Notícias do Movimento Espírita

São Paulo, SP, terça-feira, 22 de setembro de 2015

Compiladas por Ismael Gobbo

Agradecemos àqueles que gentilmente repassam este email

Parcerias

 

ismaellogo copylogo_banner_rede_amigo_espirita

 

http://ismaelgobbo.blogspot.com.br/          http://www.redeamigoespirita.com.br/

 

 

Acessar aqui: http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/SETEMBRO/22-09-2015.htm

 

 

Editoração: Ismael Gobbo, São Paulo, SP.

Envio: Ismael Gobbo (SP) e Wilson Carvalho Júnior, Araçatuba (SP)

 

 

Notas

1. Recomendamos confirmar junto aos organizadores os eventos aqui divulgados. Podem ocorrer cancelamentos ou mudanças que nem sempre chegam ao nosso conhecimento.

2. Este e-mail é uma forma alternativa de divulgação de noticias, eventos, entrevistas e artigos espíritas. Recebemos as informações de fontes  diversas e fazemos o repasse aos destinatários de nossa lista de contatos. Trabalhamos com a expectativa de que as informações que nos chegam sejam absolutamente espíritas na forma como preconiza o codificador do Espiritismo, Allan Kardec.  Pedimos aos nossos diletos colaboradores que façam uma análise criteriosa e só nos remetam para divulgação matérias genuinamente espíritas.  O trabalho é totalmente gratuito e conta com ajuda de colaboradores voluntários (Ismael Gobbo).

 

 

Atenção

Se você tiver dificuldades em abrir o arquivo, recebê-lo incompleto ou cortado e fotos que não abrem, clique aqui:

   http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/SETEMBRO/22-09-2015.htm

 

No Blog onde é  postado diariamente:

   http://ismaelgobbo.blogspot.com.br/

 

Ou no Facebook:

   https://www.facebook.com/ismael.gobbo.1

 

 

 

Os últimos 5 emails enviados:

 

DATA                                        ACESSE CLICANDO NO LINK

 

21-09-2015     http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/SETEMBRO/21-09-2015.htm

19-09-2015     http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/SETEMBRO/19-09-2015.htm

18-09-2015     http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/SETEMBRO/18-09-2015.htm

17-09-2015     http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/SETEMBRO/17-09-2015.htm

16-09-2015     http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/SETEMBRO/16-09-2015.htm

 

 

 

 

Publicação em sequência

O Livro dos Espíritos

 

 

Olivro-espiritos1-175x240

 

 

 

(Texto Copiado do site Febnet)

 

Cassandra. Numa concepção artística de Evelyn De Morgan.

Imagem/fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Cassandra

 

 

O que é bom nunca se perde

 (Copiado do site Feparana)

 

Um casal de velhos vivia no pé de uma colina. Não tinham filhos e moravam longe da família. Plantavam parreiras, diferentes tipos de árvores e ervas.

Certo dia, passaram por lá um mestre e seu aluno. O jovem estranhou ver um casal tão velho plantando parreiras.

Mestre, disse o rapaz, por que aquele homem e aquela mulher estão plantando parreiras se eles provavelmente não viverão o bastante para saborear as uvas?

O mestre esboçou um sorriso e disse:

Por que você não pergunta a eles?

Cheio de ansiedade, foi o jovem indagar, depois de um bom dia apressado:

Por que vocês estão plantando parreiras nessa idade? Vocês acreditam que irão comer as uvas que elas darão, daqui a alguns anos?

O homem olhou para a mulher, depois olhou para o alto da colina, onde ambos haviam plantado, anos atrás, carvalhos e outras árvores que agora davam sombra aos que passavam por ali.

Estendeu a mão para ela, que entrelaçou seus dedos nos dele, e disse:

O que é bom...

... nunca se perde, concluiu a esposa.

O rapaz não entendeu bem o sentido, agradeceu, deu meia volta e retornou para perto do mestre, contando afobadamente o que tinha escutado e de que forma um havia completado a frase do outro.

Quando ouviu o relato, o mestre disse:

Esse casal, provavelmente, haverá de saborear as uvas daquelas parreiras.

E foram seguindo pela estrada enquanto o casal de idosos abria uma nova cova para plantar outra muda, sem se importar se viveriam o bastante para poder usufruir de sua sombra ou de seus frutos.

*  *  *

Pessoas que realizam coisas boas, pelo simples prazer de fazer o bem, possuem ampliada capacidade de amar. Superaram o egoísmo.

