se entenderam quanto à interpretação das palavras do Mestre, veladas, as mais das vezes, pela alegoria e pelas figuras da linguagem. Daí o nascerem, sem demora, numerosas seitas, pretendendo todas possuir, exclusivamente, a verdade e o não bastarem dezoito séculos para pô-las de acordo. Olvidando o mais importante dos preceitos divinos, o que Jesus colocou por pedra angular do seu edifício e como condição expressa da salvação: a caridade, a fraternidade e o amor do próximo, aquelas seitas lançaram anátema umas sobre as outras, e umas contra as outras se atiraram, as mais fortes esmagando as mais fracas, afogando-as em sangue, aniquilando-as nas torturas e nas chamas das fogueiras. Vencedores do Paganismo, os cristãos, de perseguidos que eram, fizeram-se perseguidores. A ferro e fogo foi que se puseram a plantar a cruz do Cordeiro sem mácula nos dois mundos. É fato constante que as guerras de religião foram as mais cruéis, mais vítimas causaram do que as guerras políticas; em nenhumas outras se praticaram tantos atos de atrocidade e de barbárie.

     Cabe a culpa à doutrina do Cristo? Não, decerto que ela formalmente condena toda violência. Disse ele alguma vez a seus discípulos: Ide, matai, massacrai, queimai os que não crerem como vós? Não; o que, ao contrário, lhes disse, foi: Todos os homens são irmãos e Deus é soberanamente misericordioso; amai o vosso próximo; amai os vossos inimigos; fazei o bem aos que vos persigam. Disse-lhes, outrossim: Quem matar com a espada pela espada perecerá. A responsabilidade, portanto, não pertence à doutrina de Jesus, mas aos que a  interpretaram falsamente e a transformaram em instrumento próprio a lhes satisfazer as paixões; pertence aos que desprezaram estas palavras: “Meu reino não é deste mundo.”

     Em sua profunda sabedoria, ele tinha a previdência do que aconteceria. Mas, essas coisas eram inevitáveis, porque inerentes à inferioridade da natureza humana, que não podia transformar-se repentinamente. Cumpria que o Cristianismo passasse por essa longa e cruel prova de dezoito séculos, para mostrar toda a sua força, visto que, malgrado a todo o mal cometido em seu nome, ele saiu dela puro. Jamais esteve em causa. As invectivas sempre recaíram sobre os que dele abusaram. A cada ato de intolerância, sempre se disse: Se o Cristianismo fosse mais bem compreendido e mais bem praticado, isso não se daria.

 

     16. Quando Jesus declara: “Não creais que eu tenha vindo trazer a paz, mas, sim, a divisão”, seu pensamento era este:

     “Não creais que a minha doutrina se estabeleça pacificamente; ela trará lutas sangrentas, tendo por pretexto o meu nome, porque os homens não me terão compreendido, ou não me terão querido compreender. Os irmãos, separados pelas suas respectivas crenças, desembainharão a espada um contra o outro e a divisão reinará no seio de uma mesma família, cujos membros não partilhem da mesma crença. Vim lançar fogo à Terra para expungi-la dos erros e dos preconceitos, do mesmo modo que se põe fogo a um campo para destruir nele as ervas más, e tenho pressa de que o fogo se acenda para que a depuração seja mais rápida, visto que do conflito sairá triunfante a verdade. À guerra sucederá a paz; ao ódio dos partidos, a fraternidade universal; às trevas do fanatismo, a luz da fé esclarecida. Então, quando o campo estiver preparado, eu vos enviarei o Consolador, o Espírito de Verdade, que virá restabelecer todas as coisas, isto é, que, dando a conhecer o sentido verdadeiro das minhas palavras, que os homens mais esclarecidos poderão enfim compreender, porá termo à luta fratricida que desune os filhos do mesmo Deus. Cansados, afinal, de um combate sem resultado, que consigo traz unicamente a desolação e a perturbação até ao seio das famílias, reconhecerão os homens onde estão seus verdadeiros interesses, com relação a este mundo e ao outro. Verão de que lado estão os amigos e os inimigos da tranqüilidade deles. Todos então se porão sob a mesma bandeira: a da caridade, e as coisas serão restabelecidas na Terra, de acordo com a verdade e os princípios que vos tenho ensinado.”

