Notícias do Movimento Espírita

São Paulo, SP, quarta-feira, 17 de julho de 2019

Compiladas por Ismael Gobbo

 

 

 

Notas

1. Recomendamos confirmar junto aos organizadores os eventos aqui divulgados. Podem ocorrer cancelamentos ou mudanças que nem sempre chegam ao nosso conhecimento.

2. Este e-mail é uma forma alternativa de divulgação de noticias, eventos, entrevistas e artigos espíritas. Recebemos as informações de fontes  diversas via e-mail  e fazemos o repasse aos destinatários de nossa lista de contatos de e-mail. Trabalhamos com a expectativa de que as informações que nos chegam sejam absolutamente espíritas na forma como preconiza o codificador do Espiritismo, Allan Kardec.  Pedimos aos nossos diletos colaboradores que façam uma análise criteriosa e só nos remetam para divulgação matérias genuinamente espíritas.

 

3. Este trabalho é pessoal e totalmente gratuito, não recebe qualquer tipo de apoio financeiro e só conta com ajuda de colaboradores voluntários. (Ismael Gobbo).

 

 

 

Atenção

Se você tiver dificuldades em abrir o arquivo, recebê-lo incompleto ou cortado e fotos que não abrem, clique aqui:

 


http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/17-07-2019.htm

 

No Blog onde é  postado diariamente:

http://ismaelgobbo.blogspot.com.br/

 

Ou no Facebook:

https://www.facebook.com/ismael.gobbo.1

 

   

   

Os últimos 5 emails enviados     

 

DATA                                       ACESSE CLICANDO NO LINK

 

16-07-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/16-07-2019.htm

15-07-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/15-07-2019.htm

13-07-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/13-07-2019.htm

12-07-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/12-07-2019.htm

11-07-2019     http://www.noticiasespiritas.com.br/2019/JULHO/11-07-2019.htm

 

 

Publicação em sequência

Revista Espírita – Ano 5 - 1862

 

 

 

 

 

 

 

(Continuação da postagem anterior)

 

 

(Continua na próxima postagem)

 

 

(Texto copiado do site Febnet)

Bordéus. Hotel de Ville.  Bordeaux, l'Hôtel de Ville 

Imagem/fonte; https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b53168461j.item

Cristo e a mulher adúltera de Rembrandt.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c8/Rembrandt_Harmensz._van_Rijn_025.jpg

Múmias da igreja de São Michel. Momies de l'église Saint-Michel de Bordeaux

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bordeaux_Saint-Michel_un_groupe_de_momies_2a.jpg

 

Representação do século XVII em Havana. Século XVII.

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Panorama_of_La_Habana_(Amsterdam,_17th_century).jpg

Centro histórico de Saint-Jean-d`Angeli. França

Imagem/fonte:

https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Maison_%C3%A0_colombage_Saint-Jean-d%27Angely.jpg

Quadro de Allan Kardec de grandes dimensões na Librairie et Editions LeymarieParis, França.

Fonte: https://www.facebook.com/librairieleymarie/photos/a.1799741960063337/1799746110062922/?type=3&theater

 

Materialismo e Espiritismo

 

Pelo Espírito Irmão X (Humberto de Campos).

Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

Livro: Estante da Vida. Lição nº 21. Página 99.

 

Conta-se que o Dr. Adolfo Bezerra de Menezes orientava, no Rio de Janeiro, uma reunião de estudos espíritas, com a palavra livre para todos os circunstantes, quando, após comentários diversos, perguntou se mais alguém desejava expressar-se nos temas da noite.

Foi então que renomado materialista, seu amigo pessoal, lhe dirigiu veemente provocação:

- Bezerra, continuo ateu e, não somente por meus colegas, mas também por mim, venho convidá-lo a debate público, a fim provarmos a inexpugnabilidade de materialismo contra as pretensões do espiritismo.