Quando fazemos algo pensando no bem comum, na melhoria de vida para a coletividade, sem nos focarmos apenas em nós ou em nosso círculo familiar e de amizade, deixamos uma marca positiva no mundo.

Todo o bem que for concretizado não se perde. Mesmo que ninguém na Terra jamais saiba o que fizemos, que não recebamos elogio ou agradecimento, Deus vê tudo e sabe o que existe no íntimo de nossos corações.

É comum ouvirmos pessoas dizerem que querem deixar um mundo melhor para seus filhos. Se refletirmos um pouco, veremos que esse pensamento é portador de uma ideia egoísta, pois o mundo não deve ser melhorado apenas por causa dos próprios herdeiros, mas para todos os que nele vivem e viverão.

Devemos lembrar que os filhos não viverão sozinhos no planeta. É preciso prepará-los para que saibam cooperar, compartilhar e produzir coisas para que o mundo seja um lugar bom para a Humanidade.

Na atualidade, usufruímos de coisas que foram idealizadas, construídas no passado, por pessoas que não visavam apenas seus parentes e familiares.

Quando o egoísmo perder força e o amor e a caridade forem a mola propulsora da Humanidade, a Terra será um verdadeiro paraíso.

Pensemos nisso.

 

Redação do Momento Espírita, com base no conto Um casal de velhos,
 de Gioia Timpanelli, do livro 
Histórias sagradas – uma exaltação do 
poder de cura e transformação, organizado por Charles e
 Annie Simpkinson, ed. Rocco.
Em 21.9.2015.

 

 

Paisagem na região de Pardinho, SP. Foto Ismael Gobbo

 

 

Cairbar Schutel:

“Coração matonense, alma mundial”

 

 

Cássio Carrara

 

“O Pai dos Pobres de Matão”. “O Apóstolo de Matão”. “O Bandeirante do Espiritismo”.

Não faltam adjetivos para qualificar esta nobre alma, e ao mesmo tempo, nenhum deles consegue abranger toda a grandeza de seu trabalho e de seu ideal.

Cairbar de Souza Schutel nasceu em 22 de setembro de 1868. Carioca de berço, mas matonense de coração! O menino, aprendiz de farmacêutico, aqui tornou-se amado e respeitado benfeitor. Já teria feito muito pelos pobres e enfermos da pequenina cidade, mas seu anseio de auxílio às causas primordiais da sociedade o tornaram o primeiro intendente de Matão.

Católico dedicado, não conseguiu solucionar os conflitos interiores que o falecimento do pai provocara. Foi entender mais tarde que a palavra mais adequada era “desencarnação”.

Apresentado a Allan Kardec através das obras básicas do codificador, encontrou consolo e respostas às suas questões e iniciou, assim, a maior missão de sua vida: a divulgação espírita!

Em 1905, no intervalo de um mês, inaugurou o Centro Espírita Amantes da Pobreza e o jornal O Clarim. Veio o primeiro livro, o segundo, o terceiro... e há 90 anos a RIE – Revista Internacional de Espiritismo, aprofundando o conteúdo filosófico, científico e religioso de suas reflexões espíritas.

E, por fim, foi também pioneiro no rádio, com as famosas conferências radiofônicas que realizou na Rádio Cultura PRD-4 em Araraquara.

Aos 69 anos, precisamente em 30 de janeiro de 1938, seu coração deixou de bater, porém a história e seu legado de bondade e dedicação à causa espírita jamais serão esquecidos. Assim como está atestada em sua lápide a imortalidade do Espírito, podemos afirmar que Cairbar Schutel e seus ensinamentos viveram, vivem e viverão, porque são imortais!

 

O menino Cairbar Schutel aos 9 anos. Foto “O Clarim”

Cairbar Schutel deixando-se fotografar no Cemitério no ano de 1937. Foto “O Clarim”

Farmácia de Cairbar Schutel. Matão, SP. Foto “O Clarim”

Farmácia Schutel. Matão, SP. Foro O Clarim.

Cairbar Schutel dirigindo o seu Ford. Foto  do arquivo de “O Clarim”.

Facsimile da edição no. 1 de “O Clarim”. Foto: acervo de O Clarim.

O Clarim em 1928. Foto O Clarim.

Primeiras máquina de O Clarim. Matão, SP. Foto O Clarim.

Facsimile da 1ª. Edição da RIE- Revista Internacional de Espiritismo. Foto: O Clarim.

