Notícias do Movimento Espírita

São Paulo, SP,  segunda-feira, 05 de dezembro de 2016

Compiladas por Ismael Gobbo

 

ismaellogo copy

http://ismaelgobbo.blogspot.com.br/          

 

Acessar o boletim de notícias aqui:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2016/DEZEMBRO/05-12-2016.htm

ou

https://www.facebook.com/ismael.gobbo.1

 

 

Parcerias

Rede Amigo Espírita:    http://www.redeamigoespirita.com.br/

Agenda Espírita Brasil: http://www.agendaespiritabrasil.com.br/

 

 

Editoração: Ismael Gobbo, São Paulo, SP.

Envio: Ismael Gobbo (SP) e Wilson Carvalho Júnior, Araçatuba (SP)

 

 

Notas

1. Recomendamos confirmar junto aos organizadores os eventos aqui divulgados. Podem ocorrer cancelamentos ou mudanças que nem sempre chegam ao nosso conhecimento.

2. Este e-mail é uma forma alternativa de divulgação de noticias, eventos, entrevistas e artigos espíritas. Recebemos as informações de fontes  diversas e fazemos o repasse aos destinatários de nossa lista de contatos. Trabalhamos com a expectativa de que as informações que nos chegam sejam absolutamente espíritas na forma como preconiza o codificador do Espiritismo, Allan Kardec.  Pedimos aos nossos diletos colaboradores que façam uma análise criteriosa e só nos remetam para divulgação matérias genuinamente espíritas.  O trabalho é totalmente gratuito e conta com ajuda de colaboradores voluntários (Ismael Gobbo).

 

 

Atenção

Se você tiver dificuldades em abrir o arquivo, recebê-lo incompleto ou cortado e fotos que não abrem, clique aqui:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2016/DEZEMBRO/05-12-2016.htm

 

No Blog onde é  postado diariamente:

http://ismaelgobbo.blogspot.com.br/

 

Ou no Facebook:

https://www.facebook.com/ismael.gobbo.1

 

 

 

 

   

Os últimos 5 emails enviados:

 

DATA                                        ACESSE CLICANDO NO LINK

 

03-12-2016     http://www.noticiasespiritas.com.br/2016/DEZEMBRO/03-12-2016.htm

02-12-2016     http://www.noticiasespiritas.com.br/2016/DEZEMBRO/02-12-2016.htm

01-12-2016     http://www.noticiasespiritas.com.br/2016/DEZEMBRO/01-12-2016.htm

30-11-2016     http://www.noticiasespiritas.com.br/2016/NOVEMBRO/30-11-2016.htm

29-11-2016     http://www.noticiasespiritas.com.br/2016/NOVEMBRO/29-11-2016.htm

 

 

 

 

 

 

Mensagem do dia

 

 

 

 

A FORÇA DO AGORA

 

 

“(...) Jesus convidou-te: Vinde hoje trabalhar na minha vinha.

Se aceitaste o chamado, nada esperes e atende-o; se te deténs esperando, já desperdiças valioso tempo, e se não o aceitas, voltarás ao caminho posteriormente em situação deplorável e dolorosa.

Aproveita e atende ao chamado.

Agora é o teu momento de autoiluminação.

Acende a luz do amor no íntimo, coloca o combustível da ação e sê feliz desde agora.

Jamais te arrependerás por aceitares o chamado do amor para a construção da harmonia interior.”

 

 

(Joanna de Ângelis/ Divaldo Franco, livro - Seja Feliz Hoje – 1ª edição, p 34 - Editora LEAL

    

 

 

 

 

LA POTENCIA DEL AHORA

 

 

...Jesús te invitó: Venid hoy a trabajar en mi viña.

Si aceptaste el llamado, no esperes y atiéndelo; si te detienes en espera, ya desperdicias un valioso tiempo, y si no lo aceptaras, volverás al camino posteriormente en una situación deplorable y dolorosa.

Aprovecha, y atiende el llamado.

Ahora es el momento para tu autoiluminación.

Enciende la luz del amor dentro de ti, emplea el combustible de la acción y sé feliz a partir de ahora.

Jamás te arrepentirás de haber aceptado la convocatoria del amor para la edificación de la armonía dentro de ti.

 

 

Joanna de Ângelis/Divaldo Franco

Libro Sea feliz hoy - Editora LEAL

 

 

Creación: Fátima Oliveira

Mansión del Camino - Salvador, Bahia, Brasil.

 

    

 

(Recebido em emails da tradutora MARTA GAZZANIGA [[email protected]], Buenos Aires, Argentina)

 

 

 

Publicação em sequência

A Gênese

 

 

 

 

 

 

 

 

(Copiado de Febnet)

Berçário Estelar  na Grande Nuvem de Magalhães.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:LH_95.jpg

 

 

 

 

Artigo por Divaldo Franco no jornal A Tarde, Salvador, BA

“Tragédias coletivas”

 

 

 

TRAGÉDIAS COLETIVAS

 

Divaldo Franco

Professor, médium e conferencista

 

Constantemente a humanidade é surpreendida por tragédias coletivas. Desde os fenômenos sísmicos às guerras, aos acidentes de várias ordens, demonstrando a fragilidade do ser humano ante as forças da natureza e as suas próprias paixões, que, amiúde, somos convidados a reflexionar em torno da transitoriedade carnal e sobre a continuidade da vida em outra dimensão.

Há poucos dias, um desastre aéreo de lamentáveis consequências feriu dezenas de famílias, ceifando vidas juvenis em plena busca da felicidade. Desejamos referir-nos ao acidente que arrebatou 71 vidas, especialmente de chapecoenses, deixando aflições inomináveis em muitos familiares e amigos.

Os conceitos filosóficos do materialismo diante do infortúnio não conseguem acalmar as ansiedades e as dores dos sentimentos vitimados pelas ocorrências infelizes do cotidiano, provocando, não raro, revolta e desespero.

Algumas correntes religiosas despreparadas para o enfrentamento dos desafios afligentes que ferem a humanidade simplificam a maneira de os encarar, transferindo para a “vontade de Deus” todas as ocorrências nefastas, sem que, igualmente, com algumas exceções, logrem o conforto moral e a esperança nas suas vítimas.

Ao Espiritismo cabe a tarefa urgente de demonstrar que a criatura humana é autora do próprio destino através dos atos que realiza.

A Divindade estabelece leis morais que atuam nas existências, com a mesma severidade que aqueloutras que regem o Universo e são inalteradas.