E previno a você que o materialismo já levantou extensa lista de médiuns fraudulentos; de chamados sensitivos que reconheceram os seus próprios enganos e desertaram das fileiras espíritas; dos que largaram em tempo o suposto desenvolvimento das forças psíquicas e fizeram declarações, quanto às mentiras piedosas de que se viram envoltos; dos ilusionistas que operam em nome de poderes imaginários da mente; e, com essa relação, apresentaremos outro rol de nomes que o materialismo já reuniu, os nomes dos experimentadores que demonstraram a inexistência da comunicação com os mortos; dos sábios que não puderam verificar as factícias ocorrências da mediunidade; dos observadores desencantados de qualquer testemunho da sobrevivência; e dos estudiosos ludibriados por vasta súcia de espertalhões.

Esperamos que você e os espíritas aceitem o repto.

Bezerra concentrou-se em prece alguns instantes, e, em seguida, respondeu, aliando energia e brandura:

- Aceitamos o desafio, mas tragam também ao debate aqueles que o materialismo tenha soerguido moralmente no mundo; os malfeitores que ele tenha regenerado para a dignidade humana; os infelizes aos quais haja devolvido o ânimo de viver; os doentes da alma que tenha arrebatado às fronteiras da loucura; as vítimas de tentações escabrosas que haja restituído à paz do coração; as mulheres infortunadas que terá arrancado ao desequilíbrio; os irmãos desditosos de quem a morte roubou os entes mais caros, a cujo sentimento enregelado na dor terá estendido o calor da esperança; as viúvas e os órfãos, cujas energias terá escorado para não desfalecerem de saudade, ante as cinzas do túmulo; os caluniados aos quais terá ensinado o perdão das afrontas; os que foram prejudicados por atos de selvageria social mascarados de legalidade, a quem haverá proporcionado sustentação para que olvidem os ultrajes recebidos; os acusados injustamente, de cujo espírito rebelado terá subtraído o fel da revolta, substituindo-o pelo bálsamo da tolerância; os companheiros da Humanidade que vieram do berço cegos ou mutilados, enfermos ou paralíticos, aos quais terá tranquilizado com princípios de justiça, para que aceitem pacificamente o quinhão de lágrimas que o mundo lhes reservou; os pais incompreendidos a quem deu força e compreensão para abençoarem os filhos ingratos e os filhos abandonados por aqueles mesmos que lhes deram a existência, aos quais auxiliou para continuarem honrando e amando os pais insensíveis que os atiraram em desprezo e desvalimento; os tristes que haja imunizado contra o suicídio; os que foram perseguidos sem causa aparente, cujo pranto terá enxugado nas longas noites de solidão e vigília, afastando-os da vingança e da criminalidade; os caídos de toda as procedências, a cujo martírio tenha ofertado apoio para que se levantem...

Nesse ponto da resposta, o velho lidador Bezerra de Menezes, fez uma pausa, limpou as lágrimas que lhe deslizavam no rosto e terminou:

- Ah! meu amigo, meu amigo!... Se vocês puderem trazer um só dos desventurados do mundo, a quem o materialismo terá dado socorro moral para que se liberte do cipoal do sofrimento, nós, os espíritas, aceitaremos o repto.

Profundo silêncio caiu na pequena assembléia, e, porque o autor da proposição baixasse a cabeça, Bezerra de Menezes, em prece comovente, agradeceu a Deus as bênçãos da fé e encerrou a sessão.

 

 

 

(Recebido em email do divulgador Antonio Sávio de Belo Horizonte, MG)

image040

Dr. Adolfo Bezerra de Menezes. Óleo sobre tela de Nair Camargo. Foto Ismael Gobbo

Dr. Bezerra é conhecido também por “Médico dos pobres.

IMG_1159

Sobrado onde  funcionou a clínica de Dr. Bezerra de Menezes,  no Rio de Janeiro, RJ. Foto Ismael Gobbo

No prédio funciona o Centro Espírita Bezerra de Menezes.

image035

Túmulo de Dr. Adolfo Bezerra de Menezes

Cemitério de São Francisco Xavier,  também conhecido como Cemitério do Caju.

