Notícias do Movimento Espírita

São Paulo, SP, sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Compiladas por Ismael Gobbo

 

 

 

Notas

1. Recomendamos confirmar junto aos organizadores os eventos aqui divulgados. Podem ocorrer cancelamentos ou mudanças que nem sempre chegam ao nosso conhecimento.

2. Este e-mail é uma forma alternativa de divulgação de noticias, eventos, entrevistas e artigos espíritas. Recebemos as informações de fontes  diversas via e-mail  e fazemos o repasse aos destinatários de nossa lista de contatos de e-mail. Trabalhamos com a expectativa de que as informações que nos chegam sejam absolutamente espíritas na forma como preconiza o codificador do Espiritismo, Allan Kardec.  Pedimos aos nossos diletos colaboradores que façam uma análise criteriosa e só nos remetam para divulgação matérias genuinamente espíritas.

 

3. Este trabalho é pessoal e totalmente gratuito, não recebe qualquer tipo de apoio financeiro e só conta com ajuda de colaboradores voluntários. (Ismael Gobbo).

 

 

 

Atenção

Se você tiver dificuldades em abrir o arquivo, recebê-lo incompleto ou cortado e fotos que não abrem, clique aqui:

 


http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/AGOSTO/23-08-2019.htm

 

No Blog onde é  postado diariamente:

http://ismaelgobbo.blogspot.com.br/

 

Ou no Facebook:

https://www.facebook.com/ismael.gobbo.1

 

   

   

Os últimos 5 emails enviados     

 

DATA                                       ACESSE CLICANDO NO LINK

 

22-08-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/AGOSTO/22-08-2019.htm

21-08-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/AGOSTO/21-08-2019.htm

20-08-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/AGOSTO/20-08-2019.htm

19-08-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/AGOSTO/19-08-2019.htm

17-08-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/AGOSTO/17-08-2019.htm

 

 

Publicação em sequência

Revista Espírita – Ano 6 - 1863

 

 

 

 

 

 

(Texto copiado do site Febnet)

Mulher insana. Pintura a óleo de Théodore Géricault. 1822.

Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Insane_Woman_(La_Monomane_de_l%27envie)

 

 

Insane Woman é um óleo sobre tela de 1822 de Théodore Géricault, em uma série de trabalhos que Géricault fez sobre os doentes mentais . Está alojado no Musée des Beaux-Arts de Lyon , na França.

Leia mais:

https://en.wikipedia.org/wiki/Insane_Woman_(La_Monomane_de_l%27envie)

File:Hieronymus Bosch 053 detail.jpg

Detalhe de A Extração da Pedra da Loucura,  uma pintura  de Hieronymus Bosch representando a trepanação (c.1488–1516). Imagem/fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Trepanning

 

 

Trepanação , também conhecida como trepanação , trepanação , Trepanação ou fazer um orifício de trepanação (o verbo trepan deriva do francês antigo do latim medieval trepanum de grego trypanon , literalmente "broca, trado") [1] [2] é uma intervenção cirúrgica em que um buraco é perfurado ou raspado no crânio humano , expondo a dura-mátertratar problemas de saúde relacionados a doenças intracranianas ou liberar o acúmulo de sangue por pressão de uma lesão. Pode também referir-se a qualquer orifício de "broca" criado através de outras superfícies corporais, incluindo os leitos ungueais. É frequentemente usado para aliviar a pressão abaixo de uma superfície. Um trephine é um instrumento usado para cortar um pedaço de osso do crânio.

Leia mais:

https://en.wikipedia.org/wiki/Trepanning

 

Convulsões.  Uma imagem estática de uma convulsão generalizada

Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/Epilepsy

 

 

Convulsões

Artigo principal: Apreensão epilética

O tipo mais comum (60%) de convulsões é convulsivo . [24] Destes, um terço começa como crises generalizadas desde o início, afetando ambos os hemisférios do cérebro. [24] Dois terços começam como convulsões focais (que afetam um hemisfério do cérebro) que podem progredir para convulsões generalizadas . [24] Os 40% restantes das apreensões não são convulsivos. Um exemplo desse tipo é a ausência de crises , que se apresenta como um nível de consciência diminuído e geralmente dura cerca de 10 segundos. [2] [25]

Leia mais:

https://en.wikipedia.org/wiki/Epilepsy

https://lh3.googleusercontent.com/proxy/vlbhlQZPNHbrLjIXzfZMOWQJlsS5X7ae6scmb-vFbRfqPVPOBRkQKEsRh4eGvA4b0dXaRf1j5ZwOgfJ_GnSWu8uL9vLzJ3636R7jsj7Fp8YoMDajUeH6MQgtNYkw7YDt5Ol52A=s0-d

Jesus curando uma mulher enferma no sábado. Aquarela de James Tissot

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:HealWomanSabbath.jpg

 

 

 

De acordo com o Evangelho, Jesus estava ensinando em uma das sinagogas no sábado e havia uma mulher aleijada por um espírito por dezoito anos. Ela estava curvada e não conseguia se endireitar. Quando Jesus a viu, ele a chamou para frente e disse a ela:

"Mulher, você está livre de sua enfermidade."

Então ele colocou as mãos sobre ela e imediatamente ela se endireitou e louvou a Deus.

Leia mais:

https://en.wikipedia.org/wiki/Jesus_healing_an_infirm_woman

 

 

LOUCURA E ESPIRITISMO

 

“Longe de admitir o Espiritismo como causa do

aumento da loucura, dizemos que é causa atenuante, que deve

diminuir o número dos casos produzidos pelas causas ordinárias.”

(Revista Espírita, Fevereiro de 1863. Texto acima reproduzido)

 

O Hospital Espírita João Marchesi de Penápolis, SP, tem cumprido esse papel.

 

HOSPITAL JOÃO MARCHESI. MISSÃO, VISÃO E VALORES

Acesse: https://www.hejoaomarchesi.org.br/-hospital-joao-marchesi-/

 

Organização Social João Marchesi

Penápolis, SP

 

 

 

ORGANIZAÇÃO SOCIAL JOÃO MARCHESI

 

 

 

 

Contamos com uma estrutura física de 4598,62 m² de área construída, sendo uma área total de 62.661,40m².

A área conta com três Alas, Bloco Administrativo, Cozinha Industrial, Refeitório, Salão de Atividades, Campo de Futebol,

Horta e local para Caminhadas.

 

QUEM SOMOS

Associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos, filantrópica, detentora do CEBAS – Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social, fundada em 06 de setembro de 1959. É reconhecida como   utilidade pública em âmbito, municipal, estadual e federal.

Breve histórico:

João Marchesi nasceu em Nemoli, Itália em 5 de fevereiro de 1887. Chegou ao Brasil na condição de imigrante, desembarcando no porto de Santos - SP em 15 de setembro de 1906, aos 19 anos de idade. Casou-se em Taquaritinga -SP, com Carolina Corazzini, também imigrante italiana.

Por volta de 1914 João Marchesi mudou-se para Penápolis e se dedicou a profissão de colchoeiro. Naturalizou-se brasileiro e com isso, além de receber o título de eleitor de número 1924,  teve seu nome adaptado à língua portuguesa.

Entre 1935 e 1945, o grande volume de  atendimentos assistenciais praticados por João Marchesi e por seus seguidores, culminou na construção de um asilo, onde eram prestados atendimentos às famílias carentes.

Em  1952  foi lançada a pedra fundamental do Hospital Espírita João Marchesi, que  nasceu do ideal da Comunidade Espírita Penapolense, em razão do volume crescente de  pessoas carentes e acometidas por transtornos mentais, que procuravam o Sr. João Marchesi para receberem ajuda e assistência espiritual.