 

 

ASSINE O CLARIM e RIE

ACESSE:

https://www.oclarim.org/oclarim/assinaturas/assinar-rie-o-clarim.html

 

 

Registro. Encontro Cairbar Schutel 2015

Matão, SP

 

Orson Peter Carrara

 

- Realizado na confortável sede da SOREMA, em Matão (SP), a 5a. edição do tradicional EAC ocorreu no sábado e domingo (19 e 20 de setembro de 2015), reunindo quase 800 participantes, provenientes de 57 cidades, de 5 estados. Com palestras e outras atividades, abrilhantado pelo CORO FRATER, PAZLHAÇADA, REGINALDO CÓRDOA e FERNANDO ARROBAS, o evento trouxe diversos palestrantes e intenso estímulo  para a prática do Evangelho no Lar. Os palestrantes IVANA RAISKI, CINTIA VIEIRA SOARES e BRUNO RAONI, todos de Goiania (GO) fizeram a palestra de abertura após poema declamado por ELI QUARESMA, de Matão (SP) e saudação pelo palestrante e cantor espírita FERNANDO ARROBAS, de Jaboticabal (SP).

Na sequencia, após intervalo, palestrou NAZARENO FEITOSA, de Brasília (DF), e a noite, houve apresentação da BANDA CARTA DE BORDEAUX, de São Paulo (SP). No domingo de manhã houve palestra de ALESSANDRO VIANA DE PAULA, de Itapetininga (SP), e dramatização de Evangelho no Lar, com grupo da vizinha cidade  de Araraquara (SP), e apresentação das crianças participantes do evento.

As editoras CLARIM e IDE participaram do evento, sendo que no sábado 19, comemorou-se também os 52 anos de fundação do IDE-Araras, além dos 90 anos da RIE - Revista Internacional de Espiritismo e 110 anos do jornal O CLARIM, fundados por Cairbar Schutel.

Em clima de forte emoção foi lida no final do evento mensagem psicografada durante a manhã e provinda de Cairbar Schutel e que será publicada no jornal TRIBUNA DO ESPIRITISMO, em sua edição de novembro próximo.

 

ACESSE O ALBUM DE FOTOS AQUI:

http://institutocairbarschutel.org/album-de-fotos-do-encontro-cairbar-schutel-2015/#.Vf9iwt9Viko

 

 

LEIA A BIOGRAFIA DE CAIRBAR SCHUTEL

 

ACESSE:

http://www.noticiasespiritas.com.br/2015/JANEIRO/30-01-2015.htm

 

 

 

 

Artigo: Cairbar Schutel, sentinela avançada da

cultura espírita  nas terras bandeirantes

 

Wilson Garcia (Recife, PE)

A imagem é meramente circunstancial e não deve ser levada ao pé da letra, como se dizia antigamente, para não reduzir a dimensão do homem e seu trabalho pelo Espiritismo, trabalho esse realizado especialmente na primeira metade do século XX.

Qualquer um que se dá ao luxo de ler sobre este homem fica impressionado com sua dedicação, entusiasmo, mas igualmente com sua visão e coragem com que se colocou na linha de frente de combate, buscando garantir um lugar de destaque na sociedade para as ideias e os princípios espíritas.

Aqueles que se formaram ao contato com os seus livros, ou que viveram sob sua influência, notadamente no Sudeste do Brasil, ficam impressionados com o seu poder de luta. E falar disso para as gerações da atualidade, em 2015, parece relembrar um tempo desconhecido e utópico, afinal, vivemos a era do imediato, da fragmentação, da unidade aparentemente frágil.

Vejo Cairbar Schutel em cada uma das variadas fronteiras em que atuou: como jornalista, editor, farmacêutico, orador, líder espírita, polemista e até político. E ao representa-lo nessa multiplicidade de imagens, encontro-o como homem de visão, como rompedor de limites, vestido da indumentária apropriada a cada situação, mas em todas elas com a bandeira do Espiritismo na mão. Um exemplo, enfim, para a nossa era individualista, de escassez de lideranças naturais e de líderes assentados em frágeis estruturas doutrinárias.

Talvez se deva dizer que o Cairbar político não tinha, ainda, a base espírita, pois tomaria contato com o Espiritismo por volta de 1904, quando sua atuação a favor da terra matonense já havia se iniciado, porém o sentimento que o levou, primeiro, a escolher aquela localidade e, depois, por ela lutar para dotá-la das melhores condições possíveis era já elogiável, capaz de colocá-lo ao lado dos desbravadores dos sertões paulistas.