Embora Deus seja amor, o dever e o equilíbrio são expressões desse incomparável amor pelas criaturas.

O sofrimento não é um ato punitivo da Divindade, mas uma resposta da Vida ao comportamento malsão de quem se permite desrespeito aos supremos códigos.

Por intermédio da reencarnação o Espiritismo explica a lógica de acontecimentos tão funestos.

No caso em tópico, segundo a Imprensa, a Anac havia proibido a viagem programada, mas a fatalidade conseguiu uma maneira de atender ao determinismo cármico, mediante o aluguel de uma outra aeronave boliviana. Alguns sobreviventes e outros, que não puderam viajar por uma ou outra razão, foram poupados da terrível provação, por não fazerem parte do grupo comprometido com as Leis divinas.

Provavelmente essas vítimas resgataram antigo débito moral no seu processo evolutivo e foram reunidas para o ressarcimento coletivo, conforme a responsabilidade do conjunto em algum desmando anterior, de existência pregressa.

Hoje, no mundo espiritual, na condição de vítimas das circunstâncias de que não são responsáveis, encontram-se amparados por Espíritos nobres, que os auxiliarão a encontrar a plenitude. Aos seus familiares e amigos, apresentamos a nossa solidariedade.

 

 

Artigo publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 1-12-2016.

Achou interessante? Passe um e-mail ou ligue para os nºs abaixo e comente, isso é muito importante para a permanência da coluna no referido jornal.

 

Central Telefônica: (71) 3340 - 8500 -

Redação: (71) 3340 - 8800

E-mail - [email protected]

 

 

ESPANHOL

 

 

TRAGEDIAS COLECTIVAS - Artículo de Divaldo Franco en el periódico A Tarde,
el 1-12-2016.


 

 

 

TRAGEDIAS COLECTIVAS

 

Divaldo Franco

Profesor, médium y conferencista

 

Constantemente la humanidad es sorprendida por tragedias colectivas. Desde los fenómenos sísmicos hasta las guerras, los accidentes de diversas categorías demuestran la fragilidad del ser humano, ante las fuerzas de la naturaleza y sus propias pasiones, de modo que a menudo somos invitados a reflexionar acerca de la transitoriedad de la vida en la carne, y sobre la continuidad de la vida en otra dimensión.

Hace pocos días, un desastre aéreo de lamentables consecuencias ha afectado a decenas de familias, y segó vidas juveniles en plena búsqueda de la felicidad. Deseamos referirnos al accidente que arrebató 71 vidas, especialmente de chapecoenses, y dejó aflicciones indescriptibles en muchos familiares y amigos.

Los conceptos filosóficos del materialismo relativos al infortunio, no consiguen calmar las ansiedades ni los dolores de los sentimientos que han sido víctimas de los acontecimientos funestos de la vida cotidiana, que provocan -no pocas veces-, rebeldía y desesperación.

Algunas corrientes religiosas, que no están preparadas para afrontar los desafíos afligentes que afectan a la humanidad, simplifican la manera de encararlos, y trasladan a la voluntad de Dios todos los acontecimientos nefastos, sin que de tal modo -con algunas excepciones-, obtengan el consuelo moral ni la esperanza en sus víctimas.

Al Espiritismo le cabe la tarea urgente de demostrar que la criatura humana es autora de su propio destino, a través de los actos que realiza.

La Divinidad establece leyes morales que actúan en las existencias, con la misma severidad que aquellas otras que rigen el universo, y son inalterables.

Aunque Dios sea Amor, el deber y el equilibrio son expresiones de ese incomparable Amor por las criaturas.

El sufrimiento no es un acto punitivo de la Divinidad, sino una respuesta de la Vida al comportamiento nocivo, de quien se permite faltar al respeto a los supremos códigos.

Por intermedio de la reencarnación, el Espiritismo explica la lógica de acontecimientos tan funestos.

En el caso que nos ocupa, según la prensa, la ANAC había prohibido el viaje programado, pero la fatalidad consiguió una manera de atender al determinismo cármico, mediante la contratación de otra aeronave boliviana. Algunos sobrevivientes, y otros que no pudieron viajar por una u otra razón, fueron eximidos de la terrible prueba, porque no forman parte del grupo comprometido con las Leyes divinas.

Probablemente, esas víctimas han rescatado una antigua deuda moral en su proceso evolutivo, y fueron reunidas para el resarcimiento colectivo, conforme con la responsabilidad del conjunto en alguna transgresión anterior, de una existencia previa.

Hoy, en el mundo espiritual, en la condición de víctimas de circunstancias de las que no son responsables, se encuentran amparados por Espíritos magnánimos, que los auxiliarán a que encuentren la plenitud.

 

A sus familiares y amigos, presentamos nuestra solidaridad.

 

 

Artículo publicado en el periódico A Tarde, columna Opinión, el 1-12-2016.

Achou interessante? Passe um e-mail ou ligue para os nºs abaixo e comente, isso é muito importante para a permanência da coluna no referido jornal.

 

Central Telefônica: (71) 3340 - 8500 -

Redação: (71) 3340 - 8800

E-mail - [email protected]

 

 

 

(Textos recebidos em emails de MARTA GAZZANIGA, Buenos Aires, Argentina))

 

 

 

Nota pública da ABRAME

Associação Brasileira dos Magistrados Espíritas

 

 

(Recebida em emails de [email protected]; em nome de; [email protected] e de Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier [[email protected]])

 

 

Nota da AJE-Brasil sobre o STF e o Aborto

 

 Caros amigos e amigas: segue nota da AJE-Brasil para eventual divulgação.

 

Abraço fraternal,
--

Tiago

 

A respeito da decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) no âmbito do julgamento do Habeas Corpus 124.306, que afastou a prisão preventiva de acusados de suposta prática de aborto em caso concreto no Estado do Rio de Janeiro, a Associação Jurídico-Espírita do Brasil (AJE-Brasil) esclarece que o STF, ao contrário do divulgado pela mídia, não descriminalizou o aborto até o terceiro mês de gestação.

A polêmica em torno do assunto veio a lume em razão do voto do ministro Luis Roberto Barroso, que além de concluir pela ausência dos requisitos para a prisão preventiva do caso concreto, sustentou ser inconstitucional a incidência do crime de aborto no caso de interrupção voluntária da gestação no primeiro trimestre.