 

     17. O Espiritismo vem realizar, na época prevista, as promessas do Cristo. Entretanto, não o pode fazer sem destruir os abusos. Como Jesus, ele topa com o orgulho, o egoísmo, a ambição, a cupidez, o fanatismo cego, os quais, levados às suas últimas trincheiras, tentam barrar-lhe o caminho e lhe suscitam entraves e perseguições. Também ele, portanto, tem de combater; mas, o tempo das lutas e das perseguições sanguinolentas passou; são todas de ordem moral as que terá de sofrer e próximo lhes está o termo. As primeiras duraram séculos; estas durarão apenas alguns anos, porque a luz, em vez de partir de um único foco, irrompe de todos os pontos do Globo e abrirá mais de pronto os olhos aos cegos.

 

     18. Essas palavras de Jesus devem, pois, entender-se com referência às cóleras que a sua doutrina provocaria, aos conflitos momentâneos a que ia dar causa, às lutas que teria de sustentar antes de se firmar, como aconteceu aos hebreus antes de entrarem na Terra Prometida, e não como decorrentes de um desígnio premeditado de sua parte de semear a desordem e a confusão. O mal viria dos homens e não dele, que era como o médico que se apresenta para curar, mas cujos remédios provocam uma crise salutar, atacando os maus humores do doente.

 

O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec, FEB, Cap. XXIII,  9 a 18. Copiado de Febnet)

Sócrates e Platão, precursores da idéia cristã e do Espiritismo.  Museu do Louvre, Paris. Foto Ismael Gobbo

 

 

 

 

Palavras do ex presidente do CFM sobre o aborto

 

Leia a noticia aqui:

http://www.peregrinacao.org/2011/noticias/357-palavras-do-ex-presidente-do-cfm-sobre-o-aborto

 

 

(Com colaboração em email de Emmanuel Correia da Silva [emmanuelcorreia34@gmail.com])

 

 

 

 

Palestras sobre a valorização da vida

 

CONVITE ESPECIAL

 

O Centro Espírita Seareiros do Amor, convida você e sua digníssima família para participarem conosco, das palestras, que acontecerá durante todo o mês de maio. Numa campanha de conscientização à vida.

 

PROGRAMAÇÃO:

 

Dia 01/05      Tema – O aborto e suas consequências?

Seminário   Horário  09 às 11h    Palestrante – Antonio Campos

 

Dia 03/05     Tema – Amar o próximo como a si mesmo

Horário 20 às 21h   Palestrante – Mauto Diniz

 

Dia 10/05     Tema – Pessoas que se amam valorizam a vida

Horário 20 às 21h  Palestrante  – Marcos Paulo Leite

 

Dia 17/05     Tema – O suicídio e a loucura

Horário 20 às 21h   Palestrante -  Áureo  Oliveira

 

Dia 24/05    Tema  - As drogas e suas consequências

Horário 20 ás 21h   Palestrante – Haroldo Murilo Pinto

 

Dia 26/05    Tema  - O amor na família

Seminário  Horário 09 ás 11h   Palestrante – Ana Elisa Costa

Entrega dos enxovais as 11:15

 

DIA 31/05    Tema – Porque não se deve abortar?

Horário 20 às 21h    Palestrante  - Evani Strada

 

 

 

 

 

Evento do Movimento Espírita Belga 

  Simpósio de Liège (Wégimont)

 

25 - 26 MAIO DE  2013

 

Chers amis.