Em 1959 nasce o Hospital Espírita Discípulos de Jesus,  uma nova obra assistencial,  assim como tantas outras instituições filantrópicas no  país. 

Em 1990 acontece em Penápolis a municipalização da saúde e em 1991 o Hospital assina seu convênio com o SUDS – Sistema Único e Descentralizado de Saúde.

Em 1993 o Hospital dá mais um passo importante para a época. Com o propósito de promover o resgate da cidadania dos moradores da região, implanta o Lar Abrigo Feminino. Nesta mesma época a política de saúde institui a regionalização de hospitais psiquiátricos e o Hospital passa a ser referência para 40 municípios.

Em 1994, devido nova regulamentação  das entidades filantrópicas,  o Hospital desmembra-se da sua Organização religiosa e com personalidade jurídica própria,  passa denominar-se Hospital  Espírita João Marchesi em homenagem ao seu idealizador.

Em 1996 a Diretoria recentemente eleita inicia os estudos para a construção de novas instalações, em área mais ampla, com possibilidade de proporcionar um atendimento de melhor qualidade, com melhores acomodações e mais opções de recursos terapêuticos e de lazer.

Em 1998 o Hospital implanta o Lar Abrigo Masculino.

Entre  1999 e 2008, várias etapas de obras são  concluídas e colocadas em funcionamento.

Em 2009 as obras do novo Hospital são concluídas.

Ainda em 2009, ao completar 50 anos de existência,  lança o livro –  Hospital Espírita João Marchesi – Meio século reconstruindo vidas -, de autoria de Eunice Orives Valim de Souza,  assistente social, pós graduada em Administração Hospitalar.

Devido o crescente movimento de parcerias entre entes públicos e instituições sem fins lucrativos e considerando a vitoriosa trajetória do Hospital Espírita João Marchesi, a Diretoria  decide dar mais um passo importante - proporcionar às outras comunidades os conhecimentos adquiridos ao logo desta importante trajetória.  

Em 2014, após amplo debate sobre o futuro das atividades até então desenvolvidas, a assembleia geral dos associados opta por conduzir a Instituição à novas mudanças: Altera sua razão social para Organização Social João Marchesi e amplia suas finalidades, atividades e serviços.

Em março de 2015, após avaliação do Programa Nacional de Avaliação dos Serviços Hospitalares - PNASH/Psiquiatria, a instituição, com o HOSPITAL JOÃO MARCHESI, alcança pontuação de 84,37%. A referida pontuação é a MELHOR da história do hospital e garante o PRIMEIRO LUGAR entre os hospitais localizados na DRS II – Araçatuba e o Título de Melhor Hospital do Interior Paulista, dentre os 53 (cinquenta e três) hospitais avaliados o João Marchesi encontra-se em quinto lugar

 

 

MISSÃO, VISÃO E VALORES

 

Atualmente o hospital João Marchesi possui 58 leitos todos conveniados com o SUS, sendo referência para mais de 40 municípios da região da DRS II – Araçatuba.

Para alcançar a excelência o HOSPITAL JOAO MARCHESI conta com a seguinte missão, visão e valores.   

MISSÃO - Dar acolhimento, oferecendo atendimento multidisciplinar e assistência bio-psico-socio-espiritual às pessoas acometidas por transtornos mentais e dependentes químicos visando sua reinserção familiar e social.

VISÃO - Tornar-se  excelência em psiquiatria,  oferecendo atendimentos voltados a patologias psiquiátricas gerais e dependentes de substâncias psicoativas com compromisso de qualidade, humanização, credibilidade e transparência.

VALORES     -       PRINCÍPIOS:          

a)    Oferecer atendimento especializado com compromisso de qualidade e humanização;

b)    Visualizar e tratar o paciente como um ser holístico, exercendo especial atenção para sua estrutura Biológica, Psicológica-Mental e Espiritual;

c)    Aplicar metodologias de reequilíbrio psicológico e conscientização  ao paciente quanto  às suas habilidades e capacidade de realização humana e sua participação na família e na sociedade;

d)    Atualizar e buscar sempre os melhores métodos e recursos para os tratamentos médicos e psíquicos, disponibilizados pelo avanço da ciência;

e)    Manter a administração hospitalar otimizada, funcionários estimulados a buscar o constante aperfeiçoamento para sua área de atuação,  mantendo o respeito, a dedicação, a harmonia, a transparência e a ética em todos os trabalhos e serviços.

f)     Consciência ambiental e destinação adequada dos resíduos;

g)    Formar parcerias com redes assistenciais, Grupos de apoio,ONGs, Universidades e outras estruturas que visem contribuir com projeto terapêutico da instituição

 

 

RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA
NÍVEL II

Com a superlotação foi aprovado o projeto de Residências Terapêuticas Tipo II em parceria com a Prefeitura de Penápolis, abrigando 10 (dez) moradores em cada residência. Esse projeto é para pacientes que estão internados há mais de  1 (um) ano ininterrupto no hospital e que geralmente perderam o vínculo familiar ou a família não possui condições de acolhê-los em casa. Assim disponibilizamos vagas de moradores para pacientes de toda região que necessitam de cuidados em regime hospitalar. As residências foram montadas e adaptadas às necessidades dos pacientes. Mobiliamos, estruturamos e adaptamos as casas e no dia a dia temos uma equipe de profissionais 24 horas que cuidam dos pacientes, além de 5 (cinco) refeições diárias medicamentos entre outros.

PARA QUEM PRECISA DE CUIDADOS EM SAÚDE MENTAL, O MELHOR É VIVER EM SOCIEDADE.

A desinstitucionalização e efetiva reintegração de doentes mentais graves na comunidade é uma tarefa a que o SUS vem se dedicando com especial empenho nos últimos anos. Juntamente com os programas De Volta Para Casa e Programa de Reestruturação dos Hospitais Psiquiátricos, o Serviço Residencial Terapêutico (SRT) vem concretizando as diretrizes de superação do modelo de atenção centrado no hospital psiquiátrico.

As Residências Terapêuticas constituem-se como alternativas de moradia para um grande contingente de pessoas que estão internadas há anos em hospitais psiquiátricos por não contarem com suporte adequado na comunidade. Além disso, essas residências podem servir de apoio a usuários de outros serviços de saúde mental, que não contem com suporte familiar e social suficientes para garantir espaço adequado de moradia. 

Temos hoje no Brasil, um grande número de potenciais beneficiários destas residências. Pessoas que poderiam deixar o hospital psiquiátrico com a garantia de seu direito à moradia e ao suporte de reabilitação psicossocial. Existem também usuários sem histórico de internação prolongadas, mas que por razões diversas precisam de dispositivos residenciais que permitam prover adequadamente suas necessidades de moradia. 

 

O QUE É O SERVIÇO RESIDENCIAL TERAPÊUTICO?

O Serviço Residencial  Terapêutico (SRT) ou residência terapêutica ou simplesmente "moradia" são casas localizadas no espaço urbano, constituídas para responder às necessidades de moradia  de pessoas portadoras de transtornos mentais graves, institucionalizadas ou não.

O número de usuários pode variar desde 1 indivíduo até um pequeno grupo de no máximo 8 pessoas, que deverão contar sempre com suporte profissional sensível às demandas e necessidades de cada um.

O suporte de caráter interdisciplinar (seja o CAPS de referência, seja uma equipe da atenção básica, sejam outros profissionais) deverá considerar a singuralidade de cada um dos moradores, e não apenas projetos e ações baseadas no coletivo de moradores. O acompanhamento a um morador deve prosseguir, mesmo que ele mude de endereço ou eventualmente seja hospitalizado.