A AJE-Brasil reafirma que o direito fundamental à vida é inerente a qualquer ser humano, e isso a contar da concepção. Para tanto, a instituição ressalta a importância de se desenvolver políticas públicas para a atenção e o cuidado com a gestante aflita, acolhendo-a com solidariedade e assegurando-lhe seus direitos fundamentais, viabilizando, com isso, meios e condições para que a gestação ocorra com respeito à dignidade da mãe e em atenção às leis naturais.

 

[email protected]

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

 

(Texto recebido em email de Tiago Essado [[email protected]])

 

 

Boletim da Federação Espírita Brasileira

Brasília, DF

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Descadastre-se caso não queira receber mais e-mails.

 

(Recebido de [email protected])

 

 

Em favor da vida,

a Federação Espírita Brasileira diz não ao aborto!

 

 

---------- Mensagem encaminhada ----------
De:
Data: 1 de dezembro de 2016 16:25
Assunto: Em favor da vida, a Federação Espírita Brasileira diz não ao aborto!
Para: 

Clipping enviado pela ASCOM da FEB.

 

View this email in your browser

Em favor da vida, a Federação Espírita Brasileira diz não ao aborto!

 
– Qual o primeiro de todos os direitos naturais do homem?
 
– O de viver. Por isso é que ninguém tem o de atentar contra a vida de seu semelhante, nem de fazer o que quer que possa comprometer-lhe a existência corporal.
(O livro dos espíritos, Allan Kardec, questão 880)

 

Compreendendo a vida como direito fundamental, a Federação Espírita Brasileira e o Movimento Espírita posicionam-se contrários à legalização do aborto em nosso País.

Em face do desenvolvimento da Ciência, comprova-se o início da vida humana desde o momento da concepção no ventre materno, e não somente quando ocorre o nascimento, como afirmam muitos.

Em 2005, empenhados nesta luta, os ex-presidentes da Federação Espírita Brasileira (FEB), Nestor Masotti; da Associação Brasileira de Magistrados Espíritas (Abrame), Zalmino Zimmermann; e da Associação Médico-Espírita do Brasil (AME-Brasil), Marlene Nobre, entregaram manifestos contra o aborto, sendo recebidos por várias autoridades da Procuradoria Geral da República, Senado, Câmara dos Deputados e Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Na oportunidade, o então presidente da FEB, Nestor Masotti, frisou que o posicionamento do Espiritismo baseava-se nas ciências jurídica e médica, evidenciando, ainda, a necessidade de ampliação do diálogo com a população.

Informe-se, diga não ao aborto e saiba o porquê!

http://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/em-favor-da-vida-a-federacao-espirita-brasileira-diz-nao-ao-aborto/

 

Copyright © 2016 Federação Espírita Brasileira (FEB), Todos os direitos reservados.
Informações da FEB e FEB Editora

Our mailing address is:

Federação Espírita Brasileira (FEB)

SGAN 603, Conjunto F Av. L2 Norte

BrasíliaDF 70830106

Brazil


Add us to your address book



unsubscribe from this list    update subscription preferences 

Email Marketing Powered by MailChimp


 



(Email repassado por João Marchesi Neto)

 

 

 

Vídeo de palestra por Nazareno Feitosa

 

 

Palestra Aborto e STF: A Cura pelo Amor. Vida e Reencarnação HD com Nazareno Feitosa na Câmara dos Deputados, Brasília, 2016. Se você acha que o vídeo pode ser útil para alguém, clique em "gostei/curtir" no Youtube e compartilhe em suas redes sociais. Site: www.nazarenofeitosa.com.br. Inscreva-se no canal www.youtube.com/user/nazarenofeitosa

Link para o vídeo: https://youtu.be/1yzNDKHjD6A

 

 

Fraternalmente,

Nazareno Feitosa

Blog: www.nazarenofeitosa.com.br

 

Canal no YouTube: http://www.youtube.com/nazarenofeitosa

 

FACEBOOK: https://www.facebook.com/Nazareno-Feitosa-Expositor-Esp%C3%ADrita-235714326492265/

 

Assista à FEBTV - WebTV e TV via satélite da Federação Espírita Brasileira: www.febtv.com.br

 

Curta a página da FEDF no Facebook: www.facebook.com/fedf.oficial

--

 

 

Nota da AME-Brasil

 

STF e seus equívocos


A AME-Brasil recebeu com profunda surpresa a decisão tomada dia 29/11/2016 pela 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) ao não considerar crime a prática do aborto durante o primeiro trimestre de gravidez no julgamento de uma clínica de aborto, em Duque de Caxias (RJ). Entendemos que essa decisão gera uma jurisprudência que favorecerá o embasamento das decisões judiciais de outras instâncias por todo o Brasil, abrindo assim um precedente para descriminalizar o aborto até o terceiro mês de gravidez.


Lamentamos profundamente a posição tomada pelo STF que além de desconsiderar toda a questão médica científica, assumiu um papel de legislador, ferindo a própria Constituição Federal que deveria defender, agindo de forma prepotente e desrespeitosa em relação à população brasileira, que é na sua grande maioria contrária à prática do aborto.


Nos assustam tais atitudes do Judiciário neste momento em que as instituições políticas, como a Câmara Federal e o Senado, encontram-se em crise. O STF deveria ser a base de sustentação na defesa do direito primordial e mais básico do ser humano que é a vida.


As justificavas utilizadas para defender o aborto nessas condições baseadas no argumento que a maioria dos "países democráticos" e "desenvolvidos" assim o fazem é demonstrar falta de autenticidade, autonomia, respeito próprio e jogar fora todos os conhecimentos científicos da embriologia médica.


Cabe ressaltar que o Brasil não é um país desenvolvido. A nossa cultura não é de um país desenvolvido, a nossa educação e saúde pública não é de um país desenvolvido. Não passa de um pensamento mágico e pueril achar que copiando algo de fora possa ser "bom" para nós ou nos transforme em países "desenvolvidos" quando nos faltam os elementos mais básicos e essenciais para atingirmos essa realidade. Querer copiar coisas de fora sem estar atento e sem atender as reais necessidades internas também não é uma prática de países desenvolvidos.

Esse argumento não serve como embasamento para decisões tão sérias que exigem clareza e conhecimento de causa.


Sabe-se que no Brasil a mortalidade materna e infantil caíram drasticamente nos últimos anos graças a vários fatores como pré-natal, saneamento básico, aleitamento materno, melhor distribuição de renda e programa de saúde da família.


O aborto nunca deverá ser usado como fonte de enriquecimento para clínicas abortistas que em nada atendem as necessidades da população carente e sua utilização como instrumento para controle de natalidade é simplesmente abominável.