Cette année encore et pour la 7ème fois consécutive, nous serons au Château de Wégimont (près de Liège) pour notre Symposium annuel.  Magnifique domaine provincial, le Château de Wégimont offre un cadre exceptionnel tant pour les enfants, pour lesquels diverses activités seront organisées, que pour les adultes.  Entouré de verdure, il se trouve à côté d'un parc d'attractions familial, accessible aux participants du Symposium.

Comme à l’accoutumé, il sera possible de loger sur place et de se restaurer à un prix très démocratique ! Cette rencontre est une opportunité pour vivre un moment privilégié de fraternité et d’échanges, tout en s’instruisant. C’est aussi l'occasion de se retrouver en "famille" parents, enfants, petits-enfants ou spirites qui, parfois, ne se rencontrent qu’à de trop rares occasions !

Cette année, avant la 4ème rencontre des enfants spirites francophones qui aura lieu l’an prochain en coordination avec le Symposium, nous avons choisi comme thème principal : L'importance des enfants dans le monde de demain !

Nul n’est besoin de rappeler que les enfants d’aujourd’hui seront les adultes de demain. Adultes qui auront pour mission de transmettre le message que nous essayons de transmettre afin d’essayer de faire évoluer notre terre vers un monde de Paix.  Les soirées seront, comme à l’habitude, égayées par différentes activités et moments libres afin d’ouvrir un espace pour mieux se connaître.

Vous souhaitez lire la suite et/ou vous inscrire ?       Alors suivez ce lien: www.spirite.be

Amicalement                                    
Jean-Paul Evrard

Union Spirite Belge                           14ème Symposium de Wégimont – Liège 25 & 26 mai 2013

WWW.SPIRITE.BE                        

Ecoutez notre Radio WEB                Un Vendredi du mois: Causerie-Débat à l'USB

Regardez TV CEI                            Le Spiritisme NE s’impose pas, il s’enseigne par l’exemple !

(Informação recebida em email de CESAK Bruxelles [cesakbruxelles@gmail.com])

 

 

Acima registro do simpósio realizado em 2011

 

 

 

 

Registro. Divaldo Pereira Franco em

Cachoeira do Sul, SP

 

25 de abril de 2013

A Capital do Arroz, representada pelos dirigentes espíritas da União Municipal Espírita – UME-Cachoeira do Sul -, recebeu Divaldo Franco com alegria e reverência. O evento promovido pela União Espírita foi realizado no Salão de Atos da Universidade Luterana do Brasil. Cerca de duas mil pessoas estiveram presentes assistindo o conferencista cativante. Com Salão de Atos completamente lotado, o público optou por assistir a brilhante conferência na parte de fora, através de telões. O Semeador de Estrelas iniciou sua abordagem citando a Lei Natural de Destruição, exarada em a 3ª parte de O Livro dos Espíritos que cita, entre outras considerações a causa das guerras. Discorreu brevemente a Lei de Amor, explicando o sofrimento que o homem experimenta.

O medo leva o ser humano a armarem-se uns contra os outros, impedindo de amar uns aos outros como preconiza os ensinamentos de Jesus Cristo. O medo faz com que o homem se incline para práticas violentas, agressivas. Por outro lado, o sentimento do amor deveria predominar sobre os instintos, característica forte nos animais. Outro fator disseminador da violência é a sua repercussão na mídia, o que incentiva e entorpece os sentimentos mais nobres, passando a vida a ser entendida como mera banalidade.

Neste contexto de violência sempre há os que preferem a opção da não-violência. Rosa Parks, Martin Luther King Jr, Mohandas Karamchand Gandhi, Nelson Mandela, Bispo Tutu, foram os exemplos apresentados por Divaldo para afirmar que a não-violência e promotora e mantenedora da paz íntima que se exterioriza por ações pacíficas, solidárias, de amor ao próximo. Ser manso, pacífico, é um desafio.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO – estabeleceu no ano 2000 um memorando composto de seis itens promotores da paz. 1. Rejeitar a violência; 2. Preservar a paz; 3. Ser tolerante; 4. Ouvir para compreender; 5. Proteger a natureza; e 6. Redescobrir a solidariedade. Esses itens estão em perfeita consonância com o Evangelho de Jesus, disse Divaldo.