Rio de Janeiro, Brasil. Foto Ismael Gobbo

 

1º Encontro Espírita do Sul de Minas

Três Pontas, MG

 

--

"Quem serve aos outros, semeia paz e amor para si mesmo". Emmanuel

 

(Com informações de Maria Flávia Menegatto [[email protected]] e de

https://www.facebook.com/2338549306408523/photos/a.2341450326118421/2397820693814717/?type=3&theater)

 

Saiu a programação do 15º. ENLIHPE

Fortaleza, CE

 

Veja aqui:

https://www.facebook.com/groups/374684712951905/permalink/709141349506238/

 

 

 

 

 

 

Lançamento de livro para Aulas de Evangelização

Franca, SP

 

 

 

 

(Com Informações de Adolfo de Mendonça Junior)

 

Informações da Associação Espírita Allan Kardec

Copenhague, Dinamarca

 

Foreningen: Spiritistiske Association Allan Kardec - AEAK.dk
Associacao Espírita Allan Kardec - AEAK.dk

ADRESSE/ENDERECO:
Hellerupvej 52A - 2900 
Hellerup - Gentofte - Dinamarca

ÅBNINGSTIDER/HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:
Tirsdag fra kl. 17 til kl. 22 
Tercas-feiras das 17 às 22hs

Lørdag uligeugen fra kl. 10 til kl. 15 (lukket møde)
Sábados de semanas impares das 10 às 15hs (grupo fechado)
(dúvidas no que significa semanas impares ou pares, só perguntar-nos)

KONTAKT/CONTACTO:
Facebook: Associacão Espírita Allan Kardec 
E-mail: [email protected] 
Site: Aeak.dk
Tlf.: +45 20952437

FOREDRAG: 
Hver tirsdag i lige uge fra kl.19 til kl. 20 på dansk også på portugisisk.

UNDERVISNING OM SPIRITISME: 
Hver tirsdag i ulige uge fra kl.19 til kl. 20.

PALESTRA PÚBLICA: 
Todas as tercas-feiras das semanas pares das 19 às 20hs.

ESDE - Estudo Sistemantizado da Doutrina Espírita:
Todas as tercas-feiras das semanas impares das 19 às 20hs.

HEALING/APLICACAO DE PASSE:
Hver tirsdag fra kl. 20 til 20:30 
Todas as tercas-feiras das 20 às 20:30hs.

HEALING SOM KOMPLEMENTÆR HJÆLP MOD DEPRESSION: 
Hver tirsdag i lige uge fra kl. 20.
Venligst kontakt os for at høre nærmere om behandling.

APLICACAO DE PASSE NA AJUDA COMPLEMENTAR NA CURA DA DEPRESSAO: 
Todas as tercas-feiras das semanas pares á partir das 20hs.
Interessados favor contactar-nos para maiores informacões.

FJERNHEALING/IRRADIACÃO
Hver søndag fra kl. 23 ca. 30 minutter
Todos os domingos às 23hs +/- 30 minutos.

FLUIDUMTERAPI:
Dybet Magnetisk Strygning. 
Hver tirsdag i ulige uge fra kl. 20, omkring 10 minutter pr person.

FLUIDOTERAPIA
Também conhecido como tratamento mais aprofundado através do magnetismo.
Todas as tercas feiras das semanas impares à partir das 20hs. .

SPIRITUEL RÅDGIVNINGSSAMTALE:
Hver tirsdag fra kl. 17 til kl. 19 eller fra kl. 21 til kl. 22. 
Venligst kontakt os via tlf: 20952437 eller ved din ankomst.

ATENDIMENTO FRATERNO: 
Todas as terca-feiras das 17:30 às 19hs e ou 21 às 22hs.
Favor reservar horário via tel: 20952437 e ou na sua chegada.

MEDIESKAB KURSUS:
På dansk hver lørdag i uligeugen i hver måned, fra kl. 10:20 til 12.30. Lukket møde. 
Venligst kontakt os hvis du er interesseret i mere information..

ESTUDO E PRÁTICA DA MEDIUNIDADE: 
Em portuguës, todos os sábados das semanas impares, das 12:50hs às 15hs. 
Estudos fechado. Favor contactar-nos caso interessados em maiores informacões..

ANMODNING OM MEDLEMSKAB: 
Medlemskab: 100, kr pr måneden.
Støtte-medlemskab: mindre årligt kontingent.

DONATION/DOACAO:
Donationer er velkomne. Indsamlingen af donationer vil bruges til husets udvikling og spirituelle events.