O que precisamos é de educação e melhores condições sociais com profundo respeito a vida.


O que caracteriza o valor de uma sociedade é sua capacidade de proteger os mais fracos. E a criança no útero materno é o elo mais frágil da sociedade exigindo braços fortes e sensíveis que a protejam.
Esperamos que no futuro esse argumento da "maioria" não se sobreponha as conquistas do pensamento científico, dos valores éticos e no respeito ao pensamento da maioria da população brasileira.

 

Nesse momento nos envergonhamos profundamente dos homens públicos que deveriam ser o esteio e o exemplo de uma sociedade justa e solidária.

 Gilson Luis Roberto

Presidente da Associação Médico-Espírita do Brasil (AME-Brasil)

(Informação recebida em email de Giovana Campos)

 

 

 

Movimento Brasil Sem Aborto:

Nota Sobre A Decisão Do STF

Publicado em: http://brasilsemaborto.org/2016/11/30/nota-sobre-a-decisao-do-stf/

30 de novembro de 2016

​​

No dia 29 de novembro, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu julgamento de Habeas Corpus impetrado por cinco presos por crime de aborto, previsto pelo Artigos 126 e 288 do Código Penal, que tipificam os crimes de aborto provocado e formação de quadrilha.

O Ministro Marco Aurélio, relator do pedido de Habeas Corpus, proferiu parecer no sentido de que não haveria necessidade de prisão preventiva, uma vez que os réus eram primários e não demonstraram intenção de obstruir o processo. No entanto, o Ministro Luís Roberto Barroso pediu vista e emitiu voto-vista, concluindo pelo deferimento do pedido de Habeas Corpus, adicionando à conclusão do voto do relator sua tese de que a Constituição Federal não recepcionaria os Artigos 124 a 126 do Código Penal, no caso em que o feto estivesse em gestação por menos de três meses.

Cabe esclarecer que os julgados comuns, como é o caso do Habeas Corpus, não geram efeito vinculante e não são obrigatórios para todos, mas apenas para as partes daquele processo. No entanto, verifica-se que o voto-vista aproveitou decisão sobre a não-prisão preventiva para fazer ativismo pró-aborto, num momento em que se está discutindo a permissão para realização de aborto em casos de Zica.

Os únicos argumentos utilizados pelo ministro para estabelecer o terceiro mês como base para o encerramento da vida intrauterina do nascituro foram (i) a viabilidade fora do útero, colocada em seu voto de forma genérica, sem fontes e embasamento clínico-científico, e (ii) o de que países desenvolvidos não tratam a interrupção voluntária da gravidez como crime até o terceiro mês de gestação. No entanto, copiar legislação de outros países anacronicamente e sem consideração dos fatores culturais e sociais é prática que denota falta de maturidade jurídica, considerada prejudicial à democracia por querer alavancar um suposto desenvolvimento à revelia da sociedade.

O Artigo 196 da Constituição Federal diz que a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

Alguns dos réus mantinham clínica clandestina de aborto, não submetida a nenhum controle sanitário e de procedimentos, fazendo cobranças por seus serviços à margem do ordenamento tributário e submetendo as mulheres a altos riscos de saúde. E tiveram o mesmo tratamento dado à gestante que em momento de desespero se submeteu a todos esses riscos, provavelmente sem saber de todos eles.

A Primeira Turma que seguiu o voto-vista utilizou essa frágil situação para tomar posicionamento sobre matéria que está sendo discutida pelo Congresso Nacional, extrapolando o princípio da divisão dos Poderes, pilar do nosso Estado Democrático de Direito. A Constituição Federal, em seu Artigo 227, determina que “é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão”.

Entendemos que a motivação da decisão do STF proferida ontem, ainda que não gere jurisprudência sobre o assunto, fere os direitos do nascituro e não dá prioridade à vida deste frente aos direitos da mulher. Entendemos e defendemos as mulheres em todos os seus direitos. Justamente por isso, não podemos permitir que elas sejam submetidas ao engano, ainda mais vindo por meio de entes estatais.

A dúvida do ministro sobre a recepção dos referidos artigos do Código Penal está sendo tirada pelo Congresso Nacional, por meio da reforma do Código Penal, a qual está sendo amplamente debatida com a sociedade.
A tese de que o direito à vida do nascituro é variável conforme o estágio gestacional não encontra respaldo na medicina, uma vez que o desenvolvimento intrauterino varia de pessoa para pessoa, assim como ocorre na vida extra-uterina. Utilizar-se de dúvidas para embasar decisões jurídicas que incorram na eliminação de embriões humanos mostra pouca cautela em decisões que dependeriam de muita ponderação e motivação exaustivamente fundamentada acerca das consequências sociais das sinalizações de decisão dadas por nossos magistrados.

Também a tese da proporcionalidade não considera que se está comparando objetos distintos: a vida do nascituro versus o bem-estar da mulher, sem considerar todos os fatores envolvidos na interrupção voluntária de uma gravidez, sem pensar na situação em que a gestante se encontra, muitas vezes pressionada a abortar por pessoas que ela ama. Também ignora o fato de que os homens são afetados por decisões tomadas pelas mulheres num momento de desespero das quais eles sequer tiveram a oportunidade de participar.

Ademais, por não encontrar respaldo na nossa legislação atual, que garante a inviolabilidade do direito à vida (CF Art. 5º), a motivação dada pela primeira turma demonstra intenção de promover inovação legislativa por parte do poder judiciário, o que pode ser enquadrado no Art. 49, XI, da nossa Carta Magna, que estabelece que cabe ao Congresso Nacional zelar pela preservação da sua competência legislativa. Assim, a mera criação de uma comissão especial para analisar a legislação sobre aborto no país não basta, é necessária a aprovação do PL 4754/2016, que “Tipifica crime de responsabilidade dos Ministros do Supremo Tribunal Federal a usurpação de competência do Poder Legislativo ou do Poder Executivo.”

Pelo exposto, a motivação dada à decisão sobre o HABEAS CORPUS 124.306 RIO DE JANEIRO é digna de repúdio, por ferir o respeito ao direito à vida do nascituro e a preservação da dignidade e saúde da mulher, facilitando que os profissionais da clínica clandestina de aborto continuem a explorar mulheres em situação de vulnerabilidade, respondendo em liberdade por crime tipificado.

Um abraço pela VIDA!