Proporcionar algo de bom ao seu semelhante, oferecer a face da alegria, da esperança, anelando por um mundo melhor é tarefa que cada um pode desenvolver, construindo a paz, desde já, em meio a violência hodierna, cotidiana, em todas as paragens onde vive o ser humano da atualidade. Concluído o trabalho, o público levantou-se aplaudindo Divaldo calorosamente.

 

Texto: Paulo Salerno

Fotos: Jorge Moehlecke

  

Abraço,

Jorge Moehlecke

 

(Informações e fotos recebidas em email de Jorge Moehlecke)

 

 

 

 

 

Seminário Espírita com Suely Caldas Schubert

Barbacena, MG

 

 

(Informação recebida em email de Adriano Barroso)

 

 

 

II Seminário CEECAL

Florianópolis, SC

 

 

(Informação recebida em email de contato@ceecal.com)

 

 

 

 

Eventos espíritas programados para a cidade de 

Uberaba, MG

 

REUNIÃO LÍTERO MUSICAL DOUTRINÁRIA

PALESTRA: ATITUDES DE URGÊNCIA

Palestrante: Sérgio Villar (Itapira-SP)

Programação: Apresentações Musicais; Palestra; Sorteio de Livros; e, Confraternização.

Data: 27 de abril de 2013 (sábado)

Horário: 19h30min

Local: Centro Espírita Uberabense (Rua Barão de Ituberaba nº 449 – Estados Unidos – Uberaba-MG)

Organização: UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba

Divulgue, comparece, prestigie!

 

PALESTA

Palestra: “Educação em Saúde – Promoção do Envelhecimento Saudável” com a enfermeira Lucília Zélia

Local: Casa da Cultura Espírita de Uberaba (Rua Tocantins nº 285 – Vila Celeste – Uberaba-MG)

Data: 27 de abril de 2013 (sábado)

Horário: 15h

Divulgue, comparece, prestigie!

 

VISITE O SITE DO FEMEU – FESTIVAL DE MÚSICA ESPÍRITA DE UBERABA

Nele você encontrará:

Cartaz do XII FEMEU;

Regulamento;

História dos festivais;

Todas as músicas de todos os festivais;

E, muito mais.

Acesse: www.jornalespiritadeuberaba.com.br/femeu

 

Segue anexo o cartaz do XII FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba.

Imprima o cartaz e fixe-o nas casas espíritas.

Repasse o cartaz aos seus amigos.

 

XII FEMEU

FESTIVAL DE MÚSICA ESPÍRITA DE UBERABA

 

        O XII FEMEU – FESTIVAL DE MÚSICA ESPÍRITA DE UBERABA é uma iniciativa da UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba, realizado com o apoio da AME – Aliança Municipal Espírita de Uberaba, da UEM – União Espírita Mineira; da ABRARTE – Associação Brasileira de Artistas Espíritas; da FEB – Federação Espírita Brasileira; das empresas: Top Som e River Auto Peças; do Web Design Edmar Wantuil; do Artista Plástico Rhaavi Dionísio; das livrarias espíritas de Uberaba: Academia do Pensamento, Emmanuel, e Ponto de Luz; das editoras espíritas: CEC – Uberaba, GEEM, IDE, LEEPP, CANDEIA, CEU; de Eduardo Saad (sonorização); de Vision DVD (filmagem); da SOLIS Publicidade; da Prefeitura Municipal de Uberaba; do Conservatório Estadual de Música Renato Frateschi; dos jornais: Jornal Espírita de Uberaba, e  A Flama Espírita; das rádios espíritas: Amor Fraterno e Fraternidade; Tv espírita A Caminho da Luz.