O processo de reabilitação psicossocial deve buscar de modo especial a inserção do usuário na rede de serviços, organizações e relações sociais da comunidade. Ou seja, a inserção em um SRT é o início de longo processo de reabilitação que deverá buscar a progressiva inclusão social do morador.

ORIGENS E PERSPECTIVAS DOS SRTs NO BRASIL

Logo no seu início, as ações de desinstitucionalização no Brasil depararam-se com uma questão: o que fazer com pessoas que poderiam sair dos hospitais psiquiátricos, mas que não contavam com suporte familiar ou de qualquer outra natureza. Por esta razão, a II Conferência Nacional de Saúde Mental, em dezembro de 1992, ressaltou a importância estratégica da implementação dos então chamados "Lares Abrigados" para a reestruturação da assistência em saúde mental no País.

QUEM PODE SE BENEFICIAR?

*Portadores de transtornos mentais, egressos de internação psiquiátrica em hospitais cadastrados no SIH/SUS, que permanecem no hospital por falta de alternativas que viabilizem sua reinserção no espaço comunitário.

*Egressos de internação em Hospital de custódia e Tratamento Psiquiátrico, em conformidade com decisão judicial (Juizado de Execução Penal)

*Pessoas em acompanhamento nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), para as quais o problema da moradia é identificado, por sua equipe referência, como especialmente estratégico no seu projeto terapêutico. Aqui se encontram aquelas localidades que, a despeito de não possuírem hospitais psiquiátricos, frequentemente se defrontam com questões ligadas à falta de espaços residenciais para alguns usuários de serviços de saúde mental. Moradores de rua com transtornos mentais severos, quando inseridos em projetos terapêuticos especiais acompanhados nos CAPS

 

https://www.hejoaomarchesi.org.br/fotos/446249754643b74d04196543c518c2bf.jpg

 

 

Biografia de João Marchesi

(05/02/1887 – 27/2/1959)

 

http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/15-07-2019_arquivos/image022.jpg

Biografia elaborada por: Mário Abe

 

João Marchesi nasceu em Nemoli, Itália, em 5 de fevereiro de 1887, filho de Antônio Marquese e de Anna Antônio Ferrari.

Chegou ao Brasil na condição de imigrante, desembarcando no porto de Santos, SP, na data de 15 de setembro de 1906.

Casou-se em 11 de outubro de 1910, na cidade de Taquaritinga, SP, com Carolina Corazzini, italiana imigrada de Veneza, filha de João Corazzini e Maria Meani, uma menina de 15 anos. Tiveram nove filhas e três filhos: Antônio, Romilda, Maria, Letícia, Joana, Pôncio, Isaías, Esperança, Janete, Leivi, Izabel e Romilda, esta última nascida depois da morte da irmã que tinha o mesmo nome.

João Marchesi chegou em Penápolis procedente da cidade onde se casou, Taquaritinga, e se dedicou à profissão de colchoeiro.      

Elpídio Antônio Moreira, em “Orlas do Evangelho” (1978), conta que quando sua família chegou de Dobrada,  aportando em Penápolis,  no ano de 1917, alugaram uma casa no Bairro Alto, na Avenida Eduardo de Castilho, na frente da qual residia o sr. João Marchesi e dona Carolina, já com a numerosa prole de dez ­filhos.

Diz mais aquele autor que Marchesi tinha duas casas de sua propriedade, numa das quais tinha sua oficina de folheiro, posteriormente transformada em armazém de secos e molhados e que, além de folheiro, o italiano Marchesi desenvolveu outras atividades como: negociante, quitandeiro, fabricante de banha e lingüiça de porcos e comércio de móveis.

Quanto à vida espírita de João Marchesi, os registros disponíveis informam que teria se iniciado por volta de 1912. Elpídio narra em seu já mencionado livro que: “Já por meados de 1920, João Marquese, semi-analfabeto, reuniu-se comumente com outros amigos em sessões espíritas. De imediato, compra as obras exponenciais de Léon Hippolyte Denizard Rivail, “Allan Kardec” e uma Bíblia, fazendo anotações as comparava e assim se lhe deslumbrou diante de sua alegria, o Mundo dos Espíritos. Deixo aqui o nome de sua mentora do além, uma moça bela e loira, que dera o nome de Esperança”.

Com a colaboração de diversos amigos, entre os quais: Giocondo Verri, Antônio Poço, Marino Jardim, Caetano Baraldi, José Verri e Paulo Galindo, João Marchesi deu início à construção da sede do Centro Espírita “Discípulos de Jesus”, em um grande terreno de 22x44m, que ele próprio adquirira para sua residência e ao lado da qual, edificara um pequeno cômodo, onde, por muitos anos, funcionou aquele Centro, fundado no dia 22 de junho de 1925.

Sabe-se também que Marchesi recebeu grande apoio do Dr. Raymundo Mariano Dias, personalidade de escol do movimento espírita de Barretos que residiu na vizinha cidade de Birigüi -SP,  entre os anos de 1922 e 1924 e, também, de Cairbar Schutel, o grande “Bandeirante do Espiritismo”, residente em Matão, que, da mesma forma como fizera com outros dirigentes espíritas, como no caso de Gedeão Fernandes de Miranda, fundador da União Assistencial Espírita de Araçatuba, ajudou João Marchesi na elaboração dos Estatutos do Centro Espírita “Discípulos de Jesus” e, com isso, possibilitou-lhe legalizar a tradicional Casa Espírita penapolense.

Elpídio menciona que João Marchesi tinha o hábito de fazer leituras sistemáticas de trechos do Novo Testamento, seu livro preferido, e que, se de início, as mesmas pareciam provocar certo cansaço nos ouvintes,  quando se iniciavam as explicações:  “todos ficavam atônitos com suas revelações; comparava o Novo Testamento com os livros de Kardec e, então percebemos, se o Novo Testamento é a continuação do Velho, os livros de Kardec são a complementação de ambos”.

Um episódio digno de menção e que em muito enaltece a existência ilibada e cheia de virtudes de João Marchesi foi o encontro com a grande e festejada espírita da Noroeste - Benedita Fernandes -, que, no ano de 1922, perambulando por Penápolis, completamente obsediada, foi atendida primeiramente pela família de Elpídio Antônio Moreira, que contou com a indispensável e desvelada ajuda do eficiente passista João Marchesi para o atendimento espiritual daquela que se transformaria, pouco tempo depois, num dos mais importantes esteios do movimento espírita de Araçatuba.

Elpídio registra que, em face do problema obsessivo de Benedita Fernandes, que vagava pela sua casa dizendo coisas sem nexo e impossibilitados de mantê-la no reduto doméstico,  requisitaram o concurso do carcereiro Padial,  segundo ele  “um espanhol de pouca prosa e bondoso”, que recolheu a doente na Delegacia de Polícia para lhe dar comida, cama e proteção e, com isso, propiciando-lhe alcançar o despertamento luminoso que a converteria, segundo Antônio César Perri de Carvalho, na “Dama da Caridade”, uma vida que é só exemplos, voltada ao atendimento diuturno de doentes mentais, crianças sem lar, peregrinos sem rumo e a difusão eficiente e cuidadosa dos postulados espíritas consubstanciados na gigantesca obra da codificação Kardequiana.

João Marchesi naturalizou-se brasileiro e, com isso, além de receber o Título de Eleitor de número 1924, em 25 de agosto de 1934, teve o seu nome adaptado à nossa língua, passando a assinar Marchesi ao invés de Marquese.