 

Movimento Nacional da Cidadania pela Vida - Brasil sem Aborto

Comitê-RJ

 

(Informação recebida em email de [email protected]; em nome de; [email protected])

 

 

 

 

Notícia do SEI – Serviço Espírita de Informações

Rio de Janeiro, RJ

 

Serviço Espírita de Informações

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

PETIÇÃO CONTRA O ABORTO

 

Esta semana, ao julgar um caso em particular, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que fazer aborto nos três primeiros meses de gestação não é ilegal. Embora a decisão não descriminalize a prática do aborto no Brasil, cria precedente para que juízes deem sentenças equivalentes em outros processos sobre aborto.

Preocupados, grupos pró-vida estão organizando manifestações contra a decisão. Uma delas é uma petição pública para a Câmara dos Deputados com a seguinte solicitação: "Anulem a decisão do STF em favor do aborto".

Quem quiser somar esforços, pode assinar a petição, que está disponível em www.citizengo.org/pt-pt/node%3Anid%5D-anulem-decisao-do-stf-em-favor-do-aborto-0?tc=wp&tcid=29962911.

 

 

(Informação recebida de Serviço Espírita de Informações)

 

 

Conferência no Centro de Cultura Espírita de

Caldas da Rainha, Portugal

Na sexta-feira, dia 9 de Dezembro de 2016, às 21H00, no Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha, haverá uma palestra espírita onde será passada uma Curta-metragem sobre aborto e suicídio à luz do espiritismo.

Esta palestra terá lugar na sede do Centro de Cultura Espírita, no Bairro das Morenas, em Caldas da Rainha, na Rua Francisco Ramos, nº 34, r/c.


As entradas são livres e gratuitas.
Este centro tem página na Internet em https://cceespirita.wordpress.com e e-mail [email protected]

Fonte: CCE (C. Rainha)

 

 

_ _

 

António Luís

[email protected]

(+351) 914 269 532

 

Sugestões:

https://cceespirita.wordpress.com/

http://adeportugal.org

 

"Começa, aceitando a própria vida, tal qual é, procurando melhorá-la com paciência" - Emmanuel

 

 

(Informação recebida em email de António Luís [[email protected]])

 

 

 

FEDF - Aniversário de 54 anos – nova logomarca

Brasília, DF

 

 

 

A Federação Espírita do Distrito Federal – FEDF, comemora hoje os seus 54 anos de existência e lança a sua nova logomarca.

 

 

Fraternalmente,

Diretoria de Comunicação Social Espírita – DCS/FEDF
[email protected]
__________________________________________________________________________________


FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO DISTRITO FEDERAL – FEDF

Sede Sudoeste: QMSW 05,  Lote 05 – Setor Sudoeste – Brasília/DF  -  (61) 3344-8237
Sede 408 Sul: SHCS 408 – Asa Sul – Brasília/DF – (61) 3443-0306
Visite o site da FEDF ( http://www.fedf.org.br/ ) e veja noticias, calendário de eventos, endereços das casas espíritas do DF, horários das nossas atividades, e-mail e fones das diversas diretorias, entre outros.
Descrição: http://www.kuenstlerhaus-muc.de/images/layout/facebook.png    Descrição: Twitter

 

(Informação recebida em email de JOSE AMIN [[email protected]])

 

 

 

23º Congreso Espírita Nacional 2016

Calpe, Espanha

 

Buenas noches a todos

 

Del 4 al 6 de diciembre de 2016, celebramos el 23º Congreso Espírita Nacional 2016, con el lema "Los mensajeros espirituales".

 

Para los que no pueden acudir personalmente al evento, la Federación Espírita Española transmitirá en directo, todas las conferencias y seminarios, a través de su canal en Youtube.

 

Para acceder al canal, pincha en el link a continuación.

 

https://www.youtube.com/watch?v=ZNsbtZvoobo&feature=youtu.be

 

 

 

Os recordamos que CEADS estará cerrado mañana, sábado, 03 de diciembre.

 

 

 

Un saludo y hasta pronto

 

 

Centre Espírita Amalia Domingo Soler (CEADS)

 

Comunicación

Calle Ventura Plaza 15 – bajos - 08028 – Barcelona

www.ceads.es

 

(Com informações recebidas em email de Giovana Campos)

 

 

Informações do Light and Peace Spiritist Centre

Adelaide, Austrália

 

Acesse aqui:

http://www.lightandpeace.org/

 

 

 

 

 

 

Palestra programada para o C.E. Francisco de Assis

Avanhandava, SP

 

CENTRO  ESPIRITA FRANCISCO DE ASSIS

RUA TIBIRIÇÁ Nº 522 - AVANHANDAVA

 

 

 

CONVIDA A TODOS PARA ASSISTIREM A PALESTRA 

 QUE A

 

SUELY MARIA PEREIRA

 

DA CIDADE  DE

PENÁPOLIS

 

 

 

FARÁ NESTA QUARTA-FEIRA  DIA 07-12-2016

ÀS 20,00 HORAS

 

 

TEMA: " BENS MATERIAIS E BENS ESPIRITUAIS "

 

 

(Informação recebida em emails de Luiz Antonio da Silva e de João Marchesi Neto)

 

 

 

Lançamento de livro no CEAC

Bauru, SP

 

 

(Recebido em email de Sidney Fernandes)

 

 

Palestra no G.E.E.A. A Caminho da Luz

São Paulo, SP

 

 

(Informação recebida em email de Plinio Penteado Jr.)

 

 

 

Palestra programada para o Grupo Espírita Legionários do Bem

Nova Friburgo, RJ

 

 

(Informação recebida em email de Giovana Campos)

 

 

Programação de aniversário do C.E. Francisco Cândido Xavier

São José do Rio Preto, SP

 

 

(Informações recebidas em emails de Antonio Carlos Navarro e de João Marchesi Neto)

 

 

XIX Conferência Estadual Espírita

Pinhais, PR

 

A sua presença somente abrilhantará o evento.

Informações a respeito de hotéis e detalhes adicionais, acesse http://www.conferenciaespirita.com.br/

 


TEATRO FEP

 

  

(Informação recebida em email de Momento Espirita [[email protected]])

 

 

 

Palestra programada para o T.E. Irmão João Massarelli

São Caetano do Sul, SP

 

 

Imagem inline 1

 

 

****************************************

 

 

Imagem inline 2

 

(Informações recebidas em email de Ademir Mendes)

 

 

 

Palestra Espírita programadas para o UEDAC

João Pessoa, PB

 

 

 

(Informações recebidas em email de Marcos Paterra)

 

 

Natal para Jesus 2016 do C.E. Lar Escola Semeadura de Jesus

Guarulhos, SP

 

 

Olá, pessoal. Como muitos amigos reclamaram por não ter recebido este e-mail, estou reencaminhando a todos. Caso já o tenha recebido apenas desconsidere, OK?