Toda doacao é bem vinda, donativos seráo utilizados para o desenvolvimento de nossas atividades Espíritas.

Conta bancária: (informacoes breve)
Bankoverførsel:(info kommer snart)

Donation/Doacao: 
Kan sendes via MobilePay +45 20 95 24 37.
Doacöes pode serem realizadas via MobilePay: +45 20 95 24 37.

 

 

(Com informações de Roseli Adorni e https://www.facebook.com/groups/aeallankardec/permalink/2320762108020792/)

 

Site da FEB- Federação Espírita Brasileira

Brasília, DF

 

Acesse:

https://www.febnet.org.br/

 

 

 

 

Efemérides Espíritas

Julho

 

(Copiado de  https://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/efemerides-do-mes-de-julho-4/)

 

Efeméride: 150 anos do lançamento de

 “O Écho d’Alêm-Tumulo”

 

Há 150 anos foi lançado o primeiro periódico espírita publicado no País com o nome O Écho d’Alêm-Tumulo. Originado na Bahia, pelas mãos de Luiz Olympio Telles de Menezes, em julho de 1869, foi pioneiro na imprensa espírita brasileira.

 

ECHOS-D´ÁLEM-TÚMULO_post (1)

 

 

(Copiado de https://www.febnet.org.br/blog/geral/noticias/efemeride-150-anos-do-lancamento-o-echo-dalem-tumulo/)

 

Teatro: Do Abismo às Estrelas

Santo André e São Paulo, SP

 

ESPETÁCULO DO ABISMO ÀS ESTRELAS, PSICOGRAFADO POR DIVALDO FRANCO, FAZ ÚLTIMAS APRESENTAÇÕES

 

Primeira peça adaptada de uma obra psicografada pelo médium, o romance do imortal literato francês Victor Hugo faz meditações profundas em torno dos problemas da vida e aborda a prática do aborto e da eutanásia durante a 1ª Guerra Mundial. A montagem tem dramaturgia de Lurimar Vianna e direção de Renato Scarpin

 

Reconhecido como um dos maiores médiuns e oradores espíritas da atualidade e o maior divulgador da Doutrina Espírita por todo o mundo, Divaldo Franco tem, pela primeira vez, uma peça profissional adaptada de uma obra psicografada por ele: DO ABISMO ÀS ESTRELAS, que faz suas 2 últimas apresentações nos dias 21 e 28 de julho, DOMINGOS, às 18h, no TEATRO SANTO AGOSTINHO (SP) e segue turnê pelo Brasil. Dando início à turnê, neste SÁBADO, dia 20 de julho, às 20h, a peça fará única sessão no Teatro Municipal de Santo André.

 

Sinopse: O romance do imortal literato francês Victor Hugo, psicografado por Divaldo Franco (voz em off), reflete sobre questões humanas e sociais como a prática do aborto e da eutanásia, além de tratar de temas como adoção, relacionamentos humanos e profissionais, medicina, ciência, espiritualismo e valores. O espetáculo, ambientado entre as décadas de 1920 e 1940, apresenta a história de uma jovem médica, Suzette Sara, que vivencia suas escolhas, contradições e consequências, em dois momentos de sua vida.

 

DO ABISMO ÀS ESTRELAS – Texto: Lurimar Vianna, adaptação da obra de Victor Hugo, psicografada por DivaIdo Franco. Direção: Renato Scarpin. Elenco: Carô Carvalho, Cláudia Gianini, Débora Munhyz, Fernanda Guerra, Hudson da Silva, Maritta Cury e Vandir Pereira. Voz em off: Divaldo Franco. Duração: 90 minutos. Gênero: Drama. Recomendação: 14 anos.

 

TEATRO SANTO AGOSTINHO – Dias 21 e 28 de julho, DOMINGOS, às 18h - Ingressos: R$ 60,00 (levando 1 kg de alimento não perecível ou 1 agasalho ou cobertor por pessoa, cada ingresso sai por R$ 25,00 na bilheteria do teatro).

Os ingresso também podem ser comprados pelo site www.teatrosantoagostinho.com.br

Rua Apeninos, 118 (próximo à estação Vergueiro do Metrô) - Liberdade. Telefone: (11) 3209-4858. Capacidade 690 lugares. Bilheteria funciona de quarta a domingo, das 14h às 20h. Ar condicionado. Café.