Em 1956, foi criada a Caravana da Fraternidade “Auta de Souza”, com a finalidade de arrecadar, pelo trabalho voluntário e por toda a cidade, doações que, até o ano de 1970, eram distribuídas para as famílias carentes e, posteriormente, destinadas à manutenção da própria creche que também leva aquele nome – Auta de Souza –, outra dama da caridade que a família espírita tanto venera.

Pouco tempo depois, aquele mesmo grupo dá início à construção de um asilo espírita, em terreno doado pela família Gomes, situado na Rua Dr. Ramalho Franco, 1039, transformado posteriormente em um hospital espírita que, a partir de 1994, ganhou o nome de Hospital Espírita “João Marchesi”, uma justa homenagem ao seu idealizador.

Em 1960, o prédio onde eram realizados os estudos doutrinários foi demolido, cedendo lugar às amplas instalações de dois pavimentos que abrigam a Creche “Auta de Souza”, no pavimento térreo, e o Centro Espírita “Discípulos de Jesus”, no piso superior.

Tudo isso foi possível graças ao trabalho grandioso e desprendido que João Marchesi difundiu por Penápolis e toda região Noroeste, uma vida digna que todos nós temos orgulho de rememorar e, sobretudo, vontade de seguir.

João Marchesi desencarnou em Rio Claro, SP, no dia 27 de fevereiro de 1959, com 72 anos de idade, deixando viúva dona Carolina, que veio a falecer em 19 de agosto de 1984, com 89 anos, na cidade de Lins, SP.

Encerramos estas pálidas anotações transcrevendo o poema “Homenagem Póstuma” de autoria de Gabriel Salina Valero, que assim se expressa em relação ao grande líder João Marchesi:

De tantos que aqui aportaram
E com a causa se defrontaram,
Houve um que mais brilhou.
João Marchesi era seu nome
Que o tempo o fez renome
Pelo marco que aqui fincou

Aqui chegando, não vistes nada,
então deixastes bem plantada
a bandeira que mais reluz.
Com os ensinos do Nazareno,
Que brilhando pelos milênios,
Ao bom caminho nos reconduz.

Ensinastes o Espiritismo
com a pureza do Cristianismo
para que todos tivessem luz.
Mostrando que a porta estreita
Aperfeiçoa quem se sujeita
A seguir as pegadas de Jesus.

Não paraste pelo caminho,
Sabias não estar sozinho
ao vir dar o teu recado.
Confiavas na Providência,
tinhas fé na assistência
que te davam do outro lado.

Quanta gente sofrendo,
da vida se aborrecendo
sem conhecê-lo jamais.
A quantos destes guarida,
desta gente tão sofrida
fostes um verdadeiro pai.

Fostes o grande pioneiro
e no filho do carpinteiro
depositavas tua fé.
Era tudo o que querias,
seguir o filho de Maria,
o Grande Mestre de Nazaré.

Foram feitos os teus desejos
pela grandeza que eu te vejo
e a pureza do teu amor.
Hoje vives noutras romagens
ensinando as mesmas mensagens
nas mansões celestes do Senhor.

 

(Texto copiado em

http://www.universoespirita.org.br/catalogo/literatura/textos/ISMAEL%20GOBI/obras_de_vultos/joao_marchesi.htm)

http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/15-07-2019_arquivos/image022.jpg

João Marchesi, importante vulto do Espiritismo de Penápolis, SP. , que, com outros

companheiros  atendeu Dona Benedita Fernandes quando esta passava por grave  processo obsessivo.

Foto do acervo de João Marchesi Neto.

http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/15-07-2019_arquivos/image020.jpg

Benedita Fernandes

Dona Benedita Fernandes, primeira à esquerda de pé, um dos principais vultos do movimento espírita de

Araçatuba, SP, depois de curar-se de obsessão no Espiritismo se dedicou a cuidar de doentes mentais e crianças.

 

Divulgação Workshop Controle da Mente

São Paulo, SP

 

Diante de tantos desafios diários quais são os passos para ter uma mente mais saudável? Como podemos evitar síndromes da mente ?

Todas essas respostas estarão no Workshop Controle da Mente - Desperte o Poder da sua Consciência.

 

O evento acontece dia 28 de setembro, no Hotel Braston, na Consolação, em São Paulo. 

Presença de especialistas de destaque na área da saúde mental, unindo medicina e espiritualidade. 

O médico de renome internacional, mestre em ciências e pesquisador da glândula pineal: Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, que falará sobre Pineal e Redes Mentais.

O médico psiquiatra, psicoterapeuta e comunicador da Rádio Boa Nova: Dr. João Lourenço Navajas, que abordará: Ansiedade, Depressão e as Síndromes da Mente. 

 

Além da participação do coach, mentor de empresas, palestrante e comunicador da Rádio Boa Nova, Marcelo Bispo em um bate papo inspirador sobre como deixar de ser vítima para se tornar o protagonista da sua própria história. 

 

E ainda uma vivência especial com a cromoterapeuta Raquel Bacchiega, tratando sobre a energia das cores  e seu poder para o equilíbrio entre corpo, mente e espírito. 

 

Será um dia de  grandes aprendizados que ajudarão você a ter maior controle sobre sua mente e a gerenciar melhor suas emoções para uma vida mais plena!

 

Serviço

Workshop Controle da Mente- Desperte o Poder da sua Consciência

Local: Hotel Braston

Rua Martins Fontes, 330, Centro-  São Paulo, próximo aos metrôs República e Anhangabaú.

Dia: 28/09/2019

Horário: das 09h às 16h30  

Garanta já seu ingresso: 11- 2458-3214 e pelo site: www.mundomaior.com.br

 

 

 

(Informação recebida em email de Erika Silveira - FEAL [[email protected]])

 

Divaldo Franco no Rio Grande do Sul

Caxias do Sul

 

21 de agosto de 2019

 

Divaldo Franco, o trator de Deus, nas palavras do maior médium do século XX, Francisco Cândido Xavier, retornando à Caxias do Sul para a realização de mais um seminário, lotou o Salão dos Capuchinhos. O tema Luz nas Trevas, muito instigante, foi antecipado por belo momento musical.

O Semeador de Estrelas, lançando luz sobre as trevas, discorreu sobre a formação do Planeta Terra ao longo de bilhões de anos, as primeiras manifestações solares, as galáxias contadas em números astronômicos, atestam a perfeição divina. Em um salto, o nobre e eloquente orador passou a elucidar o pensamento filosófico e científico sobre os átomos e as propriedades radiantes da matéria, o pensamento dos filósofos pré-socráticos, tudo se realizando para lançar luzes nas sombras da ignorância humana.

Assim, o homem vai se capacitando, tornando-se artífice da própria evolução, compreendendo que há uma consciência cósmica, com manifestação na inteligência do próprio homem. O pensamento socrático permite ao ser humano alcançar o seu autoconhecimento, uma maior iluminação intelectual, oferecendo oportunidade para distinguir a ilusão da realidade, o instinto da inteligência, as trevas da ignorância das luzes da sabedoria, geração após geração. Naturalmente que ideias novas se deparem com objeções e negações, porém, a verdade vai se revelando na medida em que o ser humano se luariza, pois que descobre uma realidade exultante.

A partir do século XVII a humanidade avançou e distendeu o seu conhecimento, embora os pensadores daquela época tenham sido anatematizados, mesmo sacrificados fisicamente. Era a treva da ignorância se debatendo ante a luz. Ao desenvolver a sua percepção, o homem vai saindo das sombras, permitindo que as luzes se estabeleçam. A sábia Mentora Joanna de Ângelis, ao escrever pela mediunidade de Divaldo Franco a obra Luz nas Trevas, realça a percepção da vida no corpo físico e a da vida espiritual, o homem crente e o ciente.