Ainda temos cerca de 90 crianças sem padrinhos, se puder, por favor, ajude!

 

Olá, Amigos!

Mais um ano chegando ao fim... 

Vamos, como sempre, realizar nossa ação social para:

Fazer o Natal de muitas CRIANÇAS MAIS FELIZ!!

NO DIA 18/12/2016 (Domingo)

Faremos a Festa de final de ano com a entrega

dos presentes de Natal para crianças carentes,

moradoras das Comunidades do Quinze, Cumbica ,

Água Azul, Hatsuta, São João e Lavras.

Local: Teatro Adamastor

Av. Monteiro Lobato, 734

Macedo - Guarulhos - SP

Horário: 14:00 às 17:00 horas

Todos estão convidados a participar!

 

Para que alcancemos o objetivo proposto conto com a ajuda de todos!

Precisamos de PADRINHOS e MADRINHAS,

pessoas que se comprometam a comprar os

presentes de natal para as Crianças,

esse presente é composto de:

 

Uma roupa, um calçado, um brinquedo,

produtos de higiene pessoal  e uma caixa de bombons.

A alegria que vocês proporcionam a essas Crianças não tem preço!

Às vezes, um pequeno sacrifício nosso, seja financeiro ou de tempo,

faz toda a Diferença para aqueles que têm muito pouco.

Para muitas dessas crianças esse será o único presente que ganharão nesse Natal!

 

Responda a esse e-mail, dizendo querer colaborar que eu mando o nome

da(s) criança(s) beneficiada(s), sua idade, os tamanhos da roupa e do calçado

e o local de entrega do(s) presente(s).

 

Lembre-se que é uma OPORTUNIDADE para fazer algo de bom pelo

próximo, mas é também uma grande RESPONSABILIDADE,

pois as crianças estarão esperando e contam contigo!!!

 

Mobilizem amigos e familiares, são mais de 500 crianças!!!!

 

Os presentes deverão ser entregues até o dia: 12/12/2016.

 

Conto com vocês

Grande Abraço

Edson

 

NATAL PARA JESUS 2016

Trabalho de assistência social do

Centro Espírita Lar Escola Semeadura de Jesus

Rua Alexandre de Oliveira Calmon, 192

Vila Lanzara - Guarulhos (SP)

(Informação recebida em email de Edson S. Hamazaki [[email protected]])

 

 

Palestra programada com André Luiz Rosa no

C.E. Casa de Emmanuel. Itatiba, SP

 


(Informação recebida em email de João Batista [[email protected]])

 

 

Simpósio: Inserção da Espiritualidade/Religiosidade no Cuidado Integral da Saúde. Uberaba, MG

 

 

(Informação recebida em email de Giovana Campos)

 

 

 

Revista eletrônica semanal “O Consolador”

Londrina, PR

 

Acesse:

www.oconsolador.com.br

 

 

 

 

 

 

Informe Luz Espírita

São Paulo, SP

 

Acesse aqui:

http://www.luzespirita.org.br/informe/informe.html

 

 

 

 

 

 

Leia o jornal Ação Espírita no link abaixo

Marília, SP

 

 

Olá, amigos.

 

 

A edição 118 do Ação Espírita já foi distribuída.

 

Quem não teve acesso à impressa, pode vê-la

pelo link abaixo.

 

http://www.mariliaespirita.jor.br/acaoespirita/acao118.pdf

 

Abraços fraternais,

 

Donizete

 

 (Informação recebida em email de Donizete Pinheiro)

 

 

 

Panetones de Natal do Lar Uma Nova Esperança

Limeira, SP

 

Vendas de Panetone 2016

Neste ano o Lar Uma Nova Esperança estará vendendo panetones para o Natal.
Presentei os seus funcionários, clientes, fornecedores, amigos e familiares com um delicioso panetone de 500g.
O Lar Uma Nova Esperança não conta com nenhuma verba: federal, estadual.
É inteiramente mantido com doações, e promoções.
Cada unidade custa apenas R$13,00 e temos desconto por volume, para você que deseja mais de 9 unidades.

De 1 a 9 unidades = valor unitário R$13,00.

De 10 a 29 unidades = valor unitário R$12,00.

De 30 a 49 unidades = valor unitário R$11,50.

Acima de 49 unidades = valor unitário R$11,00.

Enviar e-mail para [email protected] com o nome da pessoa ou cadastro da empresa para enviarmos o boleto para pagamento, ou se preferir fazer o pagamento em cheque, dinheiro ou cartão, entrar em contato no seguinte telefone (19) 99480-2520 com Rafaela.

Precisaremos do NOME, CNPJ ou CPF, TELEFONE, E-MAIL, ENDEREÇO DE ENTREGA.

Entregaremos no mês de Dezembro, em Limeira.


 

Você tambem pode ajudar!!!



Podemos contar com você?.

 

Estamos cientes da crise economica que o nosso país atravessa, e é por isso mesmo que a sua doação tem o TRIPLO da importancia.

 

Doe qualquer valor pelo cartão de crédito.


Para doar pelo boleto clique aqui e doe qualquer valor.

 


 

O Lar Uma Nova Esperança é uma entidade filantrópica, sem fins lucrativos, idônea, que se dedica a ajudar a Família (Mãe e crianças).

Basicamente nós trazemos para morar na instituição a Mãe e as crianças, que foram abandonadas pelo marido, e estão em risco social.

É inteiramente mantido com doações, e promoções.

Esse projeto não conta com nenhuma verba: federal, estadual.


Clique aqui e veja o projeto completo.


Opt_Out: para sair da lista e não receber mais nossos e-mails
clique aqui.

(Informação recebida em email de [email protected])

 

 

Campanha de Panetones e Chocotones beneficentes

Poços de Caldas, MG

 

 

CENTRO ESPÍRITA CASA DO CAMINHO

Rua Benedito Quinteiro, 20 –

​BAIRRO ​

COHAB – Poços de Caldas – MG 

Imagem inline 1

 

​CONTAMOS COM SUA PARTICIPAÇÃO E GENTILEZA NA DIVULGAÇÃO!​

 

 

 (Informações recebidas em email de Domingos B. Rodrigures)

 

 

Comitê Betinho pede ajuda- Cisternas para as vítimas da seca

Natal 2016

 

 

[email protected] [email protected],

Tudo bem, vc vai pensar: lá vem de novo o Zé Roberto com as cisternas... E é isso mesmo! 