O contato com o Espiritismo, o estudo da obra kardequiana e o convencimento do valor dos conhecimentos que tinha à mão vão encontrar nele as bases consolidadas para a tarefa a que se propôs, levando-o a descartar a atuação política intensa e a ocupar-se, agora, com a conquista do espaço para o Espiritismo. Então, o farmacêutico prático e generoso desenvolve outras habilidades para jogar-se de corpo e alma no trabalho de divulgação dos princípios espíritas, descobrindo que esse campo exigia muito mais do que o simples discurso oral.

O jornalista Cairbar Schutel é o narrador dos acontecimentos que, também, dirige a tipografia adquirida com esforço; é o tipógrafo que de componidor em punho cata as letrinhas e monta palavra por palavra, frase por frase, linha por linha e leva para a impressora manual, onde vai também colocar sua energia física para gravar os textos em folhas de papel, que depois serão dobradas, refiladas e distribuídas muitas vezes por ele mesmo, nas esquinas, nos cemitérios, à porta das igrejas, em datas comuns e especiais. Assim, sob o cheiro tóxico da tinta e os gazes perigosos do chumbo, aquele jornalista passa dias e noites e tem pouco descanso.

Não falo de alguém nascido num planeta primário criado pela imaginação; falo de uma localidade de nome Matão que não era mais que uma vila incrustrada no coração de São Paulo nos finais dos anos 1800. Ali, o jornalista apaixonado pelo Espiritismo se torna também escritor, editor, distribuidor e, para não deixar que padres e pastores retirem o direito do Espiritismo de coexistir e se disseminar, Cairbar Schutel torna-se um polemista de verve franca, viril. E dali mesmo vai irradiar para o estado de São Paulo, para o Brasil e ultrapassar as fronteiras do país a mensagem contida nas obras de Allan Kardec.

Em tempos em que o empreendedorismo adquire contornos de meio de sucesso empresarial, a história de Cairbar Schutel é de exemplo raro a ser seguido. E mais, em um mundo tecnológico como o atual, da comunicação em real time, o desempenho desse homem magro e vigoroso com a comunicação é de fato de espantar. O jornal que fundou em 1905 e editou a custo do sacrifício pessoal, sempre diante da perspectiva do fracasso financeiro, tornou-se pequeno para a quantidade de notícias e estudos que o Espiritismo propiciava. Cairbar cria uma revista, então, e dota-a, numa atitude corajosa sem precedentes, das melhores qualidades gráficas e, outra vez com ousadia editorial, de conteúdo extraordinário, veiculando acontecimentos do Brasil e do exterior, estudos assinados por personalidades que só nos chegavam na raridade dos livros na língua original. Com esta visão corajosa de que era possuído, denominou-a de Revista Internacional do Espiritismo e fez jus ao nome. Ainda hoje não se tem notícia de alguém que tenha feito obra semelhante...

Jornal e revista juntos, atuantes, atuais, fazendo imprensa vibrante eram também pouco para o visionário de Matão. Criou ele a editora, escreveu os textos das polêmicas, juntou-os em livros; escreveu estudos e publicou mais livros. Pensava, sentia, vibrava. Enfrentava a lama e a poeira das estradas, as dificuldades financeiras e às vezes a ausência de apoio e nada disso o desanimava. Enfrentava padres, bispos e pastores maldosos, que muitas vezes não tinham escrúpulos e excitavam a população a marchar contra o destemido homem, e nada o arredava do caminho, nada faziam-no perder o bom-senso, este raciocínio que a Doutrina Espírita oferece na lógica dos seus princípios.

Lá, da sua quase insignificante Matão, tornou-se uma voz respeitada. E mais, tornou-se admirado e exemplo para figuras que mais tarde se tornariam expoentes do Espiritismo brasileiro. Talvez, aquela que melhor encarna essa admiração seja a do nosso “metro que melhor mediu Kardec”, J. Herculano Pires. Este não se cansava de dizer das qualidades do nosso bandeirante espírita, a quem a doutrina em terras brasílicas deve, e deve muito.