Ressaltando o grande cientista Albert Einstein e a carta endereçada à sua filha Lieserl, Divaldo Franco destacou que o cientista concluiu que o amor é a maior e mais vigorosa força do Universo, presidindo as demais, como se pode observar nesta citação: “Há uma força extremamente poderosa para a qual a ciência até agora não encontrou uma explicação formal. É uma força que inclui e governa todas as outras, existindo por trás de qualquer fenômeno que opere no universo e que ainda não foi identificada por nós. Esta força universal é o AMOR. (...) O Amor é Deus e Deus é Amor.”

No contexto histórico e cultural do século XIX, Hippolyte Léon Denizard Rivail (Allan Kardec) reencarnou-se na Terra, recebendo, ainda na infância, a formação educacional do mestre Pestalozzi. Na idade adulta, e residindo em Paris, tomou contato com os fenômenos das mesas girantes e falantes, como eram conhecidos os fenômenos mediúnicos, e passou a estudá-los em bases científicas, constatando a legitimidade dos fatos e extraindo deles consequências filosóficas e morais, de interesse extremo para o progresso intelectomoral e espiritual da Humanidade, dando origem a obra O Livro dos Espíritos, lançada em 18 de abril de 1857, marcando o surgimento oficial do Espiritismo na Terra.

A luz do conhecimento permite ao homem perceber o imperceptível. Após discorrer sobre alguns dados astronômicos, Divaldo Franco asseverou que Deus transcende a capacidade de o homem entende-LO. O mundo é fascinante, mas necessita da luz do amor para poder abandonar as trevas.

Com sua característica verve, Divaldo Franco narrou com cores belas a história de um grande homem que também lançou luz nas trevas. Trata-se de Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944) escritor, ilustrador e piloto francês. Divaldo Franco, humanista, recomendou a leitura de uma de suas obras: O Pequeno Príncipe. O romance apresenta uma profunda mudança de valores, sugerindo ao leitor o quão equivocado podem ser os julgamentos, e como eles podem levar o homem à solidão.

No início da segunda parte do seminário, Juan Danilo Rodríguez, médico espírita equatoriano, atualmente residindo na Mansão do Caminho, dotado de alta sensibilidade, interpretou ao violão uma música de sua autoria, adaptando a letra do Poema Meu Deus e Meu Senhor, de Amélia Rodrigues, sendo fortemente aplaudido.

Destacando a importância da mitologia grega, Divaldo descreveu os fatos que envolveram Narciso, um ser dotado de beleza incomum. Ele é o símbolo da soberba, do orgulho, a treva da presunção. Os conflitos humanos, de uma maneira geral, estão retratados nos mitos. O amor de Deus ensejou que a Doutrina Espírita fosse dada a lúmen na Terra, lançando luzes sobre as trevas da iniquidade humana. O Espiritismo, como ciência, dá ao homem a oportunidade de investigar os fatos, remontando as causas.

Ao historiar os fatos que levaram ao advento da Doutrina Espírita, Divaldo Franco salientou que a ciência espírita lançou luzes sobre a imensa escuridão em que o homem ainda se debate. Seus princípios filosóficos permitem o esclarecimento sobre o mundo dos Espíritos, destacando que o amor é a caridade em ação, pois que fora da caridade não há salvação. O Espiritismo é luz sobre as trevas da ignorância humana.

Joanna de Ângelis destaca alguns princípios a que o homem se deve aliar. 1º) Ame, todos nasceram para amar. 2º)  A vida é bela, a beleza está nos teus olhos. 3º) O mal que te fazem não te faz mal, porém, o mal que fazes te fará mal.

Em sua mensagem final, o Embaixador da Paz no Mundo, destacou a esperança, o exercício do amor, não aceitando o mal de ninguém, mas dando uma oportunidade a si mesmo e ao próximo. Não é importante convencer, mas iluminar-se. Faça da tua vida um caminho pontilhado de pegadas luminosas, sinalizando aos que vêm após. Valorize a família, o lar. Lembre-se de semear sempre a boa semente, não se preocupe tanto com o solo onde a semente será deitada. Semeie alegria, felicidade e gratidão. Reverente e superando-se, Divaldo Franco pôs-se de pé para declamar o Poema da Gratidão, de Amélia Rodrigues, aquecendo corações e mentes com ternura e amor, na gélida noite caxiense.

Texto: Paulo Salerno

Fotos: Jorge Moehlecke

 

(Recebido em email de Jorge Moehlecke)

 

Encontro Espírita da Primavera

São Paulo, SP

 

 

 

 

Encontro Espírita da Primavera em São Paulo

 

Data: 14 de setembro de 2019 - sábado - das 8h30 às 15h30

Local: Teatro APCD - Rua Voluntários da Pátria, 547 -Santana.

            São Paulo-SP (30m do metrô Tietê)

Realização: USE Regional de São Paulo, órgão da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo

 

 

PROGRAMAÇÃO - Tema central:

"Tudo me é lícito mas nem tudo me convém." Paulo, Cor. 6:12

 

8h00 Recepção e café

8h30 Apresentação Musical: Andréa Bien

9h00 Abertura e prece inicial

9h15 Alberto Almeida - tema: Cuidando da sua criança interior

10h30 Intervalo

11h00 Antonio Cesar Perri de Carvalho - tema: Paulo e contexto da Epístola com a recomendação para o que convém.

11h40 André Marouço - Filme Paulo de Tarso e a história do cristianismo. primitivo. Estreia marcada para o dia 3/10/2019 nos cinemas.

12h20 Mesa Redonda com Alberto Almeida, Cesar Perri e André Marouço. Perguntas do público.

13h15 Encerramento com Andrea Bien e Lirálcio Ricci 

 

Almoço 2 turnos 13h30  e 14h - Haverá almoço no local: strogonoffs de frango e vegetariano, com batatas palhas e saladas

 

14h00 Autógrafos com Alberto Almeida e Cesar Perri na área da  livraria.

 

Expositores:

 

ALBERTO ALMEIDA - de Belém-PA, médico homeopata, com formação em terapia Regressiva e Vivências Passadas, Psicologia Transpessoal, Terapia Familiar. Colabora com a União Espírita Paraense e é diretor da Associação Médico-Espírita do Pará e do Jardim das Oliveiras. Livros publicados: Arte do Reencontro - casamento, O perdão como caminho... o caminho do perdão, O amor pede passagem, Pais e Filhos...fortalecendo vínculos, Cuidando da sua criança interior, entre outros. (www.albertobelem.blogspot.com e www.jardimdasoliveiras.org

 

ANTONIO CESAR PERRI DE CARVALHO, de São Paulo-SP, professor titular aposentado da UNESP, Ex-presidente da Federação Espírita Brasileira, ex-diretor do Conselho Espírita Internacional, ex-presidente da USE-SP, palestrante e escritor com mais de 30 livros. Publicações recentes: Chico Xavier - o homem, a obra e as repercussões, União dos Espíritas: para onde vamos?, Cristianismo nos séculos iniciais - análise histórica e visão espírita, Epístolas de Paulo a Luz do Espiritismo, Centro Espírita - prática espírita e cristã, entre muitos outros. Atualmente atua em São Paulo: no Centro Cultural, Documentação e Pesquisa do Espiritismo Eduardo Carvalho Monteiro e no Grupo Espírita Casa do Caminho.