 

Peço (e como é  bom não precisar pedir para a gente!)  o apoio de vocês 

1) Depositem  numa das contas abaixo

2) Repassem esta msg e compartilhem no Face.

 

Prometo voltar ao assunto somente em 2017!

 

Frater,

Ze Roberto Barboza, presidente voluntário

comitebetinho.org (11) 3115-2518

 

Comitj Betinho


Caso não esteja visualizando este e-mail corretamente, clique aqui

 

 (Informação recebida em email de http://comitebetinho.org.br/img/email/cb.html)

 

 

Big Brother interno...

 

 

 

                                   Wellington Balbo – Salvador BA.

 

Logo começará o Big Brother... Aliás, ainda existe? Estou escrevendo como se existisse. Eu assisti algumas edições de forma bem picada, acho que acompanhei legal mesmo o primeiro. Sempre me chamou atenção no programa a concordância que as pessoas têm com a quebra de sua intimidade. Câmeras para todos os lados com a anuência dos participantes, até porque quando se entra ali sabe o que vai acontecer. Algo pra mim sagrado é a intimidade. Intimidade vem do latim “intimus”. Este “in” no início da palavra quer dizer “em”, ou seja, intimidade significa “em dentro”, algo que está internamente em nós; ideias, sonhos, visão de vida, medos, preconceitos.

Intimidade é, pois, diferente de privacidade, mas isto é papo para um outro texto. Sigamos com o Big Brother e a quebra da intimidade. Eu não participaria deste programa de forma alguma, porquanto, como disse acima, quero minha intimidade revelada apenas às pessoas que eu escolher. Direito meu. Como é direito do Big revelar sua intimidade ao Brasil inteiro. Pois bem, todo este papo foi apenas para falar que nossas intimidades não estão assim tão íntimas... Há um Big Brother interno, um Big Brohter mais curioso que o da televisão e, diga-se, infalível... É uma câmera que nos filma a todos os instantes da existência. Uma câmera chamada consciência...

Outro dia comentava no centro espírita que podemos mentir para todos: para a justiça, aos pais, à escola, aos empregados ou aos patrões...

Podemos matar a avó infinitas vezes, inventar desculpas de que estamos doentes, dizer à esposa ou ao marido que faremos hora extra, falar que a dor de dente pegou legal e trocar mensagens às escondidas no zap zap... Só não temos condições de mentir para a própria consciência... Essa tal de consciência vê tudo o que a gente faz, implacável, é como um Big Brother interno, uma câmera que filma absolutamente todas as nossas ações... Ela está sempre a espreita, acompanha-nos no frio ou calor, se estivermos na praia ou em montanhas, no médico ou fazendo um pipi no acostamento da estrada...

A consciência é a voz, nem sempre escutada, que revela o que devemos fazer. Sabe aquela voz que ecoa intimamente a dizer-nos: está errado... devolva a grana da Petrobrás... deixe de legislar em causa própria... não jogue lixo na rua... Pois é, esta é a consciência, este é o Big Brother interno. Poucos a consultam, muitos a ignoram, outros tantos nem sabem que ela existe.

Mas Allan Kardec tratou deste ponto na questão 621 de O livro dos Espíritos. E os sábios invisíveis informaram que na consciência  estão escritas as leis de Deus.

Interessante que logo mais, na questão 625, Kardec indaga sobre um modelo perfeito, um exemplo, alguém em quem poderíamos nos inspirar, e, tão curta como a resposta 621, os Espíritos informaram: Jesus!

Percebe-se, ai, um link entre Jesus e a consciência. É ele o perfeito ouvinte da consciência, tão desperta, tão ampla que se sobrepõe a qualquer influência da matéria.

Pois é...

A consciência está ai para sermos seus bons ouvintes... Ela está lá, firme e forte... A consciência está lá, observando-nos, filmando-nos e, para ela, não podemos mentir...

 

Adão e Eva no Paraiso Terrestre. Pintura de Wenzel Peter.

Imagem/fonte: https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/cf/Adam_et_%C3%88ve_au_Paradis_Terrestre.jpg

 

 

 Na frente do bem

 

 

 

Pelo Espírito Irmão X (Humberto de Campos).

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Fé. Lição nº 16. Página 54.

 

Conta-se que, em certa ocasião, na casa dos apóstolos de Jesus, em Jerusalém, o trabalho de atendimento aos necessitados havia recrudescido.

Simão Pedro era o alvo das solicitações e das aflições.

Petitórios e queixas.

Quantos haviam escutado referências ao nome de Jesus e aos prodígios de amor que o Mestre realizara, vinham de longe...

E suplicavam...

E clamavam...

Muitos traziam querelas, outros carreavam perturbações.

Não raro, irmãos em demanda familiar, entravam em rixa ali mesmo, no recinto da fraternidade, trocando injúrias e pescoções.

Viajantes em extremo desespero abordavam a generosa moradia, implorando consolação.

Muitas vezes, os rogos se degeneravam em gritaria e palavrão, frustrando a tranqüilidade do santuário.

De vez que assumia a direção do grupo, era Pedro quem mais socorria os infelizes, mas, por isso mesmo, era mais intensamente policiado pelos olhos da crítica.

E as censuras contra ele desbordavam, aqui e além.

Por que consentia em receber tanta gente desorientada?

Como se entregava a delinquentes, quando se sabia responsável pela instituição?

Com que razões articulava tantas gentilezas, em favor de pessoas evidentemente desclassificadas?

Por que cercar-se de tantos tipos considerados malfeitores?

Ante a onda de reprovações que se fazia sempre mais alta, Tiago, filho de Alfeu, o lidador do Evangelho mais vigorosamente agarrado aos textos antigos, procurou Simão e comunicou-lhe a decisão de afastar-se.

Não tolerava a situação que categorizava por desequilíbrio e desordem.

Dali em diante, habitaria um tugúrio isolado na saída para Jope.

Aspirava à meditação e ao repouso.

Ansiava por sossego na vida espiritual...

Simão tentou acalmá-lo, prometeu condições melhores em futuro próximo, apequenou-se e pediu a reconsideração do companheiro.

Tiago, porém, foi inflexível.