           

O FEMEU tem como objetivos:

·         Valorizar a arte produzida no movimento espírita;

·         Incentivar a participação e criação artística das músicas espíritas;

·         Proporcionar a descoberta de novos talentos no movimento espírita.

·         Divulgar a música espírita, elevando o espírito.

·         Promover o intercâmbio artístico e cultural em todo o Território Nacional;

·         Promover a Doutrina Espírita.

 

O FEMEU terá o seguinte Calendário:

·         Até o dia 23/06 – Divulgação do XII FEMEU em todo o território nacional.

·         De 01/06 a 23/06 – Inscrição das letras das músicas através do site do XII FEMEU: www.jornalespiritadeuberaba.com.br/femeu

·         De 24/06 a 30/06 – Seleção das músicas inscritas pela Comissão de Avaliação.

·         De 01/07 a 06/07 – Músicos fazem o Upload das músicas aprovadas pela Comissão de Avaliação.

·         De 08/07 a 11/08 – Votação das músicas no site do XII FEMEU: www.jornalespiritadeuberaba.com.br/femeu

·         De 12/08 a 24/08 – Divulgação das 15 músicas classificadas – convite para a apresentação no dia 24/08.

·         Dia 24/08 – Realização do XII FEMEU com a apresentação das 15 músicas selecionadas às 19h no Anfiteatro do Centro Administrativo da Prefeitura Municipal de Uberaba (Av. Dom Luiz Maria Santana nº 141 – Bairro Santa Marta – Uberaba-MG).

·         De 25/08 a 30/09 – Divulgação do resultado do FEMEU em todas as mídias espíritas.

 

Podem se inscreverem no XII FEMEU, músicos espíritas:

·         Residentes em qualquer cidade do Território Nacional (Brasil).

·         Brasileiros que residam em outros países.

·         Dos países de língua portuguesa.

 

A premiação será:

·         1º Lugar (01 violão, 01 troféu e Kit de livros espíritas);

·         2º Lugar (01 troféu e Kit de livros espíritas);

·         3º Lugar (01 troféu e Kit de livros espíritas);

·         4º Lugar (01 troféu e Kit de livros espíritas);

·         5º Lugar (01 troféu e Kit de livros espíritas);

·         6º Lugar (01 troféu e Kit de livros espíritas);

·         Músico Destaque (01 troféu e livros espíritas);

·         Grupo Destaque (01 troféu e livros espíritas).

Observação: Não haverá repetições de prêmios.

 

Os interessados podem fazer o download do Regulamento e Cartaz e notícias do XII FEMEU no site: www.jornalespiritadeuberaba.com.br/femeu

 

As informações podem ser obtidas através:

Site: www.jornalespiritadeuberaba.com.br/femeu  

Blog: http://femeu.blogspot.com

E-mail: femeu.uberaba@gmail.com

Telefone: (34) 9969-7191

 

Para conhecer melhor o FEMEU, acesse o Canal FEMEU de músicas no Youtube:

Músicas do VII ao X FEMEU: http://www.youtube.com/user/FEMEU1

Músicas a partir do XI FEMEU: http://www.youtube.com/FEMEU2

 

Pedimos a divulgação desta notícia a todos os músicos espíritas espalhados pelo Brasil.

 

Luiz Carlos de Souza

  • Diretor Artístico e Cultural da UMEU – União da Mocidade Espírita de Uberaba

Coordenador do FEMEU – Festival de Música Espírita de Uberaba

 

 

 

(Informação recebida em emails de JORNAL ESPIRITA DE UBERABA [contato@jornalespiritadeuberaba.com.br]; de Jorge Rezala [jrezala@terra.com.br]; de luiz carlos zonetti [lfzonetti@hotmail.com]; Rene Adolfo Magalhaes Gomes [reneadolfo@demagalhaesgomes.com.br]; de Regina Bachega; João Marchesi Neto; de Nilberto Caderno de Mensagens [nilberto.betonil@gmail.com])

 

 

 

 

Reunião pública na “Spiritist Society of Ireland”

Dublin, Irlanda

 