Cairbar Schutel chegou a este mundo no século XIX, atravessou o século XX e permanece no século XXI como um exemplo nos diversos e diferentes campos em que atuou. Quase ficou conhecido, também, como o primeiro espírita a levar a doutrina ao rádio, tal era a sua capacidade de vislumbrar oportunidades de disseminar os seus princípios. A história corrigiu o engano, esta mesma história que o traz hoje ao mundo contemporâneo para nos fazer relembrar que é possível sonhar grande se a alma não é pequena...

 

Este livro é indispensável para se conhecer de forma ampla e

com profundidade  “A Vida e a Obra de Cairbar Schutel”  (Ismael Gobbo)

 

 

PODE SER ADQUIRIDA NO SITE

www.oclarim.com.br

 

 

 

Republicação 

 

Registro. Inauguração do Memorial Cairbar Schutel em Matão

 

 

        

Realizou-se na sede da Casa Editora O Clarim, na noite do dia 13 de novembro de 2013, a inauguração do Memorial Cairbar Schutel, museu biográfico construído na antiga casa de Cairbar que traz documentos, fotografias, móveis e objetos pessoais que foram guardados e preservados por membros da sociedade espírita de Matão desde a década de 1930.

         O evento contou com mais de 100 convidados, além de autoridades municipais e representantes do movimento espírita municipal, estadual e nacional.

         José Luiz Alberto Marchesan, presidente da Casa Editora O Clarim, ressaltou a importância do memorial para a valorização da história de Cairbar Schutel: “É um registro para a posteridade do que foi Cairbar Schutel e do que ele representa. Nós fizemos o possível para traduzir o pensamento de Cairbar Schutel, sua cultura e seus valores”.

         O projeto desenvolvido para estruturação e montagem do Memorial Cairbar Schutel durou cerca de 9 meses, período que envolveu as etapas de curadoria, pesquisa, higienização do acervo e concepção do espaço expográfico. O acervo contém livros, material farmacêutico (frascos de remédio e instrumentos farmacêuticos), objetos de uso pessoal, fotografias, correspondências, cadernos de anotações, cadernos de atas, documentos oficiais, o jornal O Clarim e a RIE e livros de registros.

         A partir deste material, o espaço foi dividido em salas temáticas, que expõem, em cada ambiente, a produção intelectual de Cairbar Schutel; o trabalho como divulgador da Doutrina Espírita, que compreende a fundação do jornal O Clarim e da Revista Internacional do Espiritismo, além dos livros por ele escritos; sua atuação social, com a Farmácia Schutel e as obras de caridade; um ambiente que apresenta a linha do tempo da sua história de vida e atuação política; o seu dormitório, mantido na localização original e mobiliado com as peças originais; e, por fim, a sala principal que apresenta a relação de Schutel com a Doutrina Espírita.

         A coordenação de todo o projeto foi feito pela historiadora Larissa Rizzatti Gomes e a montagem do espaço pela agência de publicidade e propaganda Tg3 Comunicação.

 

Horários para visitação

         O Memorial Cairbar Schutel estará aberto à visitação pública, mediante agendamento prévio que  pode ser realizado pelo telefone (16) 3382-1066, em horário comercial, ou pelo e-mail [email protected]

 

 

 logotipo

Cássio Carrara
Assessor de Imprensa
[email protected]
(16) 3382.1066

Facebook/casaeditoraoclarim

Aparecido Belvedere, diretor editorial de O Clarim

David Liesenberg, que conduziu o evento

José Luiz Alberto Marchesan, presidente de O Clarim; Merhy Seba e David Liesenberg; Valentim Fernandes leu uma mensagem final retirada do livro Preces Espíritas; A historiadora Larissa Rizzatti Gomes orientando a visitação do público

 

 

1º movimento Você e a Paz em São Paulo,

 dia 26/9, início às 14h

 

Estimados dirigentes da USE:

 

Paz pela Paz!

Dia 26/9/2015, com início às 14 horas e solenidade de abertura às 16 horas, com a presença de diversos religiosos e de Divaldo Pereira Franco, o idealizador do Movimento Você e a Paz, lançará a 1ª edição do referido movimento, no Parque Sabesp da Mooca, que fica na Av. Paes de Barros, nº 2107.

O movimento é interreligioso dirigido a todos aqueles que desejam uma sociedade mais justa, solidária, fraterna onde a paz e o amor falem mais alto nos corações. Paz pela Paz, a exemplo de Ghandi, Mandela, Irmã Dulce, Madre Thereza de Calcutá, Chico Xavier, ícones da Paz!

 

Confirmaram a presença algumas autoridades constituídas, atores, cantores e jornalistas, além do público esperado de mais de 5 mil pessoas.