 

ANDRÉ MAROUÇO, de São Paulo-SP, Diretor da TV Mundo Maior e da Rede Boa Nova de Rádio, jornalista, cineasta, formado em marketing pela UNIP, conferencista, apresentador de programas Mundo Maior, diretor executivo  de 8 curtas metragens, roteirizou e dirigiu os filmes Causa e Efeito, o Filme dos Espíritos, o documentário Nas Pegadas do Mestre e lançará um novo filme Paulo de Tarso e a história do cristianismo primitivo, no próximo dia 3 de outubro, no cinema.(www.tvmundomaior.com.br)

 

ANDREA BIEN, de São Paulo-SP, cantora lírica, soprano, formada em música pela Universidade Livre de Música, conhecida nacionalmente. 

 

LIRÁLCIO RICCI, de São Paulo-SP, cantor, compositor, Diretor do Departamento de Arte da USE-SP e palestrante espírita.

 

*Convite: R$40,00 incluindo almoço - Informações pelo e-mail: [email protected]

A renda será em prol da reforma do Centro Cultural da USE, da rua Brigadeiro Machado, 269 - Brás

Os convites podem ser adquiridos nas USEs da Capital que são distritais da sua região, nas USEs de Osasco, Carapicuiba, Embu das Artes, Guarulhos, Alto Tietê (Mogi das Cruzes), Cotia, na secretaria da USE, na rua Dr. Gabriel Piza, 433 - Santana, informações pelo e-mail: [email protected]*

 

 

(Informação recebida em email de Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier [[email protected]])

 

Jornada de palestras com Marcus de Mario

Vide abaixo

 

Prezado Ismael, solicito, se possível, divulgação de minha jornada de palestras espíritas, como segue abaixo.

Pode ver meus livros em www.marcusdemario.com/livros.

Segue uma foto minha.

Desde já gradeço.

Abraços,

Marcus De Mario

 

JORNADA DE PALESTRAS ESPÍRITAS

MARCUS DE MARIO

30/08/19 - Sexta-feira - 20h
Centro Espírita Francisco Xavier dos Santos
Rua Municipal, 310
Mineiros do Tietê - SP
Tema: Jesus, o Educador de Almas

01/09 - Domingo
09h
Grupo Espírita Dr. Bezerra de Menezes
Rua Azilio Valentim Ereno s/n - Portal São José
Barra Bonita - SP
Tema: A Família no Terceiro Milênio

15h
Centro Espírita Caminho da Luz
Rua Curuzu, 130
Botucatu - SP
Tema: Jesus, o Maior Educador da Humanidade

19h30
Centro Espírita Irmã Anastácia
Av. Leonardo Vilas Boas, 571
Botucatu - SP
Tema: Espiritismo e Educação

02/09 - Segunda-feira - 20h
Centro Espírita Joanna de Ângelis
Rua Marcelo Giorgi, 180 - Vila Ipiranga
São Manuel - SP
Tema: Como Melhor Educar os Filhos

03/09 - Terça-feira - 20h
Centro Espírita Fé e Caridade
Av. Irmãs Cintra, 601 - Centro
São Manuel - SP
Tema: A Família no Terceiro Milênio

04/09 - Quarta-feira - 20h00
Centro Espírita Verdade e Luz
Rua Gen. Izidoro, 453 - Miraglia
Jaú - SP
Tema: A Família no Terceiro Milênio

Em todas as palestras haverá sessão de autógrafos com livros de minha autoria.

Jornada de palestras organizada por Orson Peter Carrara.

Informações: (21) 99397-1688 (Whatsapp) com Marcus De Mario.

 

 

(Recebido em email de Marcus de Mario)

 

Palestra sobre filme "Paulo de Tarso"

São Paulo, SP

 

Na noite do dia 21 de agosto, o Grupo Espírita Casa do Caminho contou com palestra de André Marouço sobre o filme "Paulo de Tarso". O filme relata grande parte da trajetória do apóstolo. Marouço é o produtor deste filme que será lançado nos cinemas no dia 3 de outubro. 

Trailer do filme - Acesse:
https://www.facebook.com/paulodetarsofilme/videos/1430179200465433/

 

 

(Informação recebida em email de Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier [[email protected]])

 

Palestra Lítero-Musical no G.S. Maria de Nazaré

Boituva, SP

 

(Informação recebida em email de Didi Pelegrini [[email protected]])

 

Seminário e Palestra Espíritas

Avaré, SP

 

(Do Boletim de Notícias editado por Ademir Mendes)

 

Palestra Divaldo Franco

cancelada em São José do Rio Preto, SP

 

INFORME

Caros amigos, infelizmente a palestra que Divaldo Franco faria em São José do Rio Preto no dia 11 de outubro de 2019 foi CANCELADA.
Divaldo estará fazendo um tratamento de saúde nesta data, portanto, solicitamos a todos amigos que informem sua comunidade, retirando os cartazes dos locais em que foram afixados, e informando a todos pelas redes sociais.
Uma nova data futura será marcada, e informada assim que possível.
Obrigado a todos.
Departamento de Comunicação da USE Intermunicipal de São José do Rio Preto

 

 

(Informações em https://www.facebook.com/alle.depaula/posts/2498616260219523)

 

5º. Semear – Seminário Espírita Anual de

Rio Claro, SP

 

 

 

5º SEMEAR

Tema: Espírito Imortal - Em Busca da Iluminação Interior

 

25 de Agosto de 2019

horário: 8:00h às 17:30h

 

 

 

MAIORES DETALHES DO EVENTO, CONFIRA NO SITE

www.semearrioclaro.org.br



local do evento: 

Asfafi - UNESP Câmpus de Rio Claro

Av./Rua:Avenida 16 A, 

Final da Avenida, 

Esq da Rua 16B

Bela Vista - 

Rio Claro - 

SP

 

 

 

https://www.facebook.com/events/2035806626718189/permalink/2135364830095701/

 

Informações da Associação Espírita Allan Kardec

Copenhague, Dinamarca

 

Acesse:

https://www.facebook.com/groups/aeallankardec/permalink/2383252948438374/

 

 

 

(Com informações de Roseli Adorni)

 

Seminário na U.E. Paschoal Grossi

Araraquara, SP

 

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2746228278732403&set=np.1566346797942959.1189766130&type=3&theater

 

Programação do C.E. Zilda Gama

São Paulo, SP

 

 

 

 

 

--

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada,
adicione o e-mail 
[email protected]  ao seu catálogo de endereços.

Respeitamos a sua privacidade e somos contra o spam na rede.
Se você não deseja mais receber nossos e-mails, responda esta mensagem  solicitando a retirada do mailing e faremos isso imediatamente.

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

CENTRO ESPÍRITA ZILDA GAMA

R. Dr. Cesar Salgado, 238 - Morumbi

[email protected]

 

Nossa missão: "Acolher e auxiliar fraternalmente o indivíduo no seu desenvolvimento espiritual, por meio da Divulgação, do Ensino, da Prática da Doutrina Espírita e das parcerias com grupos terapêuticos de reconhecido valor espiritual"

 

 

Filme Kardec

Assista o trailer em espanhol

 

Acesse:

https://cursoespirita.com/kardec-trailer-en-espanol/?fbclid=IwAR3ZLb3Rv3g4o-okeorpZs5yP035ZdFrWQbdHdHHeMjjP7k-eqiCCSU1wcg

 

Salvador Martín publicou no grupo ESPIRITAS KARDECIANOS. ALLAN KARDEC.

 

 

Sessão Especial em homenagem  ao Dr. Bezerra de Menezes

Brasília, DF

 

Ocorrerá no Senado Federal uma Sessão Especial em homenagem ao Dr. Bezerra de Menezes no dia 29 de agosto, às 16h. Requerida pelo Senador Eduardo Girão, do PODE/ CE terá entrada aberta a todos os interessados. Informações: (61) 3303-6678.