 

 

 

 

 

VI Seminário com André Trigueiro no SEF

Niterói, RJ

 

 

(Informação recebida em email de marketing@sef.org.br)

Passarela ligando a Av. Almirante Benjamin Sodré com a  Ilha da  Boa Viagem. Niterói, RJ. Foto Ismael Gobbo

 

 

 

Ação 2000 – A Visão Espírita da Notícia

ADE/SP – Rede Boa Nova de Rádio

 

ASSOCIAÇÃO DE DIVULGADORES DO ESPIRITISMO DE SÃO PAULO

 

                    SÃO PAULO, 26 DE ABRIL DE 2013

 

                              Release

 

Comunicação Social Espírita - A Temática Social. Como anda a abordagem

espírita sobre a temática social publicada na mídia não espírita?

 

Comentários dos comunicadores do programa AÇÃO 2000 – A Visão Espírita da

Notícia - Apresentação e mediação de Carlos

Scaramuzza(radialista),Tarcízio Bazílio (médico)e Éder Fávaro

(radialista).

 

O slogan do programa: “A ADE comenta e analisa o assunto mas não fecha a

questão”. Neste sábado,dia 27 de Abril de 2013 às 8 horas, pela REDE BOA

NOVA DE RÁDIO.

 

                            Direção: Éder Fávaro

 

Sintonize a rádio em AM 1450 (Capital e Grande São Paulo). Em Sorocaba e

Região Sudoeste - SP: 1080 - Brasil : Via Parabólica: Leiloação TV (Canal

do Boi) e pela internet ao vivo ou gravado no site www.radioboanova.com.br

 

Outras sintonias; AM 1160 (Mococa e Região - SP) FM 92.1 (Santo Tomé -

Argentina) e São Borja (RS - Brasil)

 

Os ouvintes podem participar pelo Tel. 0800.9795011 ou pelo e-mail:

ouvinte@radioboanova.com.br

 

 

                         Deodora Pachicoski

                        Assessora de Imprensa

 

(Informação recebida em email de imprensa@adesaopaulo.org.br)

 

 

 

 

Palestra pública no C.E. Capitão Vendramini

Três Corações, MG

 

 

(Informação recebida em email de Centro Espírita Capitão Vendramini [cevendramini@gmail.com])

 

 

 

10º. Fórum Nacional de Arte Espírita

Florianópolis, SC

 

 

(Informações em email de Abrarte [mailto:noticias@abrarte.org.br] repassado por eventosespiritas@grupos.com.br; em nome de; ABRADE [abrade@abrade.com.br])

 

 

 

 

Palestras com Dr. Andrei Moreira vai abordar “Homossexualidade”

Barcelona e Madrid, Espanha

 

 

(Informação em email de Regina Bachega)

 

Detalhe na Catedral  “La Sagrada Familia”, Barcelona, Espanha. Foto Lucas Gobbo

 

 

 

 

Grupo Espírita Serenidade - uma nova Casa Espírita que surge

São Bernardo do Campo, SP

 

Comunico que foi aberto um novo Centro Espírita :

GRUPO ESPÍRITA SERENIDADE

RUA ALMERINA CEMOLINE REBUCCI, 119

BAIRRO PAULICÉIA

SÃO BERNARDO DO CAMPO -SP

REUNIÕES :

TERÇAS E SEXTAS ÀS 14 H

QUARTAS  ÀS 20 H

Abraço fraterno !!

Norberto Zucas

(Informação recebida em email de Norberto Fátima [norbertoefatima@gmail.com])

 

 

 

 

Encontro de Amigos Espíritas: Motivar para Servir

Mineiros, GO

 

(Informação recebida em email de Domingos B.Rodrigues [domrodr@gmail.com])

 

 

 

 

Palestra no C.E. Dr. Mariano Dias com Claudinei Feltrin

Penápolis, SP

 

 

(Informação recebida em email de Agnaldo Rodrigues Alves [guinoplis@hotmail.com])

 

 

 

 

Inauguração da Associação Médico Espírita de

Teresópolis, RJ

 

Queridos irmãos de ideal Espírita.