 

Link para o vídeo de divulgação produzido pela TV Mundo Maior:  https://www.youtube.com/watch?v=n2jZrN1J9xo

 

Convite na voz de Divaldo Franco: https://youtu.be/wF1GBbkXfmw

 

Vamos prestigiar esse movimento fundado por Divaldo Pereira Franco. Vamos lá com a nossa família e convidemos os amigos.

Fraternalmente,

Julia Nezu - USE-SP

www.usesp.org.br

 

(Informação recebida em email de Julia Nezu)

 

 

14ª. Semana Espírita de

Valinhos, SP

 

 

(Informação recebida em email de João Batista [[email protected]])

 

 

Palestra no Centro de Cutura Espírita em

Caldas da Rainha, Portugal

 

Na sexta-feira, dia 25 de setembro de 2015, às 21H00, irá decorrer uma conferência espírita subordinada ao tema A IMPORTÂNCIA DA PAZ NA VIDA.

O que é a paz no dia a dia? Faz bem à saúde a paz de espírito? Como se consegue, ou qual o caminho para a paz? Será desenvolvido o tema à luz da doutrina espírita.


Esta palestra terá lugar na sede do Centro de Cultura Espírita, no Bairro das Morenas, em Caldas da Rainha, na Rua Francisco Ramos, nº 34, r/c.

As entradas são livres e gratuitas.

Este centro tem página na Internet em www.ccespirita.org e e-mail [email protected]

Fonte: CCE (C. Rainha)

Francisco Reis

laudas-avulso.com

 

(Informações recebidas em email de Francisco Reis [[email protected]])

 

 

Palestra com Plinio Penteado Jr. na Casa Maria de Nazaré

São Paulo, SP

 

 

(Informação recebida em email de Plinio Penteado Jr.)

 

 

Vídeo do seminario "Pases según el Espiritismo"

 

Les enviamos el video del seminario "Pases según el Espiritismo", dictado en la Confederación Espiritista Argentina.

Muchas felicidades a todos.

https://www.youtube.com/watch?v=-5wfWtAgiwI

 

Simoni

 

(Informação recebida em email de Simoni P. Goidanich)

 

 

Seminário no CEIFA

Santos Dumont, MG

 

 

(Informação recebida em email de Ademir Mendes)

 

 

Palestra no Seara Espírita Joanna de Angelis

Campinas, SP

 

 

(Informação recebida em email de SEJA-Divulgação [[email protected]]) 

 

 

Registro. Foto do Novo Auditório Geraldo De Aquino

da RÁDIO RIO DE JANEIRO

 

Foto do Novo Auditório Geraldo De Aquino da RÁDIO RIO DE JANEIRO - ZYJ 462 - 1400 Khz, situado em sua sede, Estrada do Dendê , 659 - Ilha do Governador - Rio de Janeiro, inaugurado no dia 19 de setembro de 2015, quando foi realizado o 1º ENCONTRO DE PROGRAMADORES E APRESENTADORES DE PROGRAMAS ESPÍRITAS DA RRJ.

 RESULTADOS DA  AUDIÊNCIA DO AM SEGUNDO O IBOPE

            Em 1986 a Rádio Rio de Janeiro situava-se no 16º lugar.

         Em 2012, a Rádio Rio de Janeiro obteve o 3º lugar geral na média anual de audiência do Rádio AM, dentre as 23 emissoras AM do Grande Rio.  

         Em junho de 2015 a Rádio continua  no 3º lugar.

         Acima da Rádio Rio de Janeiro, figuram apenas as emissoras Globo e Tupi, respectivamente na 1ª e 2ª posições. 

A RÁDIO CHEGOU AO TERCEIRO   LUGAR DEVIDO A:

          

         SUA PROGRAMAÇÃO ESPÍRITA DE  QUALIDADE;

         PELA QUALIDADE DO SOM;

         PELA SUA PROGRAMAÇÃO QUE TODA FAMÍLIA PODE OUVIR; E

         PELA PROGRAMAÇÃO 24 HORAS DO DIA.

 AUDIÊNCIA NO SITE
 DA RÁDIO RIO DE JANEIRO

         Em 2012, o site da Rádio Rio de Janeiro - www.radioriodejaneiro.am.br registrou um crescimento de 27% em número de visitas na comparação com o ano de 2011. Tais números resultaram numa média de 73.834 visitantes / mês.