 

TEATRO MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ - Dia 20 de julho, SÁBADO, às 20h - Ingressos: R$ 60,00inteira, R$ 30,00 meia e R$ 50,00 antecipado. Os ingressos estão à venda através do site www.bilheteriaexpress.com.br

Praça IV Centenário, 01 - Santo André

 

(Informações recebidas em email de Maritta Cury [[email protected]])

 

Filme Kardec

Ribeirão Preto, SP

 

O filme KARDEC permanecerá em cartaz no Cauim até o dia 17/07.
Ligue para 16 3441-4341 e saiba mais informações sobre ingressos.

 

 

(Com informações de Mário Gonçalves e de

https://www.facebook.com/groups/234433453560036/)

 

Evangelho no Lar virtual

Acesse nos links

 

EVANGELHO NO LAR VIRTUAL

"Aliança da Ciência e da Religião", ESE, Cap. I, 8

No

YouTube: https://youtu.be/jpOrVcW5P8oBy Vania Mugnato de Vasconcelos

 

 

https://www.youtube.com/VaniaMugnatodeVasconcelos

 

 

 

(Informações recebidas em email de Didi Pelegrini [[email protected]])

 

Palestra gratuita com Kau Marcarenhas

Salvador, BA

 

(Informação recebida em email de Kau Mascarenhas - PROSER Desenvolvimento Humano [[email protected]])

 

Palestra programada para o Centro de Cultura Espírita de

Caldas da Rainha, Portugal

 

O Centro de Cultura Espírita de Caldas da Rainha, vai levar a cabo uma palestra espírita alusiva ao tema "Livre-arbítrio".

Esta conferência terá lugar na 6ª feira, dia 19 de Julho de 2019, pelas 21h00, na sede desta associação, na Rua Francisco Ramos, nº 34, r/c (Bº das Morenas - www.cceespirita.wordpress.com).

As entradas são livres e gratuitas.

Fonte: Centro de Cultura Espírita

_ _

 

António Luís

[email protected]

a[email protected]

(+351) 914 269 532

 

 

Cursos no IEEF- Instituto Espírita de Estudos Filosóficos

São Paulo, SP

 

 

 

 

(Informações recebidas em email de IEEF - Instituto de Espírita de Estudos Filosóficos [[email protected]])

 

1º. FACE- Festival de Arte e Cultura Espírita de

São Bernardo do Campo, SP

 

(Informações recebidas em email de Festival de Arte e Cultura Espírita de São Bernardo do Campo [[email protected]])

 

Palestras com Cesar Perri

Santos, Jales, SP e Três Lagoas, MS

 

Palestras e lançamento do livro "Chico Xavier - o homem, a obra e as repercussões" (Ed. EME e USE-SP) em Santos, Jales e Três Lagoas (MS).

 

 

 

 

 

 

(Informações recebidas em email de Grupo de Estudos Espíritas Chico Xavier [[email protected]])

 

Editora O Clarim

Matão, SP

 

Caso não esteja visualizando as imagens corretamente, clique aqui

 

 

70 anos da Use Intermunicipal de Aracatuba

Araçatuba, SP

 

 

(Informações recebidas em email de Sirlei Nogueira)

 

 Jornal Mundo Maior

Acesse nos links

Curta o Jornal Mundo Maior no facebook:

www.facebook.com/jornalmundomaior

Acesse o site do Jornal Mundo Maior e leia outras mensagens:

www.jornalmundomaior.com.br

 

 

 

7ª. Feijoada Beneficente

Araraquara, SP

 

(Informação de Sandra Fiore)

 

A palavra da inocência

 

Quase sempre acreditamos que as crianças não entendem o que acontece ao seu redor. Tomamos decisões, inclusive a respeito de suas próprias vidas, sem nos importar com seus sentimentos.

Assim acontece nas separações conjugais, em que se decide com quem ficarão os filhos. Assim é quando se decide mudar de residência e até mesmo quando se opta por transferi-los de uma para outra escola.

No entanto, as crianças estão atentas e percebem os acontecimentos muito mais do que possamos imaginar.