 

Estamos por meio deste á convidá-los para inauguração de mais uma AME no nosso planeta ,na nossa orbe terrestre e celeste.É a AME Teresópolis que será inaugurada com o aval do Dr. Bezerra de Menezes, com certeza com o apoio da Dr.Marlene Nobre presidente da AME Brasil e com a ajuda da AME Nova Friburgo neste empreendimento tão maravilhoso e especial.Que Jesus nos guie sempre.

Segue em anexo cartaz convite.

 

Compareçam todos para comemorar conosco ...

 

(Informação recebida em email de Giovana Campos [giovana@ccbeunet.br])

 

 

 

 

Palestra com José Maria Souto Netto no C.E. Luz e Verdade

Marilia, SP

 

 

(Informação recebida em email de Donizete Pinheiro)

 

 

 

 

Seminário: Espiritismo e Autoconhecimento

Santos Dumont, MG

 

 

(Informações recebidas em email de Adriano Barroso)

 

 

 

 

Exposição: O brasileiro Chico Xavier

Brasília, DF

 

02 a 30 de abril de 2013

 

Acesse aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=_cWRvh9QxFc

 

 

(Informação recebida em email de Rose Moliterno e em  http://programamuitasvidas.blogspot.com.br/2013/04/exposicao-sobre-chico-xavier-salao.html)

 

 

 

 

Registro. Palestra com Plinio Bueno no

Centro Espírita Fabiano de Cristo. São Paulo, SP

 

25/04/2013, 20 horas

Tema: A conquista da paz interior!

 

 

(Informação recebida em email de arvensis@terra.com.br)

 

 

 

 

Ditinha Calixto e Evelyn Spinola no C.E. Raymundo Mariano Dias. Birigui, SP

 

Ditinha e Evelyn

 

PALESTRA ESPIRITA 03/05/2013 -20:00 H

CENTRO ESPIRITA RAYMUNDO MARIANO DIAS –BIRIGUI- Rua Bandeirantes, 183

BENEDITA ELENA CALIXTO- “DITINHA”  -

Tema:”FELICIDADE: MITOS, CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS”

Harmonização: Evelyn Spinola

 

 

(Informação recebida em email de LUDMILA ANTONIO BABETO [ludcorretora@yahoo.com.br])

 

 

 

Programação Diária – Semanal da Rádio CEAC

Bauru, SP

 

 

(Informação recebida em email de kaah Silvah [ka_kakys@hotmail.com])

 

 

 

Encontro singular

 

 

Pelo Espírito Irmão X. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: "Estante da Vida”. Lição nº 20. Página 95.

 

- Escute moço... Se é verdade que o senhor escreve para a Terra, conte o meu caso, amparando alguém...

A observação procedia de um rapaz desencarnado, em deplorável situação num vale de suicidas.

O seu corpo, que se adensava, pesado e escuro, se retorcia, qual se estivesse fixado em agitação permanente, e, na garganta, se lhe viam arroxeadas feridas, alentadas decerto pelos pensamentos de angústia a lhe percutirem, constantes, na forma atormentada.

Percebi-lhe a condição de enforcado e diligenciei colocá-lo à vontade:

- Fale meu irmão, quero ouvi-lo e aprender.