         MAIO DE 2015:  83.056 VISITANTES /  ANO DE 2011 VISITAS: 73.834  (CRESCIMENTO DE   11,3%)

(Recebido em email de [email protected])

 

 

IEEF. Curso Introdutório de Filosofia Espírita

São Paulo, SP

 

 

 

(Informação recebida em email de Regina Bachega [[email protected]])

 

 

Palestra no C.E. Francisco Cândido Xavier

São José do Rio Preto, SP

 

Convidamos para a palestra com

 

ESMERALDA PINHAERI,

 

de Mirassolândia, no Centro Espírita Francisco Cândido Xavier, situado à Av. Alfredo Theodoro de Oliveira, 2195 - Solo Sagrado, São José do Rio Preto - SP, nesta quarta-feira, 23 de setembro, 20:00 h, e também para o cafezinho fraterno.

Abraços.

 

Navarro
São José do Rio Preto - SP
(17) 3228-0111 e 99702-7066


Conheça o Esperanto (www.esperanto.org.br)

 

 

 

(Informação recebida em email de Antonio Carlos Navarro)

 

 

Programação no Centro Espírita Irmão Clarêncio

Rio de Janeiro, RJ

 

Curso sobre a Vida de Yvonne Pereira

 

Convidamos os amigos para mais um momento de estudo.

Centro Espírita Irmão Clarêncio

Rua Begônia, 98 - Penha Circular - RJ

Tel.: (21) 3252-1437

http://irmaoclarencio.org.br/


(Informação recebida em email de [email protected])

 

 

Programação do Núcleo Espírita Chico Xavier

Niterói, RJ

 

Pintura Mediúnica | Café Colonial - 26/set, sábado, 17h

 

Prezado(a),

 

Lembramos sobre a obrigatoriedade da apresentação do convite para o evento de pintura mediúnica, com Layrton Vargas, e em seguida o nosso delicioso café colonial.

 

Certo da compreensão de todos.

Fraternalmente.

 

Núcleo Espírita Chico Xavier - NECX

Rua das Tainhas, nº 10

Jardim Imbuí - Piratininga - Niterói | RJ

Mapa de acesso

nucleo-chicoxavier.blogspot.com

 

(Informação recebida em email de [email protected]; em nome de; Núcleo Espírita Chico Xavier [[email protected]])

 

 

Teatro: O Amor Venceu

Santos, SP

 

O AMOR VENCEU

de Zíbia Gasparetto

Teatro Coliseu

Dia 26 de setembro

às 20 horas

Rua Amador Bueno com

Praça José Bonifácio 
Ingressos na bilheteria do Teatro

 de 3ª. feira à domingo, 
das 12h às 17h 

Informações: 9 9760-1865

 

Inteira R$80,00

Antecipado R$ 60,00(em dinheiro)

 

Meia R$ 40,00

Antecipado R$ 30,00(em dinheiro)

 

*Grupos acima de 10 pessoas

pagam meia entrada

R$ 30,00(em dinheiro)

 

 

DIÁRIO DO LITORAL

 

C:\Users\José\Documents\LOGO RBN.jpg(Informação recebida em email de José da Conceição de Abreu)

 

 

Grupo Espírita Chico Xavier

Brasília, DF

 

Acesse:

http://grupochicoxavier.com.br/guillon-ribeiro-visao-e-acao/

 

 

 

 

USE/SP. Dirigente Espírita on line

 

Acesse aqui:

http://us8.campaign-archive2.com/?u=f01a19e5a4be3a48fdac60efa&id=51d2eba869&e=bce6fbd28f

 

 

 

 

Atualizações do site Vinha de Luz

Belo Horizonte, MG

 

Acesse:

www.vinhadeluz.com.br

 

 

 

 

Leia o informativo Elo Fraterno

Três Lagoas, MS

 

INFORMATIVO ELO FRATERNO PANORÂMICO 328

TRÊS LAGOAS/MS – 22 a 25/etembro/2015

Envie eventos: [email protected]

 

EVENTOS DA SEMANA E FUTUROS

http://www2.quatromaosdeluz.com.br/

 

ESTE INFORMATIVO ESTÁ NA ÍNTEGRA EM:

http://www.infopanespirita.wordpress.com

 

 

(Informações em email de Decio Bressanin)

 

 

Bússola da Alma

 

 

Pelo Espírito Bezerra de Menezes. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Entre Irmãos de Outras Terras. Lição nº 09. Página 37.