 

 

5a6eec28-b676-407e-a4a4-42e973e93660

 

 

 

(Copiado de https://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/sessao-especial-em-homenagem-a-bezerra-de-menezes-4/)

 

11º. Festival do Livro Espírita

Campinas, SP

Olá, tudo bem?

 

assim como aconteceu há dois anos, novamente gostaria de contar com o seu auxílio na divulgação do 11º Festival do Livro organizado pelo do Centro Espírita Allan Kardec (CEAK). O CEAK, de Campinas, é uma instituição fundada em 1938, filiada à Federação das Entidades Assistenciais de Campinas (FEAC) e se mantém através da panificadora Bambini, da editora Allan Kardec, com a venda de livros, doações, receitas provenientes de bazares beneficentes, artesanatos produzidos exclusivamente por voluntárias, eventos e campanhas, transferências de recursos de órgão públicos e também da contribuição mensal dos seus associados.

 

O evento, que acontece no dia 12 de outubro (sábado, tem uma expectativa de público de aproximadamente 3 mil pessoas passando pela feira durante todo o dia. São cerca de 480 voluntários trabalhando durante meses; antes, durante e após o evento.

 

O grande objetivo é a divulgação da doutrina espírita, promoção do encontro entre trabalhadores e frequentadores do CEAK e de outras casas espíritas, visando fortalecer o movimento espírita, além de incentivar o trabalho voluntário e, assim, desenvolver o espírito de equipe e de solidariedade.

 

Todo o lucro com a venda dos produtos no festival é revertido para as obras assistenciais do CEAK: Creche Mãe Luiza e Educandário EurípedesCreche Gustavo MarcondesCasa de Apoio à Vida e Instituto Popular Humberto de Campos.

 

A décima primeira edição do festival do livro espírita acontece das 9h às 18h, no ginásio de esportes do Educandário Eurípedes, anexo à Panificadora Bambini, no bairro Vila Nova. A entrada é franca e haverá estacionamento gratuito no local.

 

Anexo alguns materiais (cartaz A3, e-mail mkt e imagem para posts) para nos auxiliar com a divulgação deste importante trabalho.

Caso precise de materiais em outros formatos, por favor, me fale que providencio imediatamente. Também estou providenciando um release sobre o evento.

 

Dese já agradeço sua grande ajuda.

 

Atenciosamente

 

Cristiane Peres Bergamini

Assessoria de Comunicação

Jornalista - (19) 9 7121-0105

[email protected]

 

 

https://drive.google.com/a/ceak.org.br/uc?id=0BwThRg6prZrxaXJzbm1mRTIySGc&export=download

 

 

 

(Recebido em email de Comunicação CEAK [[email protected]]0

 

IV Encontro entre Direito & Espiritismo

Aracaju, Sergipe

 

Com o tema central “O código penal da vida futura”, ocorrerá no dia 31 de agosto o IV Encontro entre Direito e Espiritismo, das 9h às 11h30. Será na Escola Superior de Advocacia de Aracaju e conta com o apoio da Federação Espírita do Estado de Sergipe. Mais informações: www.esasergipe.org.br

 

 

 

(Copiado de https://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/iv-encontro-entre-direito-e-espiritismo/)

 

X Congresso Brasileiro de Magistrados Espírita

Maceió, AL

 

Entre os dias 26 e 28 de setembro será realizado o X Congresso Brasileiro de Magistrados Espíritas, em Maceió (AL), com o tema central “A Magistratura na Construção da Paz. Realizado pela Associação Brasileira dos Magistrados Espíritas (ABRAME), terá como palestrantes Haroldo Dutra Dias, Frederico Menezes, Luciano Alencar, Vitor José, Clarice Claudino, Durval Resende, Telma Santos e Carla Soares. Inscreva-se pelo link: www.e-inscricao.com/abrame/xcongresso

 

 

(Copiado de https://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/a-magistratura-na-construcao-da-paz/)

 

Teatro: “Do Abismo às Estrelas”

Jaguariúna, SP

 

(Informação recebida em email de Rubens Toledo)

 

Grupo “Semeando Estrelas”

Mensagens Espíritas. Acesse os links

 

Que a paz de Jesus permeie nossas vidas hoje e sempre!

O Grupo Semeando Estrelas é um Grupo de mensagens Espírita e reflexiva.

 

Novidade:

Acesse este link para entrar no meu grupo do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/7z9z3L8qfaDLLqV5iBbMWI

Você receberá um mensagem por dia. Abraços.

 

Para receber mensagens via email (2 mensagens semanais.), envie uma mensagem para:

[email protected]

 

Visite e curta nossa página no Facebook:

 

 Semeando Estrelas

Curtam o nosso canal no Youtube:

  Semeando Estrelas

Nosso site:

 http://semeandoestrelassite.wordpress.com

 

 

Leopoldo Machado Barbosa

 

http://www.feparana.com.br/...adm/topico/upload/images/leopoldo_barbosa.jpg

 

Nasceu no Arraial de Cepa Forte, hoje Jandaíra - BA, a 30 de setembro de 1891.

 

Leopoldo Machado, como era conhecido, iniciou-se na Doutrina Espírita pelas mãos abençoadas do inolvidável José Petitinga, no ano de 1915, tornando-se arauto da fé e do trabalho. Espírito de liderança, foi impulsionado às tarefas do bem e da verdade, vivendo a Doutrina Espírita em toda a sua pujança.

 

Após seu casamento com Dona Marília Ferraz de Almeida radicou-se na cidade de Nova Iguaçu - RJ, onde iniciou grandes tarefas. Ele e a esposa tomaram a iniciativa de construir o Albergue Noturno Allan Kardec e o Lar de Jesus para meninas órfãs.

 

Educador pedagógico, inaugurou o Colégio Leopoldo, tradicional estabelecimento de ensino, considerado uma das melhores organizações educacionais da baixada fluminense.

 

Jornalista, professor, escritor, poeta, compositor, pregador e polemista, difundiu a Doutrina Espírita por todos os meios e formas, merecendo o respeito dos adversários da Doutrina e a admiração dos confrades.

 

Leopoldo Machado incentivou as novas gerações a pegar no arado com a criação das Mocidades Espíritas e das Escolas Espíritas de Evangelização para Infância. Impulsionou as Semanas Espíritas, as Tardes Fraternas, os Simpósios, as Mesas Redondas e os Congressos Espíritas. Realizou o "milagre" de estar presente em quase todos os movimentos espíritas confraternativos, percorrendo todo o Brasil, exaltando o Evangelho de Jesus e a Doutrina dos Espíritos, como sendo a volta do Cristianismo Redivivo, no seu sentido mais puro, como era pregado na Casa do Caminho.

 

Dentre vários eventos, destaca-se o 1 Congresso de Mocidades Espíritas do Brasil, de 17 23 de julho de 1948, tendo frente Leopoldo Machado Lins de Vasconcelos. Foi da mais belas e mais proveitosa realizações espíritas de todos o tempos, de onde, até hoje colhem-se frutos.

 

Nesse mesmo ano Leopoldo Machado tomava parte ativa no Congresso Brasileiro de Unificação, realizado de 31 de outubro a 05 de novembro. Em 1949 era convocado ao 11 Congresso Pan-americano realizado no Rio de Janeiro e também o Pacto Áureo. Após, esteve presente, juntamente com Lins de Vasconcelos, Carlos Jordão da Silva, Francisco Spinelli, Ary Casadio e Luiz Burgos na "Caravana da Fraternidade", que teve como coroamento o Pacto Áureo, incentivo unificador na formação do Conselho Federativo Nacional, sob os auspícios da Federação Espírita Brasileira.

 

Realizou também a Primeira Festa Nacional do Livro Espírita, em homenagem ao "18 de abril".