A jornalista Xiran que, apesar do regime de opressão e abandono que viveu na China, manteve um programa de rádio, em Nanquim, conta uma história singular, em seu livro As boas mulheres da China.

Havia uma jovem que se casou com um rapaz muito culto e de projeção política na China. Durante três anos, pelo seu status, ele foi estudar em Moscou.

Ela viveu anos de felicidade ao seu lado. Um casamento que foi abençoado com dois filhos. Era uma mulher de sorte, comentava-se.

Então, exatamente no momento em que o casal se alegrava com o nascimento do segundo filho, o marido teve um ataque cardíaco e morreu, repentinamente.

No final do ano seguinte, o filho mais novo morreu de escarlatina.

Com o sofrimento causado pela morte do marido e do filho, ela perdeu a coragem de viver.

Um dia, pegou o filho que restava e seguiu para a margem do rio Yang-Tsé. Seu intuito era se unir ao marido e ao bebê na outra vida.

Parada à beira do rio, ela se preparava para se despedir da vida, quando o filho perguntou, inocentemente:

Nós vamos ver o papai?

Ela levou um choque. Como é que uma criança de cinco anos podia saber o que ela pretendia fazer?

E perguntou: O que é que você acha?

Ele respondeu: É claro que vamos ver o papai! Mas eu não trouxe o meu carrinho de brinquedo para mostrar para ele!

Ela começou a chorar. Nada mais perguntou. Deu-se conta de que ele sabia muito bem o que ela pretendia.

Compreendia que o pai não estava no mesmo mundo que eles, embora não fizesse uma distinção muito clara entre a vida e a morte.

As lágrimas reavivaram nela o instinto materno e o senso de dever.

Tomou o filho no colo e, deixando a correnteza do rio levar a sua fraqueza, retornou para sua casa.

A mensagem de suicida que tinha escrito foi destruída.

Enquanto fazia o caminho de volta ao lar, o menino tornou a perguntar:

E então, não vamos ver o papai?

Procurando engolir o pranto, ela respondeu:

O papai está muito longe. Você é pequeno demais para ir até lá. A mamãe vai ajudá-lo a crescer, para que você possa levar para ele mais coisas. E coisas muito melhores.

Depois disso, ela fez tudo o que uma mãe sozinha pode fazer para dar ao filho o melhor.

*   *   *

As crianças não são tolas. E muito mais do que possamos imaginar permanecem atentas, em especial a tudo que lhes diga respeito.

Percebem os desentendimentos conjugais, as dificuldades domésticas, a ponto de ficar enfermas.

Por tudo isso, preste mais atenção ao seu filho. E, sobretudo, fale com ele sobre as dificuldades e sobre as soluções possíveis.

Não o deixe crescer ansioso e triste. Ajude-o a viver no mundo, seguro e firme.

 

Redação do Momento Espírita, com base no cap.
A catadora de lixo, do livro As boas mulheres da China,
de autoria de Xinran, ed. Companhia das Letras.
Em 16.7.2019.

(Copiado do site Feparana)

 

 

 

 

Safo. Ideação suicida. Pintura por  Ernst Stückelberg

Imagem/fonte:  https://en.wikipedia.org/wiki/Suicidal_ideation#/media/File:St%C3%BCckelberg_Sappho_1897.jpg

 

 

Curiosidades da Codificação

 

 

 

"Com a minha gratidão, remeto-lhe o livro anexo, bem como a sua história, rogando-lhe, antes de tudo, prosseguir em suas tarefas de esclarecimento da Humanidade, pois tenho fortes razões para isso... "

 