Em dias rápidos, promoveu a mudança e encasulou-se em risonha choupana, rodeada de verdura e batida de sol.

Ali se confiava ao estudo dos apontamentos evangélicos, tratava de flores, admirava os insetos e louvava o Senhor, através das orações de hora certa.

Escoaram-se os dias, semanas, meses...

Tiago, insulado em quietude e reflexão, recordava Jesus com inexprimível saudade...

Tantas vezes, vira o Mestre, gloriosamente redivivo, depois da morte...

Por que não lhe reaparecia Jesus, agora que se consagrara a mais profundo recolhimento?

Não se achava ali, plenamente disponível, entre o silêncio e a oração?!...

Uma noite surgiu em que a ausência do Mestre mais lhe pesava na alma...

Concentrou-se em rogativas, lembrou-o e chorou...

E chorava, quando viu alguém, a se lhe abeirar do refúgio, banhado de luar...

O desconhecido vinha de passo ligeiro, como quem fazia o seu próprio caminho, varando a noite...

Extasiado, o apóstolo reconheceu o itinerante que, afinal, se lhe revelou, aureolado de luz.

Era o Cristo de Deus.

O discípulo ajoelhou-se e alongou os braços para recolhê-lo com mais largueza de júbilo.

O augusto viajor, no entanto, passou por ele, sem deter-se.

O filho de Alfeu levantou-se, de espírito opresso, correu-lhe no encalço e gritou:

- Senhor! Senhor!... Acaso, não me vês o coração mortificado de saudade? Onde vais que não me vês a necessidade de ti?

Jesus voltou, abraçou-o, de leve e comunicou-lhe, num sorriso:

- Tiago, estás a salvo de lutas e tentações... A virtude te abençoa no recanto de paz. Vou ao encontro de Pedro, a fim de aliviar-lhe o fardo de humilhações e de lágrimas, no amparo aos nossos irmãos!...

Dito isso, o Celeste Benfeitor prosseguiu viagem...

Tiago, entretanto, naquela mesma noite, reuniu os pertences pobres num carro de mão e retornou ao pouso antigo.

Bateu à porta que se lhe abriu, acolhedora, e abraçando Pedro que lhe veio ao encontro, pode apenas dizer: “Eu estou aqui.”

 

 

(Texto recebido em email do divulgador Antonio Sávio, Belo Horizonte, MG)

 

 

 As lágrimas de São Pedro. Óleo sobre tela de El Greco.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:El_Greco_-_Las_l%C3%A1grimas_de_San_Pedro.jpg

 

 

Ante as horas vazias

 

 

Era sempre assim. O menino chegava na casa da avó e corria a pedir-lhe a bênção.

E, logo, vinha a pergunta: E, então, meu filho, o que anda fazendo?

Dando de ombros, o pequeno respondia depressa, como quem não quer ficar a dar explicações ou pensar no que deveria dizer: Nada!

Naquele momento, repetia sempre a boa senhora: É preciso ocupar bem o tempo. Deus nos deu as mãos e a mente para que as ocupássemos em coisas boas, o tempo todo.

Pouco ou nada entendia o garoto, na época.

Porém, anos passados, aquela advertência passou a soar como sabedoria. E, certo dia, encontrou em um livro uma pequena mensagem que veio ao encontro daqueles ensinamentos:

Cuidado com a hora vazia, sem objetivo, sem atividade.

Cabeça ociosa é perigo à vista.

Mãos desocupadas facultam o desequilíbrio que se instala.

Grandes males são maquinados quando se dispõe de espaço mental em aberto.

Só então percebeu ele que quando nada se faz, o pensamento trabalha intensamente e quase sempre, o resultado são coisas tolas, inúteis...

*   *   *

Muitos de nós estamos envolvidos com tantas atividades que registramos o tempo a passar de forma muito rápida, como se estivesse a escapar por entre os dedos.

Mas, enorme ainda é o número dos que não empregam bem o tempo que têm, e até dizem que ele demora para passar.

E outros afirmam que há que se descansar também porque ninguém é de ferro.

Perfeitamente aceitável que o corpo necessite de repouso. Não foi por outro motivo que a Divindade instituiu que o corpo repouse, após certo período de trabalho, a fim de se recompor.

Descanso, no entanto, pode se dar de várias formas. Podemos descansar, alternando atividades.

Cansados fisicamente, podemos atender ao descanso dedicando-nos às artes, à escrita, algo que nos refaça.

Cansados mentalmente, podemos descansar realizando um trabalho físico: passear com as crianças, cultivar uma planta, brincar com o animalzinho de estimação, praticar esportes, varrer o quintal, lavar o carro.

Se surge uma hora vazia, no decorrer do dia, é saudável que a preenchamos com uma conversação ou atividade positiva.

Importante, no entanto, que seja algo que nos dê prazer, que nos enriqueça: o curso de um idioma diferente, o aprendizado de algo novo, o ensaio para uma habilidade manual...

E o que dizer de empregarmos esse tempo vazio ofertando-o em atividade voluntária, em benefício de algo ou de alguém?

Há tantos que aguardam uma mão amiga, um consolo, uma companhia, um esclarecimento.

Importante organizarmos uma lista de atividades do que desejamos realizar, para pormos em prática nas horas vazias.

Dessa forma essas horas passarão a nos enriquecer de tesouros de alegria e de paz.

Muitos males enfrentados nos dias atuais são reflexos da má distribuição do tempo que dispomos.

Valorizemos nossas horas. Enriqueçamos nossas vidas.

 Redação do Momento Espírita, com pensamentos extraídos do
 cap.8, do livro 
Episódios diários, pelo Espírito Joanna de Ângelis,
 psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. LEAL.
Em 3.12.2016.

 

 

(Texto copiado do site Feparana)

 

O relógio da torre da igreja de Nossa Senhora das Dores no Asilo-colônia de Aimorés, restaurado por Jaime Prado

 

O jornalista e historiador Jaime Prado com a esposa Helena Maria ocasião em que restaurou o  relógio da

 torre da igreja que permaneceu  parado durante 30 anos no Asilo-colônia de Aimorés

Igreja de Nossa Senhora das Dores no Asilo-colônia de Aimorés, em Bauru, SP

Jésus Gonçalves esteve internado no Asilo-colônia de 1933 á 1937.

 

 

Em absoluto respeito à sua privacidade, caso não mais queira receber este boletim de notícias do movimento espírita, envie-nos um email solicitando a exclusão do seu endereço eletrônico de nossa lista. Nosso endereço: [email protected]