E o jovem, desenfaixado do envoltório físico, desmanchou-se em agoniadas recordações:

- Sabe?... Fui no mundo uma vítima do copo... Tudo começou numa festa... Lembro-me... Um convite inocente... Brincadeira... Um colega abeirou-se de mim com um frasco de bebida licorosa... Em seguida, a intimação amiga: um trago, só um trago... Recusei... Não tinha hábito... Em derredor de nós a roda alegre e expectante... “Então, você – zombeteou o companheiro sarcástico -, então você é dos tais... Um maricas... Filhinho da mamãe... Que faz você com as calças?...” Ignorava que aceitar um desafio desses era perigoso para mim... Os outros bebiam e gargalhavam... Acabei aderindo... Engoli uma talagada, outra e mais outra... Depois, a cabeça zonza e o prazer esfuziante... No dia seguinte, a necessidade do aperitivo... E, dos aperitivos, passei à bebedeira inveterada... Alfaiate bem pago, a breve trecho comecei a deteriorar-me em serviço... Erros, faltas, pileques, ressacas... Terminadas as tarefas cotidianas, trocava o lar pelo bar... E sempre o quadro lastimável, noite a noite... Amigos me apoiando até a casa e, na porta, a cansada mãezinha a esperar-me... Constantemente, a mesma voz doce, insistindo e abençoando... “Meu filho, não beba! Não beba mais!...” Minha reação negativa nunca falhava... Esbravejava, ameaçava, premindo-lhe os braços trêmulos... Na manhã imediata, os remorsos e as promessas de corrigenda e reajuste... Em sobrevindo a noite, porém, novas carraspanas e disparates... Em várias ocasiões, ao despertar, surpreendia pratos e copos quebrados e a informação estranha de que fora eu o culpado... Estivera em pavoroso delírio,  perpetrando desatinos e violências... Aborrecia-me, arrependia-me... No entanto, a sede de álcool sempre mais forte... As ocorrências infelizes se sobrepunham umas às outras, até que, um dia, acordei no cárcere... Oh! porquê? porque a prisão? Horrorizou-me a resposta do guarda... “Você é um assassino”... Eu? Um assassino?... E ele: “sim, você, “seu bêbado”, você matou”... Solucei, esmagado de sofrimento... O peito parecia rebentar-me e gritei: “meu Deus, meu Deus, que será de minha mãe?!... Aí, veio a revelação terrível: “foi ela própria que você destruiu...  sua mãe, sua vítima”... Não acreditei... Pedi provas... Levado à residência sob a custódia de alguns soldados, ainda pude vê-la cadaverizada na urna... Mostrava na garganta os sinais de estrangulamento... Em torno de nós, as testemunhas... Os que me haviam visto de perto com os dedos cravados na carne materna, em momento de insânia...  Ajoelhei e gritei debalde... Recolhido à cadeia, positivamente dementado, aguardei a noite alta e, aproveitando algumas tiras de cobertor, enforquei-me...

Desde então, sou um farrapo que vive, uma chaga que pensa... Se minha história triste pode servir a benefício de alguém, fale dela aos outros, aos que se acham no caminho terrestre, na bica da invigilância ou do desespero...

Anotei, ali mesmo, o episódio amargoso que alinhavo nesta crônica e deixo o relato, com as próprias palavras do desventurado protagonista, em nossa apresentação do assunto, para estudo e reflexão dos amigos reencarnados que porventura nos leiam.

Entretanto, recordando o meu próprio ceticismo no tempo em que estadeava o enxudioso uniforme carnal, entre os homens do plano físico, não estou muito certo de que alguém possa realmente acreditar em nós.

 

(Texto recebido em email de Antonio Sávio, Belo Horizonte, MG)

 

Foto Ismael Gobbo

 

 

 

 

Nota: Todas as notícias deste e de emails anteriores estão postadas no blog: http://ismaelgobbo.blogspot.com e no site www.noticiasespiritas.com.br. O trabalho é totalmente gratuito e desenvolvido com o concurso de colaboradores voluntários. 

 

 

 

Em absoluto respeito à sua privacidade, caso não mais queira receber este boletim de notícias do movimento espírita, envie-nos um email solicitando a exclusão do seu endereço eletrônico de nossa lista. Nosso endereço: igobi@uol.com.br

 

 

 

Editoração e envio: Ismael Gobbo, Araçatuba, SP. Gislaine Pascoal Yokomizo e Leonardo Yokomizo, Jacareí, SP