UMA CARTA PARA O SR. ALLAN KARDEC - Allan Kardec, o Codificador da Doutrina Espírita, naquela triste manhã de abril de 1860, estava exausto, acabrunhado.
Fazia frio.
Muito embora a consolidação da Sociedade Espírita de Paris e a promissora venda de livros, escasseava o dinheiro para a obra gigantesca que os Espíritos Superiores lhe haviam colocado nas mãos.
A pressão aumentava...
Missivas sarcásticas avolumavam-se à mesa.
Quando mais desalentado se mostrava, chega a paciente esposa, Madame Rivail - a doce Gabi -, a entregar-lhe certa encomenda, cuidadosamente apresentada.
O professor abriu o embrulho, encontrando uma carta singela. E leu.
"Sr. Allan Kardec:
Respeitoso abraço.
Com a minha gratidão, remeto-lhe o livro anexo, bem como a sua história, rogando-lhe, antes de tudo, prosseguir em suas tarefas de esclarecimento da Humanidade, pois tenho fortes razões para isso.
Sou encadernador desde a meninice, trabalhando em grande casa desta capital.
Há cerca de dois anos casei-me com aquela que se revelou minha companheira ideal. Nossa vida corria normalmente e tudo era alegria e esperança, quando, no início deste ano, de modo inesperado, minha Antoinette partiu desta vida, levada por sorrateira moléstia.
Meu desespero foi indescritível e julguei-me condenado ao desamparo extremo.
Sem confiança em Deus, sentindo as necessidades do homem do mundo e vivendo com as dúvidas aflitivas de nosso século, resolvera seguir o caminho de tantos outros, ante a fatalidade...
A prova da separação vencera-me, e eu não passava, agora, de trapo humano.
Faltava ao trabalho e meu chefe, reto e ríspido, ameaçava-me com a dispensa.
Minhas forças fugiam.
Namorara diversas vezes o Sena e acabei planeando o suicídio. "Seria fácil, não sei nadar"- pensava.
Sucediam-se noites de insônia e dias de angústia. Em madrugada fria, quando as preocupações e o desânimo me dominaram mais fortemente, busquei a ponte Marie.
Olhei em torno, contemplando a corrente... E, ao fixar a mão direita para atirar-me, toquei um objeto algo molhado que se deslocou da amurada, caindo-me aos pés.
Surpreendido, distingui um livro que o orvalho umedecera.
Tomei o volume nas mãos e, procurando a luz mortiça do poste vizinho, pude ler, logo no frontispício, entre irritado e curioso:
"Esta obra salvou-me a vida. Leia-a com atenção e tenha bom proveito. - A. Laurent."
Estupefato, li a obra - "O Livro dos Espíritos" - ao qual acrescentei breve mensagem, volume esse que passo às suas mãos abnegadas, autorizando o distinto amigo a fazer dele o que lhe aprouver."
Ainda constava da mensagem agradecimentos finais, a assinatura, a data e o endereço do remetente.
O Codificador desempacotou, então, um exemplar de "O Livro dos Espíritos" ricamente encadernado, em cuja capa viu as iniciais do seu pseudônimo e na página do frontispício, levemente manchada, leu com emoção não somente a observação a que o missivista se referira, mas também outra, em letra firme:
"Salvou-me também. Deus abençoe as almas que cooperaram em sua publicação. - Joseph Perrier."
Após a leitura da carta providencial, o Professor Rivail experimentou nova luz a banhá-lo por dentro...
Aconchegando o livro ao peito, raciocinava, não mais em termos de desânimo ou sofrimento, mas sim na pauta de radiosa esperança.
Era preciso continuar, desculpar as injúrias, abraçar o sacrifício e desconhecer as pedradas...
Diante de seu espírito turbilhonava o mundo necessitado de renovação e consolo.
Allan Kardec levantou-se da velha poltrona, abriu a janela à sua frente, contemplando a via pública, onde passavam operários e mulheres do povo, crianças e velhinhos...
O notável obreiro da Grande Revelação respirou a longos haustos, e, antes de retomar a caneta para o serviço costumeiro, levou o lenço aos olhos e limpou uma lágrima..."

(Hilário Silva - O Espírito da Verdade, 52, FEB)

 

(Texto copiado do site Rede Amigo Espírita)

 

O Livro dos Espíritos em edição de 1860.

 Imagem: http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Livro_dos_Esp%C3%ADritos#/media/File:Le_Livre_des_Esprits_2.jpg

 

 

 

 

Ponte Marie, Paris, França. Foto Lucas Gobbo

 

 

Em absoluto respeito à sua privacidade, caso não mais queira receber este boletim de notícias do movimento espírita, envie-nos um email solicitando a exclusão do seu endereço eletrônico de nossa lista. Nosso endereço: [email protected]