 

Escritor de vários livros espíritas, como Pigmeus Contra Gigantes, Caravana da Fraternidade, Ide e Pregai e muitos outros, além de crônicas, peças teatrais, biografias, roteiros, teses, além de compor inúmeras melodias para a mocidade a infância.

 

Leopoldo Machado acreditou na força dos moços, como mola propulsora para renovação de valores ao movimento espírita; acreditou nos Congressos, nas Semanas Espíritas e nas Confraternizações.

 

Lutou tenazmente para desencastelar muitos espíritas, que só pensavam em termos de suas Instituições, porque acreditava que Espiritismo é Luz, é Sol que no futuro próximo iluminará a Humanidade.

 

Lutou pela renovação de valores e de conceitos, sem fugir aos ditames da Codificação Kardequiana.

 

Franco, leal, sincero e audaz. Essa foi a figura personalíssima de Leopoldo Machado.

 

Desencarnou na cidade de Nova Iguaçu - RJ, aos 22 de agosto de 1957.

 

 

(Copiado do site Feparana)

 

Caridade para com os inimigos

 

Por que caridade para com alguém que agiu tão mal? Que despedaçou vidas, que trouxe profunda infelicidade para tanta gente?

Talvez estes sejam os pensamentos da maioria de nós, quando somos convidados a agir com benevolência para com esses que vilipendiam o mundo com seus gestos de maldade.

Por que ser bom com quem não foi? Por que agir bem com quem nos feriu?

Até hoje essas ideias não encontram eco em nossas almas. Vimos de tempos do olho por olho, de tempos de pagar o bem com o bem e o mal com mal. São milênios de primitivismo falando em nosso íntimo.

Compreensível que tenhamos ainda tanta dificuldade em assimilar ideias e propostas diferentes dessas.

No entanto, é preciso amadurecer. Nossa inteligência já é capaz de ligações, de entendimentos, que antes não nos eram possíveis.

Jesus foi o primeiro a revolver a intimidade humana propondo um tratamento diferente aos considerados maus.

Primeiro mostrando que todos trazemos dificuldades, que caímos e ainda podemos cair. Evidenciando que o mal é doença que pode alcançar a todos.

Por isso alertou sobre os julgamentos: Aquele que estiver sem pecado atire a primeira pedra.

Propôs o perdão das ofensas para nos livrarmos do ódio que consome primeiramente a quem o traz na alma.

Por fim, propondo o amor aos inimigos, talvez o ensinamento mais difícil de vivenciarmos. Algo fora da realidade de nosso planeta.

Como amar alguém que não suportamos nem ver, que nos causa mal, que nos prejudica?

Bem, precisamos utilizar a inteligência e entender o espírito por trás da letra: Não pretendeu Jesus, assim falando, que cada um de nós tenha para seu inimigo a mesma ternura que dispensamos a um amigo ou um irmão.

Ternura pressupõe confiança. Ora, ninguém pode depositar confiança numa pessoa sabendo que esta lhe quer mal.

Ainda há a questão de afinidade e de vínculo, por vezes impossível.

A pobreza de nossa linguagem obriga que nos sirvamos do mesmo termo para exprimir matizes diversos de um sentimento. A razão, então, estabelecerá as diferenças.

Amar aos inimigos não é, portanto, ter-lhes uma afeição que não está na natureza, visto que o contato de um inimigo nos faz bater o coração diferente.

Amar aos inimigos é não lhes guardar ódio, nem rancor, nem desejo de vingança. É perdoar-lhes sem pensamento oculto e condições, o mal que nos causaram.

É também não opor nenhum obstáculo à reconciliação com eles. É desejar-lhes o bem e não o mal. É experimentar júbilo, em vez de pesar, com o bem que os alcance.

Por fim, é socorrê-los, em se apresentando ocasião e retribuir o mal com o bem, sem a intenção de humilhar.

*   *   *

O amor aos inimigos parece distante de nossas possibilidades. Se impossível fosse, porém, Jesus, o Modelo e Guia da Humanidade, não o teria proposto com tanta objetividade.

Tudo que temos a fazer é dar um passo de cada vez. Hoje é o evitar a vingança. Amanhã, deixar de odiar. Mais tarde, até desejar o bem e, quem sabe, poder ajudar.

Dessa forma, estaremos seguindo rumo a essa nuance de amor  tão diferente e rara ainda na Terra.

 

Redação do Momento Espírita, com base no cap. XII, item 3,
do livro 
O Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec,
ed. FEB.
Em 22.8.2019.

 

(Copiado do site Feparana)

O Bom Samaritano. Óleo sobre tela de Jacob Jordaens. Cerca de 1616.

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jordaens_Podhorce.jpg

 

 

 

Parábola do Bom Samaritano é uma famosa parábola do Novo Testamento que aparece unicamente em Lucas 10:25-37. O ponto de vista majoritário indica que esta parábola foi contada por Jesus a fim de ilustrar que a compaixão deveria ser aplicada a todas as pessoas, e que o cumprimento do espírito e da Lei é tão importante quanto o cumprimento da letra da Lei. Jesus coloca a definição de próximo num contexto mais amplo, além daquilo que as pessoas geralmente consideravam como tal.

Leia mais: https://pt.wikipedia.org/wiki/Bom_samaritano

 

Inquietação

 

Pelo Espírito Emmanuel.

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Hoje. Lição nº 10. Página 53.

 

Existem na vida social determinados tipos de inquietação que permanecem estanques, conosco, de vez que o espírito de compreensão e tolerância não nos permite exteriorizá-los.

Exemplos:

- A pessoa querida que sabemos em caminhos indesejáveis.

- Alguém que estimamos profundamente, a mergulhar-se em atividades clandestinas.

- A companheira que se afasta dos próprios deveres, comprometendo-se em aventuras inconfessáveis.

- O esposo que se envolveu em obrigações incompatíveis com as responsabilidades que abraça.

- O amigo que se entregou a costumes infelizes.

- A maioria das criaturas pertencentes ao grupo afetivo a que nos achamos vinculados, quando se prepara, a fim de dar um golpe de enormes proporções sobre os interesses alheios.

- O irmão que nos mente, a fim de alcançar objetivos escusos.

- O parente amado que deserta de casa, lançando culpas indébitas sobre outrem.

Justo observar que daríamos quanto se nos fizesse possível para socorrer semelhantes corações que se nos fazem extremamente estimáveis, entretanto, o respeito por todos eles nos faz emudecer.

Ainda assim, compete-nos lembrar que dispomos de possibilidades valiosas a fim de auxiliá-los:

- a primeira é o silêncio, com que lhes manifestamos o nosso apreço;

- e a segunda é a oração, porquanto, na oração ser-nos-á possível entregá-los a Deus, cujo amor por todos esses amigos é infinitamente maior do que o nosso.

 

 

 (Recebido em email do divulgador Antonio Sávio de Belo Horizonte, MG)

O silêncio. Le Silence , escultura de gesso pintado por Auguste Preault (1842-1843)

Imagem/fonte: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Le_Silence_by_Auguste_Preault.jpg

http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/FEVEREIRO/27-02-2018_arquivos/image011.jpg

Cristo no Monte das Oliveiras.  Pintura por Vasilij  Perov

Imagem/fonte: https://it.wikipedia.org/wiki/Arresto_di_Ges%C3%B9#/media/File:Perow_gefsiman.jpg

 

Em absoluto respeito à sua privacidade, caso não mais queira receber este boletim de notícias do movimento espírita, envie-nos um email solicitando a exclusão do seu endereço eletrônico de nossa lista. Nosso endereço: [email protected]