Londres - Inglaterra, 10 de Agosto de 1965.

 

Surge a prece na existência terrestre como chave de luz inspirativa descerrando as trilhas que parecem impedidas aos nossos olhos.

Ensina sempre no silêncio da alma e, quando não resolve os problemas ou não afasta o sofrimento, ilumina a mente e fortalece a resignação.

Contato com o Infinito, toda oração sincera significa mensagem com endereço exato, e se, por vezes, flutua entre riso e pranto, termina sempre por elevar-se aos páramos superiores onde já não existem temporariamente nem alegria nem dor, apenas paz de alma.

Oração é diálogo.

Quem ora jamais monologa.

Até a petição menos feliz tem a resposta que lhe cabe, procedente das sombras.

Atende aos compromissos na hora certa.

A pontualidade é o fiel moral na balança do tempo.

Dá e receberás.

Auxilia e alguém te auxiliará.

Existe a caridade como receita ideal para todos os males.

A imparcialidade de julgamento há de começar em nós, com a benevolência para com os outros e severidade para nós mesmos.

Quais são os pontos de contato de sua vida com a verdade?

Que relação existe entre você e o mundo espiritual?

Expressa a exemplificação o conjunto dos reflexos de nossos atos.

Toda opinião retrata o opinador.

Constitui a vida uma longa viagem em demanda aos portos da felicidade perfeita.

A prece é a bússola que nos coloca sob a direção do Senhor, cujas mãos devem pousar no leme da embarcação do destino.

Ora sempre e o barco dos teus dias nunca se transviará sob as nuvens das trevas.

 

 

(Texto recebido em email do divulgador Antonio Sávio, de Belo Horizonte, MG)

O amanhecer em  Guarujá, SP. Foto Ismael Gobbo

 

 

Entre outros

 

Adelvair David

Jales, SP

 

A capacidade de observar é diferente da de ver, afinal, asseverou o Mestre Venerando: “Que vejam aqueles que tiverem olhos de ver”...

Entre muitos com quem o homem tem contato poucos são os que lhe prendem a atenção, fixando-se sempre no móvel dos seus interesses. No transito natural da existência a vida o convidará sempre às experiências emocionais de toda ordem com muitas criaturas.

Entre vários experimentos a que o homem está sujeito, o mais espetacular é o do sentimento. Convidado pela vida a procurar o semelhante para conviver, encontrará uma gama infinita de desafios que lhe movimentará a capacidade de sentir, fazendo-lhe brotar das fibras mais profundas da alma o que desconhece de si mesmo, surpreendendo e surpreendendo-se, nas ações do bem e do mal.

Entre outros, para o aprendizado das suas percepções, deve atentar que os mais necessitados de atenção não são somente os carentes de pão, de moeda e de agasalho, são ainda os que agridem, os que mentem, os que enganam, os grosseiros, os prepotentes, os iludidos, pois estes estão inconscientes dos valores reais da vida. Estes aguardam mãos estendidas e olhos aguçados que lhes possam entender os pedidos de socorro. Querem amar, mas ainda não sabem como, agarram-se às únicas coisas que conhecem, suas paixões, servindo-as como escravos a um senhor impiedoso. O resultado é o desconforto contínuo e por falta de vontade real para se libertarem, procuram chamar a atenção expondo suas carências.

Por isso, é urgente a necessidade de a criatura humana buscar as realizações verdadeiras nas tarefas do “bem”, abrindo mão dos seus interesses imediatistas. Assim, ganhará claridades para os olhos da alma, possibilitando-lhe visualizar os seus irmãos além das manifestações exteriores, amparando-os sempre, sem exigências ou compensações, a fim de que o amor possa fazer o seu trabalho diluindo suavemente a superfície cascuda até que o brilho da gentileza, da doçura, da alegria, da bondade possa aparecer, tranzendo-lhe satisfação e paz.

 

O FOCO FELIZ DA VIDA SERÁ SEMPRE O DE ESCOLHER AMAR INCONDICIONALMENTE.

Autor: Adelvair David - Publicado no jornal Folha Noroeste



Pedinte (1904). Bronze de autor não identificado, exposto na Pinacoteca do Estado de São Paulo.

 Foto Ismael Gobbo

 

 

Em absoluto respeito à sua privacidade, caso não mais queira receber este boletim de notícias do movimento espírita, envie-nos um email solicitando a exclusão do seu endereço eletrônico de nossa lista. Nosso endereço: [